Clube da Luta

Leandro Naja alerta adversário: ‘se tiver de bobeira, vai cair no primeiro segundo’

Leandro Naja conquistou o cinturão do Limo Fight em maio | Foto: Bruno Balacó

Leandro Naja conquistou o cinturão do Limo Fight em maio | Foto: Bruno Balacó

Acostumado a subir no octógono, o lutador Leandro “Naja” Rodrigues deu uma pausa no MMA para se testar mais uma vez no ringue do muay thai. O atleta freou o “descanso” programado na carreira para calçar luvas maiores da modalidade tradicional de trocação e encarar Tyago “Psyco”, da V8, na 1ª edição do Ram Muay Fight Championship (RMFC), que será realizado no ginásio do colégio Maria Ester, no bairro Passaré, neste sábado, 4.

Depois de vencer Vladson ‘Gereba’ e conquistar o cinturão do Limo Fight, torneio de MMA, em maio, Naja ficaria 90 dias sem lutar. Porém, o desejo foi por água abaixo por causa da proposta para enfrentar Psyco no RMFC. “Eu estava precisando descansar o corpo, vinha de uma sequência muito grande de lutas. Mas, passei por exames médicos que apontaram 100% de condição. Parecia que eu nem tinha lutado. Meu corpo recuperou bem e deu pra voltar lutar logo, e surgiu essa oportunidade no muay thai”, comentou ele.

Desde o acerto com o evento, Naja não parou de treinar. O atleta confia em sua experiência na trocação para nocautear o adversário e impedir que o duelo seja decidido pelos árbitros. Para Leandro, o confronto pode acabar no primeiro segundo de luta, caso o oponente não esteja preparado.

“Eu estou completo, afiado. Podem esperar desde o primeiro segundo um Leandro Naja bem agressivo, procurando o fim da luta. Espero que esteja preparado para aguentar a pressão. Se tiver de bobeira, vai cair no primeiro segundo”, disse o lutador.

Carreira no MMA
Com agenda lotada, Naja já tem compromisso marcado para agosto no MMA. Ele encara Índio Payakan, do projeto social Luta Pela Vida, de Andrezinho Nogueira, no BKF 5, que será realizado no ginásio do Náutico Atlético Clube, no bairro Meireles. Depois desse confronto, Leandro espera focar em duelos fora do Estado.

“Estava nos planos lutas no Shooto, mas como tinha fechado com o BKF para lutar em agosto, essa ideia foi adiada. Depois do BKF, vou me programar para voltar ao Shooto. Eu tenho o sonho de ser campeão do Shooto. Tem que ir por partes para depois chegar ao UFC”, afirmou o atleta patrocinado pela Brasil Fighter, Mispa Segurança, Ockto Fight Wear, Boi Negro, Água Clareza, Physio Lar, DSV Segurança e Alemão Tatoo.

Sobre o evento
A 1ª edição do RMFC será realizada no dia 4 de julho no ginásio doColégio Maria Ester, no bairro Passaré. De 8h as 14h, são as lutas amadoras. De noite, a partir das 19h, será a vez dos combates profissionais.

Os ingressos para acompanhar o evento custam R$ 30 na cadeira especial e R$ 50 no setor VIP. Outro detalhe, de motivação para os atletas, é que o Ram Muay Fight Championship vale pontos para o ranking cearense de muay thai. A organização do evento aposta em um público de 2 mil espectadores.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *