Sincronicidade

Maria e a Eucaristia, os dois pilares da devoção de Dom Bosco

O padre Pietro Braido, fundador do Instituto Histórico Salesiano, órgão de estudos e pesquisa sobre Dom Bosco e sobre a História Salesiana, e um dos maiores conhecedores de sua vida e obra, escreveu uma magnífica biografia do santo, em dois volumes. O título da biografia, traduzida pela Editora Salesiana, é Dom Bosco: Padre dos jovens no século da liberdade. Nessa obra, ele denomina Dom Bosco “apóstolo da espiritualidade mariana”. Esse título adequa-se perfeitamente a Dom Bosco. Poucos como ele se dedicaram tanto ao afã de divulgar a devoção à Mãe de Deus, que ele reverenciava sob o título de Maria Auxilium Christianorum, que quer dizer, Maria, auxílio dos cristãos, em resumo, Maria Auxiliadora.

Nossa Senhora esteve sempre muito presente na vida de Dom Bosco, inspirando suas ações e trabalho pastoral. Mas é importante salientar que, a par dessa devoção, era igualmente forte a sua devoção ao Santíssimo Sacramento. É por isso que Pietro Braido afirma que Maria Santíssima e a eucaristia eram os dois pilares da piedade pessoal e eclesial de Dom Bosco. Essas devoções aparecem explicitamente numa sequência de preces recomendada por ele para que fosse rezada em prol da recuperação da saúde de uma jovenzinha que se encontrava enferma, com a qual concluo esse texto. Diz  Dom Bosco: “(…) Rezamos cada dia três Pater, ou seja, o Pai Nosso, Ave, isto é, a Ave Maria, e Glória ao santíssimo Coração de Jesus e em honra do Santíssimo Sacramento; três Salve a Maria Santíssima com a jaculatória Maria Auxilium Christianorum ora pro nobis”.   

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *