Clube da Luta

UFC Austrália: Antônio “Pezão” e Mark Hunt empatam em duelo emocionante

Pezão x Hunt: luta épica e empate como resultado. Foto: UFC / Divulgação

Pezão x Hunt: luta épica e empate como resultado. Foto: UFC / Divulgação

 

Na luta principal do UFC Fight Night 33, realizado na madrugada desta sexta, o brasileiro Antônio “Pezão” e o neozelandês Mark Hunt fizeram aquela luta que vale o ingresso. Um duelo com grande trocação e que terminou empatado.

O round com menos ação foi justamente o primeiro. Fazendo valer da sua boa estratégia, Pezão manteve seu adversário a distância com chutes e boa movimentação. Com isso, o brasileiro conseguiu ficar longe da mão pesada de Hunt que somente o atingiu com golpes isolados e que pararam na defesa de Pezão. O brasileiro ainda conectou alguns socos no adversário antes do término do primeiro período.

No segundo round Pezão repetiu sua estratégia, mas foi atingindo por um  jab e direto no rosto. Recuperado, revidou de imediato com chutes no tornozelo do neozelandês que sentiu e passou a mancar até o final do round.

A pena machucada de Hunt fez com que os dois lutadores mudassem de tática a partir do terceiro round. O brasileiro tentou aplicar mais chutes na perna do oponente e Hunt foi mais direto ao ataque, buscando o clinch e grade ou chão, para proteger a perna. No novo cenário, Hunt acertou um direto que levou Pezão ao chão e maltratou o adversário com socos e cotoveladas até o fim do round.

Junto com o quarto round veio o cansaço. Pezão buscou quedar Hunt, que defendeu e derrubou o brasileiro em seguida. Com pouca ação no chão, os lutadores voltaram a ficar em pé e o duelo ficou emocionante a partir daí. Exausto, a trocação passou a ser a arma principal, com golpes voando e atingindo ambos os atletas. Nos minutos finais o brasileiro levou vantagem com a queda aplicava no adversário e terminou o round por cima.

Aplaudidos de pé pelo público, Pezão e Hunt fizeram um quinto round com o objetivo de nocautear. Golpes duros, cotoveladas e sangue tomaram conta dos lutadores. O brasileiro sentiu bastante o ritmo da luta e golpes do oponente e, nos últimos seguidos, concluiu a luta no coração. Bastante castigado o neozelandês também bateu e apanhou bastante. No fim do combate, abraço dos lutadores, aplausos de reconhecimento da torcida e empate como resultado.

Confira os resultados do UFC Austrália:

CARD PRINCIPAL

Antonio Pezão e Mark Hunt empataram em decisão majoritária

Mauricio Shogun venceu James Te Huna por KO a 1min3s

Ryan Bader venceu Anthony Perosh por decisão unânime

Soa Palelei venceu Pat Barry por TKo aos 2min9s do 1° round

Clint Hester venceu Dylan Andrews por TKO (intervenção médica) no 2° para o 3° round

Bethe Correia venceu Juile Kedzie por decisão dividida

CARD PRELIMINAR

Takeya Mizugaki venceu Nam Phan por decisão unânime

Caio Monstro venceu Nick Ring por decisão unânime

Justin Scoggins venceu Richie Vaculik por TKO aos4min43s do 1° round

Krzysztof Jotko venceu Bruno Santos por decisão unânime

Alex Garcia venceu Ben Wall por KO aos 43s do 1° round

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *