Dá pra viajar

CORONAVÍRUS: Saiba o posicionamento das companhias

Viajantes de máscara por conta do coronavírus

Viajantes umas máscaras em aeroportos internacionais

O coronavírus está alterando rotinas de pessoas em todas as partes do mundo. Com essa pandemia e o rápido contágio que o COVID-19 provoca, voos estão sendo afetados e alguns países já fecharam fronteiras para receberem turistas estrangeiros. Dessa forma, muitos viajantes que iriam viajar agora e nos próximos meses estão se vendo obrigados a desistirem de voar nesse período e estão em busca do posicionamento das companhias aéreas.

Para facilitar a vida dos turistas, as companhias aéreas já estão adotando medidas e tornando mais flexível o processo de adiamento e remarcação dos voos. E nós, da equipe do Dá Pra Viajar, com o intuito de ajudar nossos leitores, separamos, nesse post, o posicionamento de algumas das principais companhias aéreas nacionais e internacionais. Ressaltamos que é importante que você busque se atualizar, constantemente, das notícias, pois a cada minuto surgem mudanças e fechamento de aeroportos e fronteiras.

Posicionamento das principais companhias

 

AZUL

Clientes com voos domésticos operados pela Azul previstos até 30 de setembro de 2020 poderão alterar ou cancelar seu voo:

Alterações: você poderá alterar a data do seu voo sem incidência de taxas de alteração, porém sujeito à diferença tarifária se houver, desde que o novo voo seja realizado até 30 de setembro de 2020.

Cancelamento: você poderá cancelar sua reserva sem custo de taxa de cancelamento, deixando o valor como crédito na Azul para compras futuras (validade do crédito: 1 ano a contar da data da emissão do bilhete cancelado, sendo o valor pessoal e intransferível.)

Para mais informações entre em contato com a Central de Atendimento (11) 4003-1118. Para reservas em Pontos ou Pontos+R$, ligue para (11) 4003-1141. Caso tenha comprado bilhete por uma agência, deve procurar o emissor do bilhete.

LATAM

 

Para as passagens compradas antes pela LATAM  de 13 de março de 2020, o cliente poderá escolher uma das opções:

1- Reprogramar uma vez a data e/ou origem e destino do seu voo sem multa, pagando apenas a diferença tarifária, para voar até o dia 31 de dezembro de 2020. Alterações devem ser feitas antes do voo original.

2- Solicitar o reembolso, sujeito às regras da tarifa adquirida.

Para compras realizadas entre 13 e 31 de março de 2020, com data de voos até 31 de dezembro de 2020, o cliente poderá escolher uma das opções abaixo:

1- Reprogramar uma vez a data e/ou origem e destino do seu voo sem multa, pagando apenas a diferença tarifária, para voar até o dia 31 de dezembro de 2020. Alterações devem ser feitas antes do voo original;

2- Solicitar o reembolso, sujeito às regras da tarifa adquirida.

Quem tiver algum voo cancelado, a companhia recomenda que acesse a opção “Reprograme seu Voo”. Nesse caso, as alternativas oferecidas não atenderem às necessidades, o cliente poderá solicitar a remarcação do voo ou reembolso do bilhete por meio da Central de Atendimento. Central de atendimento Latam: 0300 5705700 ou (11) 4002-5700.

GOL

 

A regra para passagens compradas pela GOL é válida tanto para passagens para destinos nacionais como internacionais. Quem estiver reserva com a companhia até o dia 14 de maio de 2020 poderá:

1) Solicitar o cancelamento do bilhete sem custo e manter o valor em crédito para voos futuros. O valor ficará disponível para uso do cliente por até um anos após a data da emissão;

2) Remarcar o bilhete para até 330 dias após a data da compra. Não haverá taxa de remarcação, somente diferença de tarifa, se houver;

3) Pedir o reembolso da reserva sem taxa de cancelamento, no entanto, haverá a cobrança da taxa de reembolso conforme a tarifa adquirida.

A companhia também está oferecendo a mesma política para quem fizer uma reserva para voar até 14 de maio de 2020. Quem tem passagens de voos GOL emitidos com milhas Smiles também terá os mesmos direitos, podendo fazer o cancelamento do bilhete pelo app e pelo site da Smiles, ou via central de atendimento.

A GOL pede que os clientes que desejem realizar modificações em suas reservas façam através do site ou aplicativo GOL, já que  a central de atendimento (0300 115 2121) está congestionada. Caso o seu bilhete tenha sido comprado através de uma agência de viagens, você deverá entrar em contato com esta.

DELTA

 

Já a Delta está oferecendo a opção de remarcar datas para passageiros com viagem marcada entre 1º de março e 30 de abril de 2020. A remarcação poderá ser feita, sem nenhum custo, para voos até 31 de dezembro. Por isso, a empresa fez um guia de como alterar a viagem pelo site .

TAP

 

A TAP oferece reagendamento de voos sem o pagamento da taxa de alteração associada em bilhetes emitidos entre os dias 8 e 31 de março de 2020. Sendo assim, a aérea portuguesa recomendou que passageiros com viagens marcadas para depois do dia 31 de maio de 2020 aguardem a evolução da situação do coronavírus. Caso o cenário se mantenha até a data próxima da viagem, entrar em contato com a empresa para se informar sobre alternativas. A companhia também disponibilizou em seu site um guia de como alterar o voo de maneira online.

AMERICAN AIRLINES

Para bilhetes comprados até dia 15 de março ou para viagens programadas entre 11 de março e 31 de maio de 2020, a America Airlines não cobra taxa de alteração, caso o itinerário inclua algum dos países na seguinte lista: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Irlanda, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Países Baixos, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Suécia e Suíça. Além disso, a companhia norte-americana alerta que a remarcação só pode ser feita uma vez e que a viagem deve ocorrer até 31 de dezembro de 2020 ou dentro de um ano a partir da data de emissão do bilhete, o que ocorrer primeiro. O cliente não precisa pagar taxa de alteração, mas será necessário pagar qualquer diferença no preço do bilhete.

AIR FRANCE

 

As viagens marcadas até dia 31 de março podem ser remarcadas até 31 de maio sem taxas pela Air France. A data da nova viagem deve ser até 31 de maio. Os cancelamentos e pedidos de reembolso devem ser feitos online, pelo site da empresa. Essa medida só é válida para passagens classificadas como “reembolsáveis” compradas até 31 de março.

Texto de Bárbara Gurgel

Leia também: Entenda a diferença entre escala, conexão e stopover

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *