Clube da Luta

Em card com lutas eletrizantes, Sobral Extreme Fighter 12 coroa dois novos campeões; veja os resultados!

359 2

Odali (e) e Kamizaki venceram suas lutas e conquistaram os cinturões do evento. Fotos: Bruno Balacó\O POVO

Lutas parelhas, reviravoltas, ‘atropelos’, nocautes, finalizações, duelo de jiu-jitsu, muay thai e muito MMA. Teve de tudo na 12ª edição do Sobral Extreme Fighter, realizado neste sábado (9), no ginásio poliesportivo do município. O mais tradicional evento de lutas da Região do Norte do Estado proporcionou aos fãs uma noite de fortes emoções, com combates eletrizantes.

O ponto alto foi o duelo principal da noite. Ambos estreantes nas artes marciais mistas: Herico Hesley, atleta da casa, contra Marcos Antony Gigante, natural de Camocim. Após um primeiro round de equilíbrio, Gigante voltou melhor na trocação no 2º round e pressionou seu adversário contra a grade, fazendo-o andar para trás. Mas na raça e no embalo da torcida, Herico conseguiu uma grande reviravolta. Após aplicar uma queda, ficou montado sobre o adversário e martelou, aplicando uma sequência de socos no adversário, que só foi interrompida pela intervenção do árbitro. Vitória por nocaute técnico. Uma estreia perfeita para um atleta oriundo do jiu-jitsu, ex-campeão mundial da modalidade.

A 12ª edição do Sobral Extreme Fighter também serviu para coroar dois novos campeões da organização. No co-evento principal da noite, Odali ‘Gorilão’ Filho não deu chances para o paraibano Anderson Bad Boy e nocauteou o então campeão após uma sequência de socos em apenas 29 segundos de luta. Com o resultado, Odali se tornou detentor do cinturão dos pesos-médios do Extreme Fighter. O crateuense, da equipe Luis Barbosa Team, detém ainda o título dos médios do Action Fight.

Quem também voltou para casa com o título de campeão Rafael Kamikazi. O atleta, da equipe Guerreiros do Muay Thai Team, venceu Felipe Gohan por finalização ao aplicar uma guilhotina ainda no 1º round, faturando o cinturão dos pesos-galos (até 61kg) da organização.

No duelo mais parelho do evento, Bruno Tsunami travou uma batalha de três rounds com Lucas Tortuga em duelo válido pela categoria peso-leve (até 70kg). Na luta em pé, Tsunami acertou os golpes mais efetivos, enquanto Tortuga levava vantagem na luta de solo, estando por várias vezes próximo da vitória, quando tentava encaixar finalizações como kimura, chave de calcanhar e triângulos invertidos. Tsunami foi bem resistente nas defesas dos golpes e ainda conseguia ferir o seu adversário com gols duros no rosto. Ao fim do combate, vitória por decisão dividida para Tsunami.

TROCAÇÃO ALUCINANTE

Outra luta emocionante foi entre Alexandre Terrorista e Delano Rodrigues, que fizeram um duelo de trocação insana, com golpes duríssimos conectados pelos dois atletas, que deram aula de disposição e mostraram que estão com o queixo em dia. No fim, prevaleceu a experiência de Alexandre, que, com o seu muay thai afiado, acertou uma bomba no rosto de Delano, que não resistiu, acusando uma possível fratura no nariz ao cair depois de sofre o golpe. O árbitro interrompeu o combate, decretando vitória por nocaute técnico.

Quem também fez a galera ir ao delírio com uma finalização sinistra foi Lucas Cangaceiro, que após sofrer uma pressão de Romário Silva virou o combate ao encaixar um mata-leão ainda no 1º round. Ítalo Gaspar foi outro que levou o público ao delírio ao vencer o veterano Iranilton Pitbull ao aplicar um katagatame também no 1º round.

Na única luta feminina da noite, Ana Nicoly emplacou sua segunda vitória seguida no MMA ao nocautear Flavia Mulan, após uma sequência frenética de socos perto da grade. Outro duelo entre mulheres, só que nas regras do muay thai, foi entre Nath Apache e Mileide Simplício. Com amplo domínio ao longo dos cinco rounds, Nath venceu por decisão unânime.

A noite no ginásio foi aberta com um duelo de jiu-jitsu. Nela, o faixa-roxa da casa Pedro Armando derrotou Gabriel Santos ao aplicar uma finalização bem ajustada no 3º round.

Confira os resultados do Sobral Extreme Fighter 12:
Herico Hesley venceu Marcos Gigante por nocaute 2º round – MMA
Odali Filho Gorilão venceu Anderson Bad Boy por nocaute aos 29 segundos do 1ºR – MMA
Bruno Tsunami venceu Lucas Tortuga por decisão dividida – MMA
Ítalo Gaspar venceu Iranilto Pitbull por finalização (katagame) aos 3:12 do 1ºR- MMA
Rafael Kamikazi venceu Felipe Gohan por finalização (guilhotina) aos 3:15 do 1ºR – MMA
Lucas Cangaceiro venceu Romário Silva por finalização (mata-leão) aos 2:15 do 1ºR- MMA
Ana Nicoly venceu Flavia Mulan por nocaute técnico (socos) aos 58seg do 1ºR – MMA
Alexandre Teles venceu Delano Rodrigues por nocaute técnico (soco) aos 3:30 do 3ºR – MMA
Marcos Alves venceu David Rodrigues por finalização aos 3min25seg do 1ºR – MMA
Nath Apache venceu Mileide Simplício por decisão unânime – muay thai
Pedro Armando venceu Gabriel Santos por finalização aos 2:53 do 1ºR- jiu-jitsu

Recomendado para você

2 Comentários

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *