Discografia

Ruídos, folk eletrônico e calmaria compõem Mala, novo disco de Devendra Banhart

Devendra-Banhart-Mala-600x522

Apesar da sua alardeada devoção à música brasileira, principalmente a Caetano Veloso, existe muito pouco do País Tropical no novo disco de Devendra Banhart. Essa influência verde e amarela, que pode ser comprovada pelo entusiasmo do músico americano durante a apresentação dos Mutantes em 2006 (registrada em DVD), se resume à participação de Rodrigo Amarante tocando guitarra e percussão em Mi negrita. Por sinal, uma bela faixa. Na verdade, Mala (Nonesuch/ Warner Music) é uma seleção de climas eletrônicos embebidos em intenções folk, que parecem fazer bem pouco sentidos quando estão em separado. No entanto, as 14 faixas juntas se entrelaçam e trazem uma sedução e revelam bastante da história neo-hippie que nasceu no Texas, mas cresceu na Venezuela. É o que convencionou-se chamar de freak folk ou psych folk, que, pouco conhecido no Brasil, já pegou artistas como Cibelle e Animal Collective. Produzido, gravado e mixado pelo “maluco beleza” Noah Georgeson, também responsável pelas programações, Mala tem um quê de experimentalismo do começo ao fim. Veja Your fine petting duck, por exemplo, que começa uma espécie de bolero havaiano (com direito a uuuu) e termina como um dance music, bem de leve. Com faixas em inglês, alemão, espanhol e latim, o disco foi gravado em Los Angeles, com um gravador Tascam, típico dos anos 70 e 80. Embora o aparelho não seja o determinante, ele ajudou Devendra a se sentir algumas décadas atrasado, de onde tirou texturas e sons que lembram New Order e outros nomes do technopop. Mas Mala também tem a emocionante balada instrumental acústica The Ballad of Keenan Milton, homenagem ao skatista novairoquino falecido em 2001. Outros sons passam e encontram espaço no disco, que vai melhorando a cada audição. Won’t you come over até pode ser encarada como um single, algo que pode atrair um público maior para cantar junto. Mas não parece que a ideia seja, necessariamente, essa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.