Respirando Música

As convicções de Joey e a história do Europe – 1985 a 2012

1026 255

 

Olá amigos do Respirando Música, hoje trago o fim da série de dois posts sobre a história do Europe e os convido para ouvir e procurar o novo álbum da banda intitulado chamado ‘Bag of Bones’ e também escutar os álbuns clássicos. Bom, é isso, aqui quem vos escreve sou eu, Carlos, e esse é o post final da série sobre Europe. Espero que vocês gostem.

No ano de 1985, a banda já possuía grande prestigio conquistado pelo álbum anterior, mas a banda queria mais, agora Europe contava como Kevin Elson (também produtor do Lynyrd Skynyrd) para seu novo álbum.  Em 1986, Europe lançou ‘The Final Countdown’ que contou com o single homônimo e, não deu em outra, o álbum foi um sucesso. Conseguindo Triple Platinum nos Estados Unidos e se firmando cada vez mais como uma banda de Rock bem sucedida no cenário internacional. O hit ‘The Final Countdown’ foi a prova disso, a música conseguiu ficar, entre as mais tocadas, especificamente em primeiro lugar em vinte cinco países de todo o mundo. Sem falar da balada ‘Carrie’ que conseguiu ficar em terceiro das 100+ da Billboard.

Foto por Nicholas Dishington

 

Mesmo após a saída de John Norum que em suas próprias palavras disse que não estava feliz com o rumo que a banda estava tomando, Europe não se abalou. E o álbum seguinte lançado dois anos depois foi mais uma vez um sucesso, ele foi chamado ‘Out of This World’. O álbum não conseguiu o sucesso de ‘The Final Countdown’, mas o considero o melhor. O álbum é recheado de músicas memoráveis, a maioria não considerada sucessos, mas esse é um álbum que consegue ser o mais apaixonante dentre todos, esse conta com o sucesso ‘Superstitious‘ e com a subestimada ‘Never Say Die’, minha música favorita da banda.  ‘Superstitious’ que foi a última música do Europe a entrar nas paradas estadunidenses. Nos anos 90, o sucesso atingido pelo movimento Grunge liderado pelas bandas Pearl Jam e Nirvana ofuscaram a grandeza do álbum ‘Prisoners in Paradise’ que contava com o single homônimo ‘Prisoners in Paradise’ e com a balada ‘I’ll Cry for You’.

Após várias turnês, desafios, decepções e objetivos alcançados; a banda decide entrar em hiato no fim de 1992. A decisão foi tomada após várias conversas, pois os membros gostariam de experimentar e outros procuravam tempo para projetos paralelos. Após o hiato, Joey lançou seu álbum solo.

Em 1998, a banda se reuniu e conversou a possibilidade do retorno. O retorno veio em grande estilo, a banda retornou ao palco na virada do milênio em Estocolmo, Suécia. O single (‘The Final Countdown) mais tocado nessa data foi cantado pela banda no dia. No passar dos anos, ocorreram encontros da banda, porém só em 2003 veio a anúncio oficial: Europe estava de volta e com uma turnê a caminho. O álbum ‘Start from the Dark’ marcou o retorno da banda. Em seguida foram lançados ‘Secret Society’, ‘Last Look at Eden’ e ‘Bag of Bones’ em 2006, 2009 e 2012 respectivamente. Apesar de a banda contar com o produtor do álbum que os levou ao ponto mais alto do estrelato, Kevin Elson. O sucesso da banda nunca foi o mesmo, mas não me mal entendam. A banda não perdeu o jeito, o último álbum ‘Bag of Bones’ é uma prova disso. Apesar da banda se distanciar do estilo que a consagrou, trazendo uma pegada blues junto com a incrível voz de Joey. A cada faixa desse álbum a conclusão que vem na minha cabeça é: Quem sabe fazer Rock, não desaprende.

@starkcharles

http://www.youtube.com/watch?v=CXwvDAzKOSQ

 

Recomendado para você

255 Comentários

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *