Clube da Luta

Único cearense escalado para o UFC Fortaleza, Thiago ‘Pitbull’ vibra com chance de voltar a lutar em casa após 18 anos

Thiago está no UFC desde 2005. Foto: UFC/Divulgação

Já são quase duas décadas longe da cidade onde nasceu e surgiu para o mundo das artes marciais. Agora, já veterano, consagrado no esporte e na condição de único atleta cearense do atual elenco da maior organização de MMA do mundo, Thiago ‘Pitbull’ Alves, recebeu a missão de representar o estado do Ceará no card do UFC Fortaleza. No próximo dia 2 de fevereiro, o peso meio-médio cearense sobe ao octógono para enfrentar o americano Max Griffin, no ginásio do Centro de Formação Olímpica (CFO).

Uma oportunidade que o lutador celebra como “uma volta pra casa”, onde deu os primeiros passos na carreira. Com um cartel 35 lutas profissionais, Thiago só competiu uma única vez em Fortaleza, justamente sua estreia profissional, há 18 anos, em junho de 2001, quando acabou superado por Gleison Tibau, na 2ª edição do evento Champions Night. Apesar do revés em sua luta inicial, Thiago se recuperou, deu uma alavancada na carreira e há 16 anos deixou a capital cearense para morar nos Estados Unidos, passando a treinar em uma das maiores equipes de MMA do mundo, a American Top Team. Ingressou no UFC em 2005, onde se mantém por ininterruptos 14 anos.

“A sensação de ter a chance de lutar em Fortaleza é super especial. Estou voltando para casa, para minha terra depois de muita coisa que eu vivi. Eu saí de Fortaleza quando era um moleque ainda, hoje eu já sou um homem, sou pai. Então é um sentimento bem especial. Tô animado para essa luta”, afirmou Thiago, em entrevista exclusiva ao Blog Clube da Luta.

Nesse retorno às origens, Pitbull espera tirar proveito ao máximo da atmosfera que estará a seu favor, numa plateia que, além de fãs e torcedores, terá familiares e amigos. “Tenho que absorver essa energia do público, a energia da minha terrinha e concentrar ela para acertar o Max Griffin. A chave da vitória é a pressão. Eu preciso andar pra dentro dele. Ele é um cara com um raio de ação mais longo que o meu. Então eu tenho que andar pra dentro dele e botar pressão pra ele não ter como controlar a luta”, analisou.

Entusiasmo à parte, Thiago chega para o UFC Fortaleza tentando driblar um momento delicado em sua carreira, já que vem de duas derrotas seguidas e quatro resultados negativos em suas últimas cinco apresentações. Apesar disso, garante não se sentir pressionado com uma possível demissão, caso perca mais uma vez. “Na verdade, eu não me preocupo em ser cortado. Eu sei do meu valor, sei do meu potencial. Na minha última luta, eu achei que eu fui roubado. Dominei a luta inteira, mas por conta de 1 minuto e meio no último round deram a vitória pra ele. Eu sei que se eu lutar e conseguir dar o meu melhor, a vitória vem”, exaltou.

Em 14 anos de UFC, Thiago fez 24 lutas na organização e figura entre os brasileiros que mais vezes competiram pelo Ultimate. Entre 2006 e 2009, viveu seu auge, quando emplacou sete vitórias seguidas e chegou a disputar o cinturão dos meio-médios, enfrentando o lendário Georges St. Pierre. Na ocasião, o atleta canadense acabou levando a melhor por pontos. Hoje, aos 35 anos de idade, Thiago acredita que ainda pode lutar em alto nível e dar show, como nos velhos tempos. “Eu sou um cara que já começou há muito tempo no UFC, então duas vitórias já podem me colocar para ser main event de novo. As coisas podem mudar muito rápido. Mas o meu foco agora é fazer uma luta de cada vez e ver até onde a gente vai. Se não der, eu to feliz com a minha carreira e com tudo o que eu construí. Sou um cara realizado”, cravou.

SERVIÇO
UFC Fortaleza
Quando: 2 de fevereiro de 2019
Local: ginásio do Centro de Formação Olímpica (CFO), em Fortaleza.
Horário: a partir das 19h
Ingressos: a partir de R$ 75. Vendas pelo site Tudus.com.br ou na loja oficial do UFC, no Shopping Iguatemi.

CONFIRA O CARD DO EVENTO:

CARD PRINCIPAL
Peso-galo: Raphael Assunção x Marlon Moraes
Peso-pena: José Aldo x Renato Moicano
Peso-meio-médio: Demian Maia x Lyman Good
Peso-leve: Charles do Bronx x David Teymur
Peso-meio-pesado: Johnny Walker x Justin Ledet
Peso-palha: Livinha Souza x Sarah Frota

CARD PRELIMINAR
Peso-médio: Anthony Hernandez x Markus Maluko
Peso-mosca: Mara Romero Borella x Taila Santos
Peso-meio-médio: Thiago Pitbull x Max Griffin
Peso-pesado: Júnior Albini x Jairzinho Rozenstruik
Peso-galo: Ricardo Carcacinha x Said Nurmagomedov
Peso-mosca: Magomed Bibulatov x Rogério Bontorin
Peso-galo: Geraldo de Freitas x Felipe Cabocão

*card sujeito a alterações

Recomendado para você