Discografia

Celine Dion tenta ousar em Loved me back to life

220 7

Celine Dion começou sua carreira no início dos anos 1980, mas foi só em 1997, com o filme Titanic, que ela se tornou de fato uma figura de peso na música internacional. Com o sucesso estrondoso de My heart will go on, quanto mais o barco afundava nas telas, mais a conta bancária da moça emergia. Felizmente, para os ouvidos mais exigentes, daí em diante, ela nunca mais voltou a ter a onipresença que a trilha do filme lhe proporcionou.

A canadense continua na ativa, lançando discos, enchendo estádios e soltando o gogó. Aliás, poderoso gogó. Infelizmente, o repertório é tão fraco e clonado quanto o de todas as outras cantoras gritalhonas que estão por aí. E é mais disso que se vê em Loved me back to life (Sony Music), novo disco de Celine, lançado depois de seis anos sem gravações inéditas em inglês.

Loved me back to life arregimenta um time gigantesco de colaboradores, pra tudo soar como sempre soou. Em alguns momentos, Celine chega a buscar um som mais tocante, como em Water anda a flame, que emula uma Amy Winehouse, mas ela não tem marra para soar como a saudosa cantora inglesa. Uma das mais belas canções de Stevie Wonder, Overjoyed, ganha regravação com a adesão do compositor. Diante da voz divina de Stevie, a presença de Celine (e das batidinhas programadas) é mero chantilly. Em resumo, Loved me back to life é feito para os fãs e pronto.

Veja as faixas de Loved me back to life:
1. Loved me back to life
2. Somebody loves somebody
3. Incredible com Ne-Yo
4. Water and a flame
5. Breakaway
6. Save your soul
7. Didn’t know love
8. Thank you
9. Overjoyed com Stevie Wonder
10. Thankful
11. At seventeen
12. Always be your girl
13. Unfinished songs

7 Comentários

  • Denys disse:

    Celine Dion é uma das maiores vozes femininas da história e seu novo álbum está muito bom. Avaliação fraca a sua.

  • Leitor disse:

    Meu deus! Esse cara que escreveu essa materia so pode ser fãzinho de lady gaga, britney spears e lixos afins.. avaliar uma cantora do respaldo da Celine desta forma é se mostrar um tremendo incompetente e imparcial metido a crítico entendedor. Escrever que ela não emplacou mais nada desde de My heart will go on eh gritar pro mundo que ele so sabe escutar forró. Antes de falar o que nao sabe, amigo, vá pesquisa sobre.. A mulher que viveu ganhando prêmios e mais prêmios de melhor album, melhor musica por tempos depois merecer um doidinho desse dar sua probre critica é de causar vergonha pra um leitor de bom ouvido e bom gosto. Por sinal, ele nunca ouviu falar da música A New Day Has Come, pro exemplo, obvio, ele estava ocupado escutando calcinha preta e requebrando com a lady gaga… fora os discos em francês que são sucesso no canada, frança e seus albus que sao sucessos nos EUA, Europa… Se vc nao a escuta com frequencia é pq vc esta e eh uns dos muitos habitantes tupiniquins desse vergonhoso pais de mal gosto, onde o funk e o forro imperam. Por fim, o ferido album, meu amigo, foi super bem avaliado internacionalmente pelas maiores revistas, jornais e críticos. Ja vc que pensa que entende de alguma coisa, vai fazer suas criticas do que vc costuma ouvir: sua boa e velha calcinha preta!

  • Calvet Djunior disse:

    Sinceramente, um jornalista tem que ser imparcial, e nesse caso faltou isso na matéria dizer que Celine Dion ” tem um repertório fraco e clonado como das outras cantoras gritalhonas “, é o mesmo que dizer que essas tais cantoras ” GRITALHONAS ” não cantam, assim também como a cantora MARIAH CAREY, é “GRITALHONA”, tanto CELINE DION como MARIAH CAREY são ótimas cantoras não precisam se rebaixar a nível das cantoras como BEYONCÉ QUE TAVA DANÇANDO FUNK, SINCERAMENTE ESTE JORNALISTA SÓ GOSTA DO NÃO PRESTA, OU SEJA, SÓ GOSTA DAS COISAS DO POVÃO COMO A PORCARIA DO FORRO E DO FUNK. LINDA CULTURA ESTA DO BRASIL NÃO.
    MARAVILHOSA, PARA NÃO DIZER O CONTRÁRIO, POR ISSO É QUE O BRASIL É COMO É UM LIXO…..

  • Giorgio disse:

    Nossa, esse cara precisa voltar para a faculdade!!! Que crítica mega ruim!!!!

  • Francielly disse:

    Hahaha preciso rir do artigo deste mísero escritor de diário. Então o que seria bom, para você, no quesito música? Anitta? Ludmilla? Celine Dion é uma das cantoras mais prestigiadas no mundo, servindo de modelo para os que estão começando agora.
    Loved Me Back To Life é um álbum marcante, recheado de músicas com conteúdo e com a expressiva voz da rainha Celine. Se você não gosta, o problema é teu, mas não me venha com críticas subalternas para diminuir o trabalho da Dion. E não se ache muito, editor de meia tigela, pois se a Celine não te agrada musicalmente e se ela está longe dos padrões musicais impostos por você, o senhor não chega a ser ninguém, aposto que nem matéria em jornal você publicou.
    Despeço-me com um boa noite e…
    “Every night in my dreams, i see you…i feel you…”
    “I’m everything i am, because you loved me”
    “You loved me back to liiiiiiife, liiiiiife, from the comma…”

  • Leandro disse:

    Sou fã da Celine Dion, mas não sou fanático. Esse cd é mais fraco em comparação aos lançamentos do início da carreira dela. E daí? Cada um tem a sua opinião e o direito de criticar. Detesto fanatismo….

  • Paulo Izolino disse:

    Discordo totalmente do critico acima. Céline Dion, tornou-se um nome de peso na música internacional, ao ganhar seu primeiro oscar com o tema do Filme A Bela e a Fera, no inicio dos anos 90. Porém, na França e no Canadá, a mesma ja fazia muito sucesso desde os anos 80. O sucesso do tema do filme Titanic, a consagrou mais ainda a nível mundial.
    Enfim, achei uma opinião muito limitada e uma visão bastante restrita direcionada apenas ao que rola nas paradas musicais daqui do Brasil. Não é pelo fato da Céline ter tocado aqui mais na época do Titanic, q lá fora seja assim também.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.