Clube da Luta

Lutadores brasileiros têm a missão de retomar cinturões perdidos, conquistar novos títulos e tentar fazer frente à hegemonia dos Estados Unidos

Lutador José Aldo é o único detentor brasileiro de título linear do UFC atualmente. Foto: Textual

Lutador José Aldo é o único detentor brasileiro de título linear do UFC atualmente. Foto: Textual

Fazer com que 2015 seja diferente de 2014. Os melhores lutadores brasileiros do Ultimate Fighting Championship (UFC) têm a missão de retomar os títulos e voltar a brigar com os americanos pela hegemonia dos cinturões da organização. Vitor Belfort e Rafael dos Anjos já têm combates marcados e mais quatro atletas devem subir ao octógono em 2015.

O primeiro a lutar é Vitor Belfort, no dia 28 de fevereiro. O carioca teve atuações impressionantes em 2013, deixou o tratamento de reposição de testosterona (TRT) de lado e terá sua chance para tentar tirar o cinturão dos médios (até 83,9 kg) de Chris Weidman.

O americano voltou a treinar após quatro meses se recuperando de lesão na mão e iniciou sua preparação para a sua terceira defesa de cinturão. Ainda na divisão dos médios, Ronaldo Jacaré deve ser o próximo brasileiro a receber uma chance, mas Anderson Silva e Lyoto Machida também buscam chegar lá.

No mês seguinte será Rafael dos Anjos que tentará fazer história no Ultimate e conquistar o título inédito dos leves (até 70,3 kg) para o Brasil. O faixa preta de jiu-jítsu vem de três vitórias seguidas, que o credenciaram para encarar o campeão Anthony Pettis, no dia 14 de março, em Dallas, pelo UFC 185.

As últimas exibições e o fator “imprevisibilidade”, característica do americano, o colocam como favorito para o confronto, mas Rafael atravessa seu melhor momento no Ultimate e promete combate equilibrado.

Nos galos (até 61,2 kg), o ex-campeão da categoria, Renan Barão, terminou o ano com vitória e deve receber sua chance de revanche contra TJ Dillashaw, atual detentor do cinturão, em breve. Nos pesos pesados (até 120,2 kg), Fabrício Werdum carrega o título interino da categoria e a briga pelo cinturão unificado contra Cain Velasquez também não deve demorar.

Único detentor brasileiro de título do UFC, o lutador José Aldo aguarda definição de possíveis desafiantes para esta temporada, como são os casos de McGregor e Frankie Edgar, para buscar a sua sétima defesa de cinturão dos penas (até 65,8 kg).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *