Fora da Ordem

Filme cearense ‘Inferninho’ é destaque em festivais internacionais

1289 1

Yuri Yamamamoto em cena de ‘Inferninho’

Montevidéu recebe a 36ª edição do Festival Cinematográfico Internacional Del Uruguay até o próximo dia 7. Nesse domingo, 1º, estreou o longa cearense Inferninho, de Guto Parente e Pedro Diógenes, e chamou atenção.

A produção é resultado do encontro entre o coletivo Alumbramento Filmes, Grupo Bagaceira de Teatro e Marrevolto Filmes. No elenco, Yuri Yamamoto, Demick Lopes, Rafael Martins, Tatiana Amorim, Samya De Lavor e Rogério Mesquita.

Inferninho foi aclamado no Festival de Roterdã, na Holanda, em janeiro deste ano. Conforme um artigo da Variety, na época do festival, o filme é uma “carinhosa homenagem aos derrotados que afogam as mágoas em bares”. O longa foi rodado em apenas 12 dias, no Ateliê Rural Alpendre, em Cascavel, município da Região Metropolitana de Fortaleza.

No longa, Deusimar é a dona do Inferninho, bar que é um refúgio de sonhos e fantasias. Ela quer deixar tudo para trás e ir embora, para um lugar distante. Jarbas, o marinheiro que acaba de chegar, sonha em ancorar, fincar raízes. O amor que nasce entre os dois vai transformar por completo o cotidiano do bar e a vida de seus funcionários: Luizianne, a cantora, Coelho, o garçom, e Caixa-Preta, a faxineira.

Inferninho entrou no Festival do Uruguai pela seleção Focus Brasil. Além dele, os brasileiros Açúcar, Elon Não Acredita na Morte, Não Devore Meu Coração e Unicórnio também entraram no circuito. O cearense será exibido novamente nesta terça-feira, 3.

Veja o trailer de Inferninho:

Recomendado para você

1 comentário

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *