Ancoradouro

Padre se desculpa, mas nem tanto, por cantar “cachorrão do brega” em Missa na Catedral

Vídeo que viralizou nesta terça-feira, dia 17, mostra padre Dalmário Barbalho cantando a música “Boate Azul”, do cantor Francisco Márcio, o “Cachorrão do Brega”, em plena missa na Catedral Metropolitana de Natal.

Diante da repercussão, o sacerdote precisou se explicar e gravar um outro vídeo, desta vez publicado nas redes sociais da Arquidiocese de Natal.  “Venho pedir perdão se algum coração ficou ferido ou ofendido pela canção escutada mas não compreendida em seu contexto, agradecer pela maioria que foi de elogio e agradecimento pelo sentido da música na homilia”, desconversa o padre.

Padre pede desculpas em vídeo. 

Padre Dalmário conta que teve conversa sobre a polêmica com o arcebispo metropolitano Dom Jaime Vieira. Ainda afirma na gravação que é um costume utilizar músicas seculares e poemas em suas homilias. Durante a missa, ao ouvir a canção, a reação dos fiéis foi de espanto e chacota.

Confira letra da música “Boate Azul”

Doente de amor, procurei remédio na vida noturna

Com a flor da noite em uma boate aqui na zona sul
A dor do amor é com outro amor que a gente cura
Vim curar a dor desse mal de amor na boate azul

E quando a noite vai se agonizando no clarão da aurora
Os integrantes da vida noturna se foram dormir
E a dama da noite que estava comigo também foi embora
Fecharam-se as portas, sozinho de novo tive que sair

Sair de que jeito se nem sei o rumo para onde vou
Muito vagamente me lembro que estou
Em uma boate aqui na zona sul
Eu bebi demais e não consigo me lembrar sequer
Qual era o nome daquela mulher
A flor da noite na boate azul

Recomendado para você