Plínio Bortolotti

Novos Talentos veem a história do O POVO

501 1
Dona Lúcia (de vestido) e a jornalista Adísia Sá (à direita), que falou com os estudantes sobre o significado de ser jornalista

Sentadas: dona Lúcia (de vestido) e a jornalista Adísia Sá (à direita), que falou com os estudantes sobre o significado de ser jornalista

A 7ª turma do projeto Novos Talentos O POVO para estudantes de jornalismo visitou a casa de d. Lúcia Dummar, filha da fundadar do O POVO, Demócrito Rocha.

D. Lúcia tinha 10 anos de idade quando O POVO foi fundado em 1928. Ela conhece todas as histórias do jornal, por tê-las vivido. Trabalhou no O POVO, no período da Segunda Guerra Mundial, traduzindo telegramas da agência Havas, que depois de transformaria da Agência France Presse [AFP].

No ciclo de palestras, a primeira parte do curso, a visita à casa de Dona Lúcia, ouvir suas histórias e ver o acervo do O POVO que ela mantém, é uma das atividades mais interessantes.

1 comentário

  • Alan disse:

    Olha a Munique e o Darlano, hehehehe! Fico feliz em saber que eles puderam aproveitar essa etapa do curso. Na minha época, não pude comparecer nesse dia e perdi toda a riqueza histórica do jornal relatadas por D. Lúcia Dummar.

    Parabéns a todos os que já chegaram até essa etapa! O curso vai lhes render muito conhecimento da área. Essa é a melhor disciplina prática que um estudante pode ter.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + doze =