Fora da Ordem

Negra, gay e latina; conheça a heroína da Marvel inspirada em Beyoncé

miss-america-marvel-reporter-entre-linhas

A capa da segunda edição de America – nova série que traz a heroína America Chavez – revelou uma das referências, talvez a maior, por trás da heroína da Marvel. Criada por Joe Quinones, a arte da capa é inspirada em Beyoncé, mais especificamente na música e no vídeo de Formation. A série estreia em março, mas a segunda edição só deve chegar às lojas estadunidenses em abril.

Latina e LGBT, apareceu pela primeira vez em 2011, na série Vengeance, como a segunda Miss America. Depois de várias aparições no universo da Marvel, ela ganha sua própria série escrita pela romancista Gabby Rivera.

Em entrevista à Entertainment Weekly, o ilustrador Joe Quimones explicou o motivo de homenagear a artista norte-americana. “Eu percebi que Gabby (Rivera) e eu éramos fãs de Bey e tínhamos que homenageá-la”, contou. Ainda conforme Quimones, América é uma história em quadrinhos que trata da representação, do feminismo e da luta pelo que é certo. “América Chavez tem força, não dá mole e não se desculpa ao longo do caminho”, continua. “Eu não conseguia pensar em um paralelo melhor do que Beyoncé. Fico tão contente de vê-la recebida tão bem”

O editor-chefe da Marvel, Axel Alonso revelou ao site Mic que a heroína coloca um “ponto de explicação” nos ricos e diversos personagens dentro do Universo Marvel. “Acho que as pessoas acham sua identidade e sua atitude atraentes. Eles gostam que ela seja Latina e estranha. E não só isso, eu a vejo como um tipo de garota durona e acho que as pessoas gostam disso”, afirma. “Muitas das experiências que vêm neste país agora têm relevância para a história da América. E as pessoas que estamos tentando elevar, apoiar e ver brilhar podem se relacionar com ela.

Recomendado para você

Nenhum comentário

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *