Homem etc

Lindemberg Fernandes e a moda para mudar o mundo – Dragão Fashion Brasil 2016

13179177_644967532320248_6944031708499674337_n

A moda, se levada a sério, é sinônimo de mudança. Ou ela muda conforme as transformações sociais ou ela manda um recado de transformação. O emocionado estilista Lindemberg Fernandes entende desse assunto. Veterano do Dragão Fashion Brasil, maior evento de moda autoral do país, o designer foi aplaudido de pé com a coleção que desfilou na passarela no primeiro dia do evento (quarta, dia 4.5) e mostrou que roupas são bem mais que só roupas, elas servem como mensagem.

13151411_644939612323040_4979524686349207658_n

Lili, como é conhecido pelos amigos, soube que Virgulino Lampião, rei do cangaço, era um grande admirador de Napoleão Bonaparte, ambos líderes controversos e revolucionários do seu tempo. Lampião enfrentou os coronéis da época, já Napoleão, se contrapôs a um feudalismo moribundo e seus senhores. Esse foi o ponto de partida para criar a coleção, o enfrentamento de uma sociedade injusta. “Vivemos uma época onde usam “nacionalismo” e  “cidadania” pra tentar retroceder, ficar ainda mais conservadora e desigual. Isso pra mim é palhaçadaAfirma Lindemberg, que mostrou modelos com maquiagem de palhaço ao som da música “Senhor Cidadão” do Tom zé.

13096034_644968032320198_5890066721232561381_n

13096067_644973038986364_5241284504207897561_n

13103551_644970445653290_5199320207131438420_n

A coleção também aposta no “sem gênero“, modelos amplos, sem marcação e capazes de vestir a todos que se interessem por elas. É essa a simplicidade cheia de significado que emociona no desfile de Lindemberg. “Tenho esperança e mostro isso no meu trabalho há muitos anos, que os homens usem o que acharem bonito, uma roupa capaz de expressar suas personalidades, independente das imposições sociais que ditam o que pode ou não ser usado por um homem.” Diz ele.

13119132_644973772319624_6396083057682706853_n
13138969_644972172319784_3287565791695513777_n
13138975_644970378986630_740549108932971449_n
De fato, a moda que vimos nos faz pensar, que não podemos andar para trás, que o ser humano está naturalmente preparado para o próximo passo, que a nossa visão não deve retroceder, e a fé do estilista em dias melhores, contaminou a todos que estiveram na sala de desfile, se emocionando ao som de “Viva a Sociedade Alternativa”.

13139085_644975478986120_1113963482382764914_n

13174186_644969842320017_7592834173480559065_n

13177306_644970105653324_2674031919058637861_n

13177704_644967402320261_6444156834263860712_n

13177789_644969698986698_5622569473539287988_n

“Não compreendo um estilista que cria sem sentir o mundo a sua volta. Absorvemos e somos absorvidos por este mundo e mudar a sociedade é o papel da arte, na minha opinião. A moda autoral tem alma artística. É preciso perceber a pulsação social transformando isso em beleza, mensagem e emoção na passarela. Foi por isso é para isso que me tornei estilista.”

Lindemberg Fernandes.

13177276_644966875653647_3125269841644524712_n

Ficou a menssagem, Linder, estaremos atentos! Avante!

***

Cobertura oficial do DFB2016 para o Homem ETC: Rafaela Oliveira @trisklefotografia

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 4 =