Blog do Jocélio Leal

Prejuízo maior é perda da equipe econômica, diz economista

Célio Fernando: sem Meirelles e equipe é que é mais difícil (foto: Deivyson Teixeira, 27-1/2014/ O POVO)

Fortaleza – E como fica o Brasil caso a Reforma da Previdência naufrague? Para o economista e presidente da Apimec Nordeste, Célio Fernando Melo, “previdência, trabalhista e outras reformas podem ser conduzidas com maior força por um presidente com maior força e apoio popular”

Célio avalia que prejuízo maior seria o desmonte da equipe econômica: “O Brasil sem Temer não precisa temer. Sem Meirelles e equipe é que é difícil”.

Ele pondera ter pouco efeito no curto prazo. “A questão da previdência é muito mais estancar a aceleração da Dívida/PIB, sem controle no momento”

Recomendado para você