Fora da Ordem

Tássia Reis fala sobre novo álbum, empreendedorismo e parceria com Pitty

Tássia Reis (Créditos: TNT/Yoshioka)

Tássia Reis está pronta para seguir em frente. Em turnê do álbum “Outra Esfera” (2016), a cantora paulistana se apresenta nesta sexta-feira, 29, em Fortaleza, enquanto começa a preparar seu próximo disco. A festa Me Dei Bem começa às 21 horas, no Órbita Bar, com ingressos a partir de R$ 20.

O show traz novidades que a rapper já vem apresentando, como “Xiu”, sua última canção lançada. Produzida por Bruce Slim, a música veio para divulgar sua marca de roupas, que leva o mesmo nome. Em abril deste ano, ela lançou o clipe de “Ouça-Me R M X”. E a letra avisa: “A revolução será crespa / E não na TV / Doa a quem doer”.

“Sempre tô movimentando alguma coisa, algum conceito de escrita ou formatação de algo visual. No momento, estou escrevendo algumas músicas e começando a amarrar o conceito do meu próximo disco”, revela. “Ainda tá engatinhando”.

Ela promete single novo ainda para este ano, uma parceria. Mas ainda não sabe se a faixa entrará no álbum. “O single tem que falar por ele, sabe? É sozinho, solteiro”, ri. “Mas nada impede de estar no álbum. Como ainda está sendo criado, é muito cedo para saber se vai entrar ou não. Sempre acho que é o disco que pede pra musica entrar”.

Graduada em Tecnologia e Design de Moda, Tássia já carregava a vontade de trabalhar com uma grife antes mesmo da musica. “É um desejo de construir e agregar outros valores visuais, fora o conceito que eu construí pra mim”, diz.

“Esperei o ‘Outra Esfera’ fazer um ano pra começar esse processo da marca (Xiu) porque demanda muito tempo e eu gosto de tá muito envolvida com tudo”, conta a cantora, que criou a própria identidade visual. “Tenho vontade de fazer colab com outras marcas e outros setores da moda que me identifico. Se eu sentir que tá dando chão, eu vou pisando também”.

Contramão

Tássia Reis, Pitty e Emmily Barreto (Foto: Takeuchiss)

Tássia é muitas. Parte do coletivo Rimas e Melodias, que une cantoras, rappers e DJs, ela acaba de ser vista e ouvida em “Contramão”, novíssima música de Pitty composta em parceria com ela e produzida por Rafael Ramos.

O contato começou no Instagram. “Fui até a casa dela e a gente conversou horas e horas sobre a temática pra depois ouvir a parte da musica que já estava escrita”, conta. “Escrevi uma parte, mexi em outro pedaço”.

Depois, veio Emmily Barreto, da banda Far From Alaska. “Quando a gente foi gravar, foi uma super vibe. Fico muito honrada porque a Pitty é uma cantora que eu acompanhei, vi o show dela na minha adolescência em Jacareí (interior de SP)”.

“Poder encontrar essa mulher, essa força, essa potencia, é muito importante. Cada uma, sozinha, já carregava uma força”, pondera. “Cada encontro desse é muito valioso porque é sensacional ver o que as pessoas estão criando. A gente aprende muito com isso, com as amigas, parceiras e manas”.

Serviço

Me Dei Bem + Bailim com Tássia Reis, no BudBasement
Sexta-feira, 29, às 21 horas, no Órbita Bar
Ingressos: R$ 20 (meia), R$ 30 (promocional para confirmados no evento) e R$ 40 (inteira)
Vendas no Sympla ou na bilheteria do Órbita

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *