Fora da Ordem

Ingressos para show do Nightwish no Brasil esgotam em menos de 24 horas

Estão esgotados os ingressos para o show do Nightwish no Brasil. A banda se apresenta em São Paulo no dia 28 de setembro deste ano, em show único no País. Os ingressos, divididos em três cinco setores e três lotes, acabaram em menos de 24 horas.

Na Internet, fãs reclamam que o lugar escolhido para a apresentação, a casa Tom Brasil, é pequena para apenas uma data no País. O Tom Brasil tem capacidade para receber 4 mil pessoas. Os ingressos para o show do Nightwish custavam de R$ 200 a R$ 380. A abertura é do Delain.

Nightwish começa a turnê sul-americana em São Paulo. Depois, o grupo segue para Buenos Aires (30/9, Estádio Malvinas), Santiago (2/10, Teatro Caupolican), Bogotá (4/10, Arena Metropolitana) e Cidade do México (7/10, CDMX). Os finlandeses virão com a turnê de divulgação da coletânea Decades, prometendo tocar músicas que há tempos não estão no setlist.

Em Fortaleza, eles fizeram show duas vezes. A primeira foi em novembro de 2008, no extinto Arena. Na época, o grupo liderado por Tuomas Holopainen estava com sua segunda vocalista, a sueca Anette Olzon, contratada em 2006 após a demissão de Tarja Turunen.

Depois, o Nightwish voltou à Capital cearense em setembro de 2015, dessa vez com Floor Jansen, a atual vocalista. Com tantas mudanças na formação, Holopainen chegou a afirmar em entrevistas que Floor, que já passou pelas bandas After Forever e ReVamp, é a vocalista definitiva da banda.

Com 20 anos de carreira, o Nightwish é um dos mais importantes grupos de metal sinfônico do mundo. Com o primeiro álbum lançado em 1997, eles têm discos que se mostraram relevantes no mundo do metal, como os clássicos “Oceanborn” (1998) e “Wishmaster” (2000).

Mas foi com “Once” (2004), o último com Tarja nos vocais, que a banda experimentou a projeção mundial. São dele os hits “Nemo” e “Wish I Had an Angel”. O último álbum lançado foi “Endless Forms Most Beautiful”, em 2015, explorando as teorias revolucionárias de Charles Darwin e Richard Dawkins.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *