Ancoradouro

Pastor defende descriminalização do aborto e das drogas

Plugado do blog de Política do Jornal O Povo, reportagem de Carlos Holanda.

Candidato do Psol ao Senado Federal, Pastor Simões esteve no programa Live Política desta quarta-feira, 22, veiculado no Facebook do O POVO Online. Na conversa com o jornalista Ítalo Coriolano, defendeu a descriminalização do aborto e das drogas.

Devido à aparente incompatibilidade entre os principios cristãos e políticos de Simões, a audiência o indagou repetidas vezes. Sobre o aborto, foi questionado sobre como um cristão poderia ser “contra a vida”. Respondeu que todos são contra o aborto, mas “assim como a gente é contra o aborto, a gente tem um dilema ético: eu posso salvar uma das vidas, que é a da mãe”. Ele enfatizou que é grande a possibilidade de mulheres que abortam em condições desfavoráveis morrerem.

 

(Foto: Alex Gomes/Especial para O POVO)

Sobre as drogas, ele sustentou que a atual política de proibição não surte efeito. Para ele, a questão deve ser pensada pela ótica da saúde pública. Disse, entretanto, que a princípio a liberação apenas da maconha seria ideal. Depois de três anos, a nova política seria submetida a outra avaliação, que poderia resultar na liberação de outras drogas atualmente ilícitas.Ainda segundo Simões, as igrejas têm “força gigante”, mas estão adormecidas na “pauta moral”.

 

Recomendado para você