Homem etc

3 Coisas que você precisa saber antes de Sair do Armário – Por Thiago Silva

180 1

las_cronicas_de_narnia__el_leon__la_bruja_y_el_armario_4

Viver nunca foi fácil, mas sabemos que pode ser muito divertido, principalmente se você for gay. Sim, eu acho que os gays sabem viver mais do que os heteros; algum problema com isso?

 fato é que assim como ele nos temos momentos marcantes nas nossas vidas, e um deles sem sombra de duvidas é a hora de sair do armário. Não existe regras, ou um manual de como fazer isso, mas algumas coisas precisam ser ditas quanto a isso.

  1. Você nunca estará só: é indiscutível que vivemos num mundo bem mais tolerante, e isso inclui as pessoas ao nosso seu redor, amigos, parentes, vizinhos, sempre vai ter alguém que vai entender que “ser gay” não é o fim de mundo. Lembro de um amigo que morria de medo de dizer aos pais que era gay e ver se tornar realidade o pesadelo de ser expulso de casa. Para a sorte dele isso não aconteceu, e se acontecesse ele não estaria só. As pessoas se ajudam, e acredite, sempre haverá por perto alguém com a cabeça aberta o suficiente para te ajudar caso algo inesperado aconteça.

     

  2. Talvez seus pais já saibam: é estranho dizer isso, mas nossos pais nos conhecem muito bem, às vezes mais até do que imaginamos. O problema é que alguns insistem em não aceitar a verdade, mesmo ela estando ali, na frente do nariz deles. Nem preciso ir longe para explicar isso, meus pais não aceitam muito bem o fato de eu ser gay, mas nunca conversa dessas entra uma ida e vinda meu pai confessou que quando eu ainda era uma criança, ele já sabia que eu tinha “tendências homossexuais”. Enfim, você pode se surpreender na hora de deixar Nárnia de fora e vir para o lado mais colorido do mundo (eu me refiro a surpresas boas).

     

  3. Você não tem obrigação de se assumir gay: talvez alguém possa me julgar pelo o que vou dizer agora, mas ninguém tem obrigação de gritar aos quatro cantos da terra sobre a sua sexualidade. Assumir isso ou não é uma escolha sua, ninguém assume que é hetero, logo podemos imaginar que não temos essa obrigação em assumir que somos gays, lésbicas ou etc. A única coisa que você precisa ter certeza é que se algo te sufoca ou te faz mal, o melhor é solucionar isso. Se por uma acaso você pretende ficar no armário durante mais algum tempo, tudo bem, boa sorte para você; mas não julgue e nem seja preconceituoso com aqueles que foram mais corajosos do que você e tomaram a decisão de contar para o mundo sobre seus verdadeiros sentimentos.

 

Espero que estejam gostando da coluna rapazes!

Até a próxima quinta e desculpem o atraso!

Thiago Silva.

1 comentário

  • Ótimas colocações Thiago, parabéns!
    A realidade é essa mesma. Enquanto estamos no armário, tememos o pior e sim, todos os nossos pais sabem da nossa tendência homossexual. Observam mas preferem não comentar, preferem até se enganar e alguns tentam “tirar a prova”. Comigo foi bem diferente de tudo o que imaginei, nunca me abri para a minha mãe. Ela, muito sábia, percebeu que eu não era tão comum e então conversou comigo e me apoiou. Fiquei feliz porque eu não estava sozinho, tinha do meu lado a mulher mais importante da minha vida. Mas nem por isso pensei “que se dane o mundo, vou assumir que sou gay”.
    Nenhum hetero sai por ai e diz: “muito prazer, sou fulano de tal e sou hetero”. Então por quê o faríamos?
    E caso fosse contrário, se eu fosse expulso de casa, com certeza alguém estaria do meu lado para me ajudar. Talvez até alguém que jamais imaginamos.

    Beijos

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × um =