Clube da Luta

Hermes França sofre nocaute em 34 segundos; Paulo Guerreiro vence Leandro Naja e luta termina em confusão

Breno Ceará conquistou vitória relâmpago sobre o ex-UFC Hermes França. Foto: Bruno Balacó

Breno Ceará conquistou vitória relâmpago sobre o ex-UFC Hermes França. Foto: Bruno Balacó

Quem foi ver Hermes França voltou pra casa impressionado com Breno Ceará. Na luta principal do Extreme Fighter Nordeste, na noite desta quinta-feira (28), no ginásio Paulo Sarasate, o promissor atleta de 25 anos não deixou nem que os fãs de MMA piscassem (como havia avisado no dia anterior) ou tivessem um momento de desatenção.

Com apenas 34 segundos de combate, Breno liquidou a fatura com um nocaute avassalador, selando de forma negativa o retorno do ex-desafiante ao cinturão dos pesos-leves do UFC.

Sem lutar há três anos e meio, Hermes praticamente não teve tempo para mostrar serviço no octógono. Ele começou o combate arriscando alguns chutes e buscando a luta agarrada.

Hermes estava há quase três anos e meio sem lutar. Foto: Bruno Balacó/O POVO

Hermes estava há quase três anos e meio sem lutar. Foto: Bruno Balacó/O POVO

Mas quando Breno conectou o primeiro golpe mais contundente, o veterano desabou e não conseguiu conter uma sequência dura de socos na face, que terminou em KO, o legítimo nocaute.

O ex-UFC chegou a ficar desacordado por uma fração de segundos e deixou o octógono desolado. Já Breno, fez festa, corria no entorno do cage e não parava de gritar. Foi a 3ª vitória seguida dele, só esse ano. Todas por nocaute.

COMBATE ALUCINANTE TERMINA EM CONFUSÃO

Guerreiro entrou no octógono visivelmente emocionado e chorando. Foto: Bruno Balacó/O POVO

Guerreiro entrou no octógono visivelmente emocionado e chorando. Foto: Bruno Balacó/O POVO

Na outra superluta da noite, os fãs foram premiados com uma luta eletrizante entre Paulo Guerreiro e Leandro Naja, figuras bastante conhecidas do público que acompanha artes marciais.

Os dois lutadores travaram uma verdadeira batalha no octógono. Naja chegou animado e empurrado pela torcida. Guerreiro chegou aparentemente emocionado e não segurou as lágrimas enquanto passava pela vistoria dos árbitro antes do combate. Em noite inspirada, ele venceu e convenceu.

Guerreiro castigou Naja com um forte jogo de grand and pound. Foto: Bruno Balacó/O POVO

Guerreiro castigou Naja com um forte jogo de ground and pound. Foto: Bruno Balacó/O POVO

Mostrou uma forte de trocação do começo ao fim, trabalhou bastante o ground and pound, enquanto Naja ficava por baixo esperando uma brecha para tentar um triângulo ou arm-lock.

Guerreiro se saiu muito bem das investidas, continuou batendo forte e, quando tudo caminhava para um nocaute, o veterano de 39 anos encaixou um triângulo de braço no início do 3° round, conseguindo a vitória.

Após encaixar a finalização, Naja bateu duas vezes em desistência, o árbitro tentou apartar os dois lutadores, mas Guerreiro seguiu pressionando o braço no pescoço do oponente por mais alguns segundos mesmo após a tentativa de interrupção.

A forma como a luta terminou gerou uma invasão generalizada no octogóno. Foto: Bruno Balacó/O POVO

A forma como a luta terminou gerou uma invasão generalizada no octogóno. Foto: Bruno Balacó/O POVO

Uma cena que revoltou os apoiadores de Naja, que já se queixavam de Guerreiro por usar os dedos na garganta do adversário e por se agarrar de forma constante nas grades. Guerreiro se desculpou com o árbitro, abraçou Naja, mas não conseguiu acalmar os ânimos na multidão.

Houve invasão generalizada no octógono com membros das duas equipes. extreme 2

Naja saiu bem castigado da luta. Foto: Bruno Balacó/O POVO

Contudo, nenhuma agressão (além de verbal) foi registrada. Só após cerca de 5 minutos o problema foi contornado, com o esvaziamento do octógono, para que o resultado fôsse anunciado. Naja saiu com o rosto bastante machucado, enquanto Guerreiro deixou o cage nos braços da sua equipe.

VÍDEOS

VÍDEO: confira a vitória de Paulo Guerreiro sobre Leandro Naja e a confusão formada após a luta

VÍDEO: Breno Ceará nocauteia Hermes França em menos de um minuto de luta

A noite do Extreme Fighter contou com 14 lutas, sendo 12 de Grand Prix (GP) nas categorias 61 kg, 77kg e 93 kg. Entre as lutas principais, destaque para a vitória do juazeirense Savio Montenegro, por nocaute, e o triunfo de James Silveira por finalização.

Na 3ª luta mais importante da noite, Sávio levou a melhor por nocaute. Foto: Bruno Balacó/O POVO

Na 3ª luta mais importante da noite, Sávio levou a melhor por nocaute. Foto: Bruno Balacó/O POVO

Confira os principais vencedores da noite no Extreme Fighter Nordeste

Breno Ceará vence Hermes França por nocaute no 1° round
Paulo Guerreiro vence Leandro Naja por finalização no 3° round
Savio Montenegro venceu Rodrigão Gonçalves por nocaute
Tyago Buda venceu Mardonio Cavalo Doido
James Silveria venceu Gustavo Batista por finalização
Gessy Barbosa venceu Sombay Santos
Carlos Eduardo venceu Italo Gohan
Michael Pânico venceu Ronaldo Junior

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *