Fora da Ordem

Sem Kevin Spacey, última temporada de House of Cards é reduzida para seis episódios

Robin Wright interpreta Claire Underwood, protagonista de House of Cards na 8ª temporada (Foto: Divulgação Netflix / David Giesbrecht)

A gravação da sexta e última temporada de House of Cards finalmente será retomada. Serão produzidos apenas seis episódios, ao invés dos oito informados anteriormente, conforme comunicado da Netflix. Como noticiado anteriormente, Robin Wright assumo o posto de protagonista. Kevin Spacey foi demitido após as denúncias de assédio sexual.

Robin Wright já tinha certo protagonismo como Claire Underwood, a esposa de Frank (Spacey). Dentre as opções de tirar o personagem de Spacey da série, a Netflix levantou a possibilidade de matar Frank Underwood. “Nós estamos animados que podemos chegar a um consenso para encerrar a série para os fãs”, disse Ted Sarandos, chefe de conteúdo da Netflix.

Os atores Diane Lane e Greg Kinnear se juntam a Michael Kelly, Jayne Atkinson, Patricia Clarkson e Boris McGiver no elenco. House of Cards foi a primeira grande série da Netflix, e abriu espaço para shows premiados como Orange is the New Black. Para 2018, a empresa já divulgou que deve gastar entre US$ 7 bi e US$ 8 bilhões em suas produções. Este ano, a Netflix investiu US$ 6 bilhões.

Assédio sexual

A primeira denúncia contra Spacey veio outubro de 2017. O ator Anthony Rapp (Star Trek: Discovery) acusou Kevin Spacey de tê-lo assediado sexualmente em uma festa em 1986. Na época, Rapp tinha 14 anos e Spacey tinha 26 anos. O ator se pronunciou publicamente sobre o caso, afirmando que não lembrava do momento relatado por Anthony Rapp. Ele disse que, “se” aconteceu, devia “sinceras desculpas” a Rapp pelo comportamento. Spacey aproveitou o momento para declarar publicamente sua homossexualidade.

Depois foi a vez de oito pessoas que trabalharam na produção de House of Cards acusarem Spacey. Eles afirmam que o ambiente se tornou tóxico devido aos assédios. Ainda no final do ano passado, 20 testemunhas foram reunidas no teatro Old Vic, em Londres, e alegaram “comportamento inapropriado” do ator norte-americano. Spacey havia dirigido o equipamento cultural entre 2004 e 2015.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *