C4 Notícias

SINEIRO. É O RESPONSÁVEL POR TOCAR SINO DA IGREJA HÁ 73 ANOS.

Mestre Getúlio Colares de 88 anos é sineiro.

Ele é responsável por ditar há 73 anos o ritmo da população de Canindé

Quando o pároco e reitor do Santuário de São Francisco das Chagas de Canindé frei Marconi Lins, abrir oficialmente os festejos alusivos ao padroeiro na madrugada do dia 24 de setembro com o tradicional levantamento das bandeiras, um fato estará entrando para a história da religiosidade brasileira.

Mestre Getúlio Colares, de 88 anos é sineiro e responsável por ditar há 73 anos o ritmo da população de Canindé, localizada a 126 km de Fortaleza. Mestre Getúlio, como é conhecido, diz que não se intimida em ter que encarar cinco vezes ao dia a escada que o leva para o local onde fica o sino. “Eu subo as escadas cinco vezes por dia. Às 5,12,15,16 e 18 horas. Eu amo o que faço. Sou conhecido em todo o Ceará, Brasil e no mundo”, comenta.

Ele explica que foi a mãe dele que o incentivou na profissão. “Em julho de 1944 teve uma celebração na igreja. Nesse dia faltou a pessoa responsável para tocar o sino. Minha mãe pediu para eu ir. Então resolvi me candidatar não mais deixando o ofício”, explica.

Sensibilidade

Moradores de Canindé acham o toque do Mestre Getúlio é diferenciado. A qualidade, segundo ele, veio desde a adolescência, da habilidade de tocar violão e banjo. “O som inspira musicalidade, dar um alento, acolhimento. Um pouco de sensações que nós estamos sempre atrás”, conta uma frequentadora fiel da Igreja de São Francisco de Assis.

Outro fã do trabalho do Mestre Getúlio é o Frei João Hamilton, hoje Ministro Provincial da Ordem dos Franciscanos. Ele conta que desde criança é apaixonado pelo som do sino. “Eu lembro quando era criança participava diariamente das missas. Quando chegávamos à cidade, uma das coisas mais maravilhosas que achávamos era o toque do sino”, conta.

A Prefeita da cidade Rozário Ximenes já pensa em prestar uma grande homenagem ao canindeense que aprendeu a arte de tocar o instrumento mais importante da igreja, o sino que encanta os romeiros que chegam para reverenciar o santo dos pobres.

A Secretária do Desenvolvimento Econômico e Turismo Socorro Bastos lembra na época de sua juventude que aproveitavam o período da romaria para ouvir o toque do sino, orquestrado pelo mestre Getúlio. ‘’Sou fã dele’’, disse.

Mestre Getúlio é casado há 44 anos com Dona Maria. É pai de cinco filhos e avó de sete netos. Quem pensa que ele está perto de se aposentar se enganou. Mestre Getúlio não pensa nisso, pois será para sempre o tesouro vivo do Santuário de São Francisco de Assis.

Fotos e texto de Antônio Carlos Alves