Veia Esportiva

Após transplante de córnea atleta cearense volta a competir

798 4

(Foto: Divulgação)

Há um ano, o atleta de jiu-jitsu da equipe BD Team-Brasa, David Lima Gomes, 17, foi diagnosticado com ceratocone, uma doença rara e inflamatória que altera o formato da córnea.

Em abril deste ano, ele recebeu uma doação de córnea e comemorou o sonho de voltar a enxergar, mas a doença que foi estabilizada em um dos olhos está transitando para o outro globo ocular.

Atualmente, ele se prepara para voltar as grandes lutas de jiu-jitsu, porém, a sua visão não foi recuperada 100% e isso é um dos grandes desafios do jovem atleta.

David, que sempre permanecia nas maiores colocações do Ranking Meia Guarda (gráfico que seleciona os melhores atletas de jiu-jitsu cearense) teve que abrir mão do último ano escolar, dos treinos e dos campeonatos para realizar com urgência, uma cirurgia de transplante de córnea e não perder a visão.

Hoje luta contra o desafios do agravamento da doença e a adversidade de se manter longe dos tatames.

Por todas as dificuldades enfrentadas, David ganhou a admiração dos professores e um incentivo para continuar lutando. Enquanto for aluno da academia, mantendo o elo com a equipe BD Team-Brasa, não vai pagar a mensalidade. E ele faz por merecer.

A cirurgia foi realizada no Hospital de Olhos Leiria de Andrade, em Fortaleza, em abril de 2018, foram exatamente oito meses até a volta aos tatames. David Lima, dentre todos os campeonatos já participados desde o início no esporte em 2015, foram apenas três derrotas. Desde então, permanece no primeiro lugar do pódio em todos os campeonatos em que participa.

Recomendado para você

4 Comentários

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *