Clube da Luta

Com cearense no card e três disputas de título, UFC 205 realiza edição histórica neste sábado

Thiago Pitbull tem 33 anos e já fez 20 lutas no UFC. Foto: UFC/Divulgação

Thiago Pitbull tem 33 anos e já fez 20 lutas no UFC. Foto: UFC/Divulgação

Thiago ‘Pitbull’ Alves é sinônimo de longevidade no UFC. O cearense está na organização há 11 anos e já subiu ao octógono mais famoso do mundo em 20 oportunidades. A marca poderia ser ainda mais expressiva não fossem as lesões que vem atormentando o atleta. Nos últimos cinco anos, ele só conseguiu realizar quatro lutas no maior evento de MMA do mundo, prejudicado por diferentes de tipos de contusão. Disposto a espantar a zica, Pitbull entra em ação hoje, no card preliminar do UFC 205, que será realizado em Nova York (EUA), para enfrentar o americano Jim Miller.

Depois de fazer carreira na categoria dos meio-médios (onde chegou a disputar o cinturão em 2010, contra Georges St. Pierre), o cearense faz agora sua estreia entre os pesos-leves. Há um ano e meio sem lutar (sua última exibição foi em maio de 2015, quando perdeu por nocaute técnico para Carlos Condit, no UFC Goiânia), Pitbull diz que fez bom proveito do período de inatividade para se adaptar a nova divisão de peso, quando terá que bater 7kg a menos do que estava acostumado.

“Os atletas que lutam na categoria dos meio-médios são bem mais altos que antigamente, foi a evolução do esporte que me fez descer de categoria. Venho lutando contra caras com envergaduras maiores que a minha, mas agora estará tudo igual”, disse o cearense ao site do UFC Brasil.

Com um card estrelar, o UFC 205 conta com três disputas de título: Eddie Alvarez x Conor McGregor (peso-leve), Tyron Woodley x Stephen Thompson (meio-médio) e Joanna Jedrzejczyk x Karolina Kowalkiewicz (peso-palha). Além de Pitbull, a edição terá outros dois brasileiros: Vicente Luque e Rafael Sapo. O evento começa as 21h e segue até 03h da madrugada (Bruno Balacó)

Recomendado para você