Clube da Luta

ENTREVISTA: Pepey fala de preparação, adversário e expectativa para sua 1ª luta no exterior pelo UFC

Pepey vem embalado por três vitórias seguidas. Foto: Deivyson Teixeira/O POVO

Pepey vem embalado por três vitórias seguidas. Foto: Deivyson Teixeira/O POVO

Já são quatro anos lutando na maior organização de artes marciais do mundo. Mas até então, nas sete vezes em que teve a chance de subir no octógono do UFC, Godofredo
Pepey só atuou no Brasil, inclusive em Fortaleza, sua cidade natal. Neste sábado, o cearense vai, enfim, vivenciar sua estreia internacional na franquia, na edição do
Ultimate que será realizada em Chicago, nos Estados Unidos. Em duelo da categoria dos pesos-penas, enfrenta o americano Darren Elkins.

Embalado pelas vitórias por nocaute sobre Noad Lahat e as finalizações sobre Dashon Johnson e Andre Fili (conquistando o bônus de desempenho da noite em cada uma
delas), Pepey vai em busca da quarta vitória consecutiva no UFC. Um triunfo no combate credencia o cearense a ingressar no TOP 15 da divisão.

Apesar de colher ótimos resultados em suas últimas apresentações, Pepey não luta no UFC desde março de 2015, em virtude de contusões. Agora, sentindo-se plenamente
recuperado dos problemas físicos que outra hora o incomodavam. Em entrevista ao Blog Clube da Luta, na semana de sua luta, Pepey garantiu estar no auge de sua forma
física para dar mais um show no cage. Confira o bate-papo

Clube da Luta: Você já realizou sete lutas no UFC. Mas só agora fará sua estreia fora do País pela organização. Como está se sentindo diante dessa oportunidade?
Pepey: “Tô me sentindo muito bem para essa luta. Fiz algumas lutas no Brasil pela organização. Primeira vez que eu tô lutando fora. Fiz a preparação correta. Foi o meu camp mais perfeito que fiz. Estou muito motivado e muito feliz para essa luta. Acredito que estou na melhor fase. Essa luta no exterior só vem para abrilhantar minha
carreira, porque veio no tempo certo. Lutei sete vezes no Brasil. Agora estou indo com tudo para essa luta em Chicago.

Clube da Luta: Mais uma vez, você realizou o seu camp em Curitiba, com a equipe do mestre André Dida. Conta um pouco como foi sua preparação para esse combate.
Pepey: Minha preparação foi intensa. Fiz o meu camp com o meu time, na Evolução Thai, lá em Curitiba. Treinei de tudo para esse adversário. Acredito que a música que tocar eu danço. Espero que vocês não pisquem, porque foi o meu melhor camp. Minha melhor preparação. Estou pronto, só esperando a hora para fazer a minha tática, que vai ser uma tática surpresa.

Pepey ao lado de André Dida e de seus parceiros de treino na Evolução Thai. Foto: Arquivo Pessoal

Pepey ao lado de André Dida e de seus parceiros de treino na Evolução Thai. Foto: Arquivo Pessoal

Clube da Luta: nas últimas lutas, você tem diversificado o seu jogo entre luta pé e agarrada. O que tentou aprimorar para esse combate?
Pepey: Como eu falei, treinei tudo. Treinei a parte de wrestling, treinei a parte muay thai, meu muay thai está afiado. Treinei a parte de jiu-jitsu, tô com o gás em dia. Então, tô blindado para essa luta. Tô pronto para essa luta. Tô pronto para acabar a luta de qualquer forma. Vou entrar e vou sair vencedor. Com certeza.

Clube da Luta: O seu adversário vem embalado por duas vitórias e hoje é um dos tops da categoria. O que você conseguiu estudar do jogo dele?
Pepey: Meu adversário é TOP 11 da categoria dos pesos-penas. Ele é do wrestling, mas se aventura também no boxe. Tem uma mão pesada no boxe. Ele tem uma movimentação de grade, que é o forte dele, que é amarrar bem a luta e levar a luta por pontos. Mas eu acredito que para ele amarrar essa luta e levar por pontos vai ser muito difícil, porque o meu gás tá em dia e estou pronto para lutar com ele os três rounds. Tanto em pé, quanto na grade, quanto no chão. Tô pronto para qualquer situação.

Encarada de Pepey na pesagem do UFC Chicago. Foto: Reprodução TV

Encarada de Pepey na pesagem do UFC Chicago. Foto: Reprodução TV

Clube da Luta: O que podemos esperar do Pepey no duelo deste sábado, já que os fãs estão na expectativa de voltar a vê-lo lutar após um ano e quatro meses?
Pepey: O que vocês podem esperar é que vocês não pisquem. Como venho dizendo nas últimas lutas, sou outra pessoa, sou outro lutador agora. Então, espero que vocês não
pisquem, porque qualquer hora pode acabar a luta. Estou pronto para desligar ele, como estou pronto para finalizar também. E se for pontos, estou pronto para lutar os
três rounds com ele. Tô blindado para essa luta.

SERVIÇO
UFC: Holm x Shevchenko
Quando: 23 de julho de 2016 (sábado)
Onde: United Center, em Chicago, nos Estados Unidos
Que horas: a partir das 17h. Card principal a partir das 21h
Onde assistir: Canal Combate (pay per view)

Card principal
Holly Holm x Valentina Shevchenko
Edson Barboza x Gilbert Melendez
Francis Ngannou x Bojan Mihajlovic
Felice Herrig x Kailin Curran

Card preliminar
Frankie Saenz x Eddie Wineland
Darren Elkins x Godofredo Pepey
Kamaru Usman x Alexander Yakovlev
Michel Trator x JC Cottrell
Alex Cowboy x James Moontasri
Jim Alers x Jason Knight
Luiz Henrique KLB x Dmitry Smolyakov

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *