Clube da Luta

Cearenses perdem suas lutas no Shooto Brasil 55

Jamil (esquerda) e Maiquim perderam por decisão dos juízes. Foto: Arquivo Pessoal

Jamil (esquerda) e Maiquim perderam por decisão dos juízes. Foto: Arquivo Pessoal

Não foi uma noite boa para os atletas cearenses no Shooto Brasil. Na edição de número 55 do evento, realizada nesta sexta-feira, 26, no Clube Hebraica, no Rio de Janeiro, Jamil Silveira e Michael William acabaram perdendo seus combates.

Protagonizando a luta principal da noite, Jamil foi superado por decisão unânime pelo gaúcho Leonardo Limberger, pelo placar de 29-27. O detalhe do confronto é que o cearense, que representa a equipe Dragon Fight/Nova União Ceará, foi punido com a perda de um ponto por ter segurado na grade (o que não é permitido no esporte).

Essa foi a primeira derrota de Jamil após uma série de 10 lutas de invencibilidade. Ele agora soma um cartel de 59 lutas, 42 vitórias, 16 derrotas e 1 empate.

Em seu retorno ao MMA após um ano e depois meses, em virtude de seguidas lesões, o Michael William fez uma luta dura contra o paranaense Irmeson Oliveira, mas o seu adversário conseguiu se sobressair no combate e confirmou a vitória por decisão unânime.

Maiquim, que também integra a equipe Dragon Fight/Nova União Ceará, agora um cartel de 17 lutas, com 11 vitórias e 6 derrotas.

CONFIRA OS RESULTADOS DO SHOOTO BRASIL 55
Leonardo Limberger venceu Jamil Silveira por decisão unânime dos juízes laterais

Fábio Ventura e Joel Soares empataram em decisão majoritária dos juízes laterais

Irmeson Oliveira venceu Michael William por decisão unânime dos juízes laterais

José Milton venceu Alexandre Cirne por nocaute técnico aos 18seg do primeiro round

Jones Murilo venceu Thiago “Bananinha” Melo por nocaute técnico aos 1min e 55 seg do segundo round

Jiraya Pereira venceu Leonardo Moura por decisão dividida dos juízes laterais

Klinger Pinheiro venceu Adailton Silva por decisão unânime dos juízes laterais

Jhonata Silva venceu Danilo Gomes por nocaute técnico aos 3min 55seg do segundo round

Rafael Macapá venceu Ronald Castro por decisão unânime dos juízes laterais

Rafael Bernardo venceu Marcos Nenê por nocaute técnico aos 56seg do primeiro round

Cleverson Carrilho venceu Elvis Batista por nocaute técnico aos 2min 15seg do segundo round

Bruno Polegar finalizou Victor Sombra com um mata-leão aos 4min 03seg do terceiro round

Matheus Malta finalizou Murilo Marques com um triângulo de mão aos 1min e 59seg do primeiro round

Daniel Hortegas finalizou Victor Siqueira com uma chave de braço aos 58seg do primeiro round

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *