Clube da Luta

OX MMA Event: card preliminar é marcado por grandes lutas, lesão e um resultado polêmico

595 2
111

João Victor e Arlen lutam no card preliminar do OX MMA. Foto: Daniel Santos / O POVO

Para quem curte artes marciais, o OX MMA Event foi a pedida da noite de quinta-feira em Fortaleza. O evento atraiu milhares de espectadores que ocuparam boa parte dos assentos do ginásio Paulo Sarasate e vibraram com os combates. Abrindo a noite de lutas, Gildázio Oliveira e Thiago Freitas fizeram um duelo amarrado, que predominou no solo e sem muita ação. Thiago levou a melhor na decisão dos juízes. Na sequência, Izac Alves e Giovane Oliveira levantaram o público com um duelo de muita trocação. Na volta para o 2º round, Izac atropelou. Levou o oponente ao chão e conseguiu liquidar o combate com uma sequência de socos.

Na sequência, outro combate de muita trocação, entre Godofredo Cláudio e Hulk, que ficaram os 15 minutos do duelo em pé, trocando golpes. Hulk dominava o centro do octógono e tomava a inciativa dos ataques, enquanto Cláudio mostrava eficiência nas esquivas e na absorção dos golpes. No fim, vitória de Godofredo Cláudio por decisão dividida para a alegria do irmão do lutador, Godofredo Pepey, lutador do UFC. O público reprovou a decisão dos árbitros e o ginásio inteiro ecoou fortes vaias, que predominaram até a saída de Cláudio para os vestiários.

O 4º combate da noite foi uma atração à parte, envolvendo duas mulheres: Ilara Joana e Viviane Sucuri. Ilara foi melhor no 1º round, conseguiu uma montada, mas não teve forças para finalizar a luta. No 2º round, Sucuri voltou dominante, levou a adversária ao chão e conectou golpes contundentes do rosto da adversária, vencendo a luta por nocaute técnico.

A nota triste da noite ficou por conta da luta entre Danilo Mota e G.G. O duelo foi interrompido logo aos 26 segundo, quando Danilo chutou a perna de G.G. e o adversário defendeu, ocasionando em uma grave lesão. Ao cair, o atleta já sentiu que havia se lesionado gravemente e o juiz deu a luta por encerrada. Resultado: vitória de G.G por decisão técnica. Danilo foi prontamente atendido pelos paramédicos, teve a região atingida rapidamente imobilizada e deixou o octógono sob aplausos e de maca.

João Vitor e Arlen Ribeiro fizeram o duelo mais eletrizante do card preliminar. Em três rounds de trocação franca, com repertório variado de golpes de muay thai, os dois lutadores alternaram grandes momentos no combate. No fim, prevaleceu a regularidade de JV, que, por vezes, esteve perto de faturar a vitória por nocaute técnico. Mas o triunfo veio por decisão unânime dos juízes.

Fechando o card preliminar, a revanche entre André Tererê x Cleiton Trussu. E dessa vez deu Tererê, vingando a derrota sofrida no Brazilian King Fighter, em Fortaleza, em maio de 2012. Melhor na trocação ao longo dos 3 rounds, deixando o rosto do oponente bastante castigado, o  atleta da Dragon Fight União saiu vitorioso.

VEJA TAMBÉM

Edson Conterrâneo finaliza gigante Bob Sapp com menos de um minuto de luta

+ Andrezinho Nogueira vence Willamy Chiquerim com nocaute arrasador

RESULTADOS DO OX MMA EVENT

Card principal
Edson Conterrâneo venceu Bob Sapp por finalização aos 35 segundos do 1° round
Andrezinho Nogueira vence Willamy Chiquerim por nocaute aos do 2° round
Júnior Killer venceu Erezinho por finalização no 2° round

Card preliminar
André Tererê venceu Cleiton Trussu por decisão unânime dos juízes
João Vitor ‘Jv’ venceu Arlen Ribeiro por decisão unânime dos juízes
G.G vence Danilo Mota por decisão técnica aos 26 segundos do 1º round
Viviane Sucuri vence Ilara Joana por nocaute técnico aos 2:35 no 2º round
Godofredo Cláudio vence Hulk por decisão divivida dos juízes
Izac Alves vence Giovane Coiote por nocaute técnico aos 17 segundos do 2º round
Thiago Freitas vence Gildázio Oliveira por decisão unânime dos juízes