Ancoradouro

Arcebispo do Rio vai a Roma para ser criado cardeal

/ancoradouro/2014/02/18/arcebispo-rio-vai-roma-para-ser-criado-cardeal/
1 Seja o primeiro a comentar

O cardeal eleito e arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, embarcou para Roma na tarde desta segunda-feira, 17 de fevereiro. A previsão de chegada à capital italiana é por volta das 7h da manhã, horário local, depois de uma viagem de 11 horas. A programação na cidade será extensa e inclui como ponto central o consistório, no dia 22 de fevereiro, no qual será criado cardeal pelo Papa Francisco.

Dom Orani Tempesta.

Dom Orani Tempesta.

A agenda de Dom Orani tem compromissos que se iniciam às 10h no dia 19 de fevereiro com uma Audiência Geral com o Santo Padre. Nos dias 20 e 21 de fevereiro, vai viver com o Santo Padre um Retiro Espiritual dos Novos Cardeais.

No sábado, dia 22 de fevereiro, acontecerá o consistório. Este é o primeiro Consistório Ordinário Público do Papa Francisco para a criação de novos cardeais, e promete emocionar o mundo.

Entre os momentos mais marcantes da cerimônia estão a imposição do barrete, o recebimento do anel cardinalício e o título de uma Igreja de Roma. No momento da imposição do barrete, os cardeais recordam que “devem estar prontos a comportar-se com fortaleza até a efusão do sangue, pelo incremento da fé cristã, pela paz e a tranquilidade do povo de Deus”.

Haverá cumprimentos a Dom Orani, às 16h, também na Basílica de São Pedro, ainda no dia 22. O Santo Padre celebrará missa com os novos cardeais na Basílica de São Pedro no domingo, 23 de fevereiro.

Já no Brasil, no dia 25 de fevereiro, o novo cardeal será recepcionado na Catedral de São Sebastião. A concentração está marcada para as 17h45 na porta da Catedral, onde o arcebispo será recebido pelo governo arquidiocesano: bispos auxiliares, cabido metropolitano e vigários episcopais. Antes da celebração, às 18h, haverá um momento de meditação mariana.

Anúncio do cardinalato

O Papa Francisco anunciou os nomes dos novos cardeais durante a Santa Missa no dia 12 de janeiro, na Praça de São Pedro, em Roma. A lista inclui vários dos mais diretos colaboradores de Francisco: D.Pietro Parolin, secretário de Estado; D. Lorenzo Baldisseri, secretário-geral do Sínodo dos Bispos; D. Gerhard Ludwig Műller, prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé; D. Beniamino Stella, prefeito da Congregação para o Clero. O Papa vai criar 12 cardeais de dioceses de quatro continentes, dos quais apenas dois são europeus.

Dom Orani também foi nomeado membro do Pontifício Conselho para os Leigos, no começo deste mês de fevereiro. O Pontifício Conselho para os Leigos (Pontificium Consilium pro Laicis) é o dicastério que assiste ao Sumo Pontífice em todas as questões que tem a ver com o aporte que os fiéis leigos dão a vida e a missão da Igreja, seja como pessoas individuais, ou seja, através das diversas formas de organizações que nasceram e que continuamente nascem na Igreja.

Este discastério também é responsável pela organização das Jornadas Mundiais da Juventude, que teve sua última edição realizada em julho do ano passado no Rio de Janeiro.

Da Redação com informações do portal da arquidiocese do Rio de Janeiro

Recomendado para você