Dá pra viajar

Fortaleza 294 anos: 9 dicas para viver a cidade!

Aniversário de Fortaleza e não poderíamos deixar de homenageá-la! Cidade do sol, suas praias são a alma e vida da cidade. Fortaleza é uma cidade plural, com lugares e roteiros para todos os tipos de pessoas. Além das praias temos parques, roteiros culturais e muito amor espalhado por ai. As 3 escritoras do blog separaram 3 coisas para fazer em Fortaleza, (morando aqui ou sendo turista) representando a pluralidade de pessoas e lugares que a cidade tem a nos oferecer!

  1. Ver uma sessão do planetário no Centro Cultural Dragão do Mar

Destino de muitas excursões escolares, acaba ficando esquecido por grande parte da população. O Planetário Rubens de Azevedo funciona no Centro Cultural com programação variada, para crianças e adultos com diversos temas e questionamentos que vão além de apenas “ver as estrelas”. Que tal uma sessão de questionamentos e provas se há vida além da terra? Conhecer a visão da astronomia de impérios antigos? 

Foto via dragaodomar.org.br

O ingresso é em torno de R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia), é possível acompanhar a programação através da rede social do Planetário ou do Centro Cultural Dragão do Mar. 

  1. Pôr do Sol na Praia da Barra do Ceará

Estigmatizada por grande parte da população, as praias (sim, plural, pois existem várias ao redor da orla) da Barra do Ceará possuem sua vida própria. Com barracas com ótima estrutura, música ao vivo e cerveja gelada, a praia da Barra do Ceará perto da altura do Marco Zero de Fortaleza te traz uma visão única do pôr-do-sol na cidade. Vale a pena deixar o preconceito de lado e redescobrir Fortaleza. 

Foto via Diário do Nordeste.

  1. Fazer um tour histórico pelo Centro de Fortaleza

O centro de Fortaleza exibe beleza! Com seus prédios históricos, suas praças e seus contrapontos: de um lado pessoas correndo apressadas com suas compras e de outro pessoas apenas sentadas conversando ou pessoas indo assistir mais uma maratona de filmes no Cine São Luiz. É impossível não se apaixonar por esses lugares! Em breve (quando a quarentena nos deixar) faremos um tour histórico completo pelo Centro, com mais detalhes e dicas de lugares a ir. 

Foto: Arquivos Pessoais/ Theatro José de Alencar.

Foto: Arquivos pessoais/ Theatro José de Alencar.

Foto: Guilherme Silva/ CineTeatro São Luiz.

 

  1. Conhecer a Feirinha da Beira-mar

Há mais de 26 anos, a Feirinha faz parte da vida de muitos turistas e fortalezenses. Um excelente local para comprar artesanato, devido sua grande variedade e bom preço, ela se localizava num dos pontos mais frequentados da cidade: a avenida beira-mar. Porém, com a reforma que está sendo feita desde o ano passado, atualmente ela se encontra, de forma provisória, no aterro da praia de Iracema. Por lá, você encontrará castanhas, doces, rapaduras, cachaças, artesanatos e vestuário em geral, artigos para decoração em cisal, madeira, palha, juta, couros, conchas, telas, mandalas e  fibras. Além de lindas redes e calçados.

Foto: Jade Queiroz/ Divulgação.

  1. Comer as comidas típicas do Mercado São Sebastião

O Mercado São Sebastião oferece uma grande variedade de boxes que vendem frutas, verduras, legumes, temperos, plantas medicinais, carnes e peixes fresquinhos. Porém, ele se destaca por proporcionar uma experiência culinária típica da raiz cearense. Sarrabulho, buchada e panelada são alguns dos pratos típicos mais consumidos pelos moradores de Fortaleza. Visitar o Mercado São Sebastião é mais do que só turistar: é ter a sensação de pertencimento, de fazer parte. Se sua intenção é fugir do óbvio e conhecer além da culinária refinada da Beira-mar, essa é a opção ideal.

Foto: Reprodução Trip Advisor.

  1. Passar o dia em uma barraca da Praia do Futuro

A Praia do Futuro é ponto obrigatório de todos os turistas que frequentam a cidade. Com uma grande extensão, ela possui dezenas de barracas que dividem a preferência dos visitantes. Elas são bem conhecidas por terem uma infra-estrutura muito bacana e muitas delas possuem piscinas e até parques aquáticos, o que garante um bom dia de lazer para toda a família. Para ter uma experiência completa, incluindo a culinária, não dá pra deixar de provar o caranguejo e um prato de peixe, baião e fritas. 

Foto: Reprodução Melhores Destinos.

  1. Aproveitar o dia no Parque do Cocó

Fortaleza é conhecida por ser uma cidade litorânea, com muitas praias bonitas e de água quentinha! Mas muitos esquecem, inclusive os nativos de Fortaleza, que temos um parque lindo para desfrutar. Estamos falando do Parque Estadual do Cocó que, com 1155 hectares, é a maior área verde da cidade e uma opção indicada para quem busca um lugar para relaxar e se conectar com a natureza. O parque tem muitas árvores, uma grande área de mangue, além espaços destinados à prática de esportes, trilhas e até passeio pelo manto d’água do Rio Cocó. 

Foto: Reprodução Secretaria do Meio Ambiente.

  1. Comer tapioca

Estar em Fortaleza e não comer tapioca é como ir pra Belo Horizonte e não comer pão de queijo ou ir pra Bahia e não comer acarajé. É quase obrigatório! Apesar de estar presente na mesa dos brasileiros de todo o país, a tapioca cearense é mais especial. Acompanhando a cultura local, há muito tempo a comida já faz sucesso nas terras alencarinas. Existem tapiocas para todos os gostos. Quem viaja para Fortaleza precisa conhecer a tradicional tapioca com carne de sol e queijo. As mais simples que são banhadas com leite de coco e queijo ralado, ou as tapiocas doces com leite condensado e coco estão entre as preferidas.

O local mais famoso da cidade quando o assunto é tapioca, o Centro das Tapioqueiras é, sem dúvidas, um local que você precisa conhecer se quiser experimentar a culinária.

Foto: Camile Penzera/ Reprodução Melhores Destinos.

9. Ir ao Polo Gastronômico da Varjota

De uns anos para cá, o encontro da Rua Frederico Borges com a Rua Ana Bilhar se tornou um ponto de encontro para muitos Fortalezenses. Quem percorre essas ruas, encontra diversos restaurantes com cardápios variados. Do regional ao oriental. É possível jantar um prato de origem italiana, dar alguns passos e experimentar um dos melhores gelatos da cidade em uma rua movimentada e iluminada. Vale a pena conferir esse pedaçinho da cidade!

Foto: Natinho Rodrigues.

Recomendado para você