Discografia

Sem palavras

Sete dias de música instrumental reunindo sotaques vindos de várias partes do mundo. A participação da voz é bem pequena, a não ser quando chega o momento de aplaudir. Assim funciona a MIMO, Mostra Internacional de Música em Olinda, que invadiu as ruas centenárias da pequena cidade desde o dia 1º de setembro. Seguindo até a próxima terça-feira (7), músicos franceses, americanos, brasileiros, entre outras nacionalidades, apresentam diferentes estilos que vão desde a música erudita até a jazzística, tendo como palco o chão sagrado das igrejas e seminários de Olinda. O cenário só faz aumentar a aura de beleza das apresentações. Esta é a sétima edição do evento, que neste ano abriga também uma Mostra de Cinema, que prima pelos documentários musicais. Todas as apresentações são gratuitas e passam também por Recife e João Pessoa. A abertura, na quinta-feira, contou com um concerto Orquestra Sinfônica da Barra Mansa regida pelo maestro Isaac Karabtchevsky.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.