Esmaltes e Etc

gal, cria iniciativa para conscientizar e apoiar mulheres contra o câncer de mama

A gal, maior rede de salões de beleza de São Paulo, lança uma campanha em apoio ao ‘Outubro Rosa’, mês de conscientização e prevenção do câncer de mama, doença que, de acordo com o INCA (Instituto Nacional do Câncer), são esperados mais de 66 mil novos casos no Brasil em 2021.

Para colaborar com a luta de diversas mulheres que estão enfrentando a doença, a rede gal, lançou a campanha: “é hora de usar o seu “#galpower”, envolvendo todas as 48 unidades espalhadas por São Paulo, que incentivará a contribuição para duas instituições destinadas ao apoio de mulheres diagnosticadas com câncer em tratamento:

• Ajude o Instituto Protea , que financia o tratamento de câncer de mama para mulheres de baixa renda, por meio do QR Code disponibilizado nas unidades ou nas divulgações da marca, para realizar transferências via pix diretamente para o Instituto;

• Doe lenços quadrados que tenham no mínimo 90cm x 90cm, ou retangulares que tenham no mínimo 0,50cm x 1,40m para o Instituto Quimioterapia e Beleza nos pontos de coleta gal, para encaminhá-los ao Banco de Lenços, que os entrega às pacientes em tratamento de câncer por todo Brasil.

A gal, que possui maioria feminina entre os colaboradores, incluindo os profissionais da beleza, e é majoritariamente frequentada por mulheres, aproveita a data para destacar a necessidade de a mulher se cuidar e ressalta a importância da descoberta prematura da doença. Dados do Instituto Protea mostram que o câncer de mama, descoberto em estado inicial, tem 95% de chances de cura.

A importância dos exames preventivos

A Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) sinaliza que houve queda de 70% na presença de mulheres nas unidades hospitalares, decorrente do prolongamento da pandemia da Covid-19. Por isso, a campanha da gal, em parceria com o Instituto Protea e com o Instituto de Quimioterapia e Beleza, também deseja reforçar as recomendações médicas para realizar os exames preventivos anuais com médicos a partir dos 40 anos.

Ainda segundo a SBM, as mulheres que deixaram de realizar os exames preventivos correram e correm o risco de, se diagnosticadas, terem avançado na doença, pois de um modo geral, o tumor demora cerca de 10 anos para atingir um centímetro, porém, a partir daí a cada 6 meses tende a dobrar de tamanho, avançando muito rapidamente – tendo suas especificações de tipo de câncer.

“Estima-se que por meio da alimentação, nutrição e atividade física seja possível reduzir em até 28% o risco de a mulher desenvolver câncer de mama. Mulheres que fazem, ao menos, 30 min de caminhada por dia têm 10% menos de chances de desenvolver a doença. Não espere parada!”, reforça o Instituto Protea.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *