Política

“Não é coisa de homem público”, afirma Freire após Delegado Cavalcante defender lambedor para combater Covid-19

Após perder na Justiça o pedido de desfiliação partidária do deputado Delegado Cavalcante, o presidente do PSL no Ceará, Heitor Freire, voltou a criticar o correligionário. O dirigente do partido acusa o deputado cearense de tentar “mudar o foco” de episódio onde recomenda, durante fala na Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE), o uso de  lambedor, chá de boldo e antibiótico caseiro para tratar pacientes acometidos com o novo coronavírus.

“Diante da repercussão de suas medidas preventivas contra a Covid-19, que viraram piada nacional, ele deve estar querendo mudar o foco e assunto. Receitar lambedor para uma doença que matou mais de 250 mil brasileiros não é coisa de homem público”, disse Freire. Além disso, o parlamentar reforça ser “notório” a não participação do bolsonarista no PSL. “Ele, inclusive, é autor de uma ação para sair do partido, que nem foi julgada ainda”, disse.

 

Recomendado para você