Fora da Ordem

Thiago Arancam, de “O Fantasma da Ópera”, promete unir erudito e popular em Fortaleza

1409 1

Divulgação

O tenor Thiago Arancam se apresenta pela primeira vez em Fortaleza, nesta sexta-feira, 5. Ele traz o espetáculo Bela Primavera, uma reunião de canções eruditas, a exemplo do hino italiano “Bella Ciao”, músicas atuais e até medley de boleros. O protagonista do musical “O Fantasma da Ópera” divulga o álbum “This is Thiago Arancam”, lançado em 2018.

O artista está em cartaz há oito meses, em São Paulo, com o musical do lendário compositor inglês Andrew Lloyd Webber. O setlist do Bela Primavera inclui canções do espetáculo da Broadway, como o tema “The Phantom of the Opera”. O show é no Teatro RioMar Fortaleza, com ingressos de R$ 25 a R$ 150.

Ao Blog, o artista conhecido por correr palcos importantes de mais de 40 países fala sobre a importância de fomentar a cultura e afirma não limitar a experiência musical no campo da ópera.

Carreira no exterior

“Morei 15 anos fora do Brasil (na Itália) e executei minha carreira em mais de 40 países, apresentando a ópera lírica, levando uma cultura que eu canto. De certa forma, ainda tenho essa agenda ativa, um pouco adormecida por causa da agenda aqui, mas tô levando a turnê Bela Primavera para os Estados Unidos em maio”.

A volta ao Brasil

“Eu sempre quis ter um projeto que levasse meu nome e eu não fosse um intérprete como nas obras líricas. Eu tinha essa vontade de que o projeto tivesse meu nome, até que encontrei meus empresários que acreditaram nesse sonho”.

Clássico e popular

“Como artista, nunca limitei essa experiência da música e nunca consegui ver isso como uma coisa pra abandonar um ou outro. A música popular tem apelo muito forte para mim, então esse mix funciona muito bem, me agrada, e funciona com o público também. Consigo mostrar toda minha interpretação com essas músicas”.

“A experiência que estou tendo é que o Brasil tem toda essa abertura, tanto é que as pessoas lotam os teatros. As experiências mais eruditas sempre tiveram uma frequência enorme do público. O brasileiro é um povo muito atento com coisas boas”.

Política brasileira

“Claro que acompanho tudo, mas toda mudança cria uma certa ingerência. O que eu mais desejo é que o Brasil cure todas as suas deficiências porque é um povo maravilhoso que tem vontade de fazer acontecer”.

O Fantasma da Ópera

“É uma honra, um privilégio poder interpretar esse personagem, carregar essa máscara tão icônica no mundo da arte. É o musical dos musicais. E é um personagem que dá muita atenção como intérprete. É algo que tá sendo representado  no mundo inteiro. Você pode imaginar a responsabilidade de dar vida a asse personagem. Foram mais de 240 apresentações realizadas desde agosto do ano passado”.

Inclusão social

“O Fantasma da Ópera é de fundamental importância para fomentar a cultura. Um projeto dessa magnitude executado 100% com mão de obra brasileira. Há uma relevância no desenvolvimento, há inclusão social. Tem pessoas que podem assistir de forma gratuita, tem as pessoas que trabalham ali dentro. São mais de 200 empregos gerados diretamente. E que tenha ainda muitos outros Fantasmas da Ópera porque a cultura é fundamental para o crescimento do País”.

Musical e ópera

“Eu já atuava na ópera. A atuação está relacionada. Tem o melodrama italiano, tá tudo relacionado. Já fiz ópera que exigiu bem mais da minha atuação do que o Fantasma. O musical é a continuidade de um trabalho que já executo há anos”.

Turnê no Brasil vs. Fantasma da Ópera 

“Eu tive que dar uma recuadinha na turnê por conta do projeto do musical. O musical começou em agosto (de 2018), foram dois meses de ensaio e faço oito apresentações por semana. Mas há sempre a possibilidade de conseguir encaixar as datas. Minha vontade é de dar continuidade ao trabalho. Estou disponível a tudo que venha somar”.

Denúncia de abuso trabalhista no musical

“Isso é uma questão interna da produção. Eu não vi nada ali, mas soube da repercussão. Não tenho informações porque é uma questão muito interna mesmo. A minha competência é artística: chego no teatro e executo meu trabalho. Essa questão gerencial não é muito da minha competência”.

Serviço

Thiago Arancam
Turnê Bela Primavera em Fortaleza
Dia 5 de abril, sexta-feira
Local: Teatro RioMar Fortaleza (Rua Lauro Nogueira, 1500 loja 3001 – L3)
Classificação Etária: Livre. Menores de 14 anos, somente poderão entrar acompanhados dos pais ou responsáveis. Crianças até 24 meses de idade que ficarem no colo dos pais, não pagam.

Ingressos

Plateia Alta: R$ 25 (meia) e R$ 50 (inteira)
Plateia Baixa A: R$ 75 (meia) e R$ 150 (inteira)
Plateia Baixa B: R$ 60 (meia) e R$ 120 (inteira)
Vendas no site Uhuu

Recomendado para você

1 comentário

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *