Ancoradouro

Morre Kobe Bryant, gigante nas quadras e na Fé

A fé em Deus de Kobe Bryant o salvou da tragédia que poderia ter colocado fim à sua família e seu início de  carreira. Em 2015, em entrevista à Revista GQ,  o atleta de  basquete revelou como superou a acusação de estupro que recebeu aos 25 anos de idade, em 2003.

Estrela da NBA falece em um acidente aéreo.

À época, Bryant assumiu que teve relação sexual com uma mulher fora do matrimônio, mas negou o estupro. Um juiz retirou as acusações, mas a mulher passou a apresentar uma ação civil contra Bryant, que foi resolvida fora do tribunal.

O atleta se disse envergonhado, pediu desculpas e conseguiu manter o casamento com Vanessa Bryant , mãe de seus quatro filhos. Naquele episódio sombrio de sua história , Kobe conta que o conselho de um padre foi fundamental.

Kobe Bryant foi criado em família católica.

“A única coisa que realmente me ajudou durante esse processo – eu sou católico, eu cresci católico, meus filhos são católicos – foi quando falei com um padre. Na verdade, foi meio engraçado: ele olhou para mim e disse: ‘Você fez isso?’, e eu falei: ‘Claro que não’. Então ele perguntou: ‘Você tem um bom advogado?’, e eu respondi: ‘Sim, ele é fenomenal’. Ele apenas disse: ‘Então siga em frente. Deus não lhe colocaria algo com que você não pudesse lidar. Agora é preciso que você siga em frente’. E esse foi o ponto da virada”, disse à Revista GQ.

Atleta foi ao fundo do poço. Ajudado por um padre superou e manteve o relacionamento com a esposa.

Superado o episódio e se consolidando como um atleta All-star da NBA, junto com a esposa criou a fundação Família Kobe e Vanessa Bryant (KVBFF – sigla em inglês), voltada para jovens carentes e desabrigados.

Atleta Kobe Bryant com atendidos de sua fundação.

“Minha carreira está terminando e no final dela não quero olhar para trás e dizer: ‘Bem, eu tive uma carreira bem sucedida porque ganhei tantos campeonatos e marquei tantos pontos’. Há algo mais que você tem que fazer com isso. [A falta de moradia] é uma questão que caminha em segundo plano, porque é fácil apontar a culpa para aqueles que estão sem casa e dizer: ‘Bem, você que fez uma má escolha. Este é o lugar onde você está. A culpa é sua’. Na vida, todos nós cometemos erros e ficar para trás e permitir que alguém viva dessa forma é como lavar as mãos… isso não é certo”, disse o atleta na mesma entrevista.

Kibe Bryant na Missa diária

A cantora Cristina Ballestero relatou em sua conta no Instagram como conheceu o atleta em uma Missa de semana na Igreja Catedral da Sagrada Família, em Orange, Califórnia. O relato evidencia a simplicidade e piedade do atleta que faleceu neste domingo , dia 27, com mais oito pessoas em um acidente aéreo.

Confira o relato da cantora 

https://www.instagram.com/p/B7y_av7FDnS/?igshid=yx2kiff22v1d

Com informações dos portais Acidigital, Aleteia e Church Pop.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + oito =