Blog do Jocélio Leal

Mansueto: reforma da previdência faz justiça social

831 3

Mansueto foi palestrante no evento Fala Norte e Nordeste, da Acert, na tarde desta quarta-feira em Fortaleza. Debateu com Dummar Neto (VP do O POVO), Luiz Esteves (economista-chefe do BNB) e com o redator do Blog (Foto: Mateus Dantas- O POVO)

Fortaleza – O secretário de Acompanhamento Econômico, Mansueto Almeida, tem esperança de ver a aprovação da reforma da previdência ainda este ano. Ele defende a reforma como forma de fazer justiça social.  Mansueto veio debater cenários econômicos na tarde desta quarta-feira (6/9) em evento da Acert, a associação que reúne emissoras de rádio e TV no Ceará.

Ele cita um exemplo. Um trabalhador da construção civil em Fortaleza já se aposenta por idade porque não consegue contribuir por 35 anos. Contribui por 15 anos e se aposenta por idade, com 65 anos. Noutros termos, a idade mínima que o Governo pretende aprovar já existe para os mais pobres, que não conseguem passar 30-35 anos na formalidade.

“Sem reforma, apenas o crescimento da  previdência vai comer todo o espaço fiscal ganho com o limite do teto de gastos”. Sem reforma, mais carga tributária.

“No mundo apenas cinco ou seis países não têm idade mínima para aposentadoria. No ano passado, o País gastou com previdência pública e privada 13% do PIB. Muito alto. Caso não faça a reforma, vai passar de 20% em 2060”.

Casa da Moeda

Sobre a decisão do Governo de estudar a privatização da Casa da Moeda, Mansueto se mostra um convicto defensor. Ele diz que o problema não é atual, mas futuro.

A principal fonte de recursos era o selo usado para controle da fabricação de bebidas, mas o escândalo no qual havia corrupção entre funcionários da Receita e fornecedora acabou levando o Leão a mudar o sistema e suspender o contrato.

Embora a Casa da Moeda tenha dado lucro no ano passado, Mansueto alerta: o lucro foi de 10% a 15% do que fora há cinco anos. “E a previsão é que tenha déficit este ano”. Ele diz que não precisa ser estatal. Cita o exemplo da Inglaterra. O Brasil, a propósito,  já importou reais fabricados por uma empresa da Suíça, aponta.

 

 

Recomendado para você

3 Comentários

  • george bezerra disse:

    não entendi onde está a justiça social. É preciso que a matéria explique. Na verdade, o que ele entende por justiça social? E o que seria justiça social aplicada nos campos que a previdência e seguridade atuam?

  • José Carlos Luz de Oliveira disse:

    Comparar o Brasil à Inglaterra é uma PIADA! Nem combina. Invente outra.

  • Ramon disse:

    Mansueto é um neoliberal que defende a economia política que beneficia as grandes corporações e os banqueiros. Por que ele não tocou no assunto atinente ao mais de um trilhão que foi destacado da arrecadação para rolar a dívida interna que tanto beneficia os rentistas no ano passado? Recursos bem mais generosos do que o que se pagam aos aposentados vão parar, sem contestação, nas contas de um punhado de capitalistas ligados ao rentismo. Triste é verificar um defensor de banqueiros falar e não haver nenhum contraponto. Como se a fala do técnico em questão (vinculado ao governo corrupto, ilegítimo e desonrado do Temer) fosse verdade líquida e incontestável.

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *