Discografia

Cercada de teclados, Marina Elali joga Luiz Gonzaga e Zé Dantas em seu frouxo balaio pop

Marina Elali - Duetos Homenagem a Luiz Gonzaga e Zédantas (Ao Vivo) (Capa Oficial do Álbum) [www.coverbrasil-leko017.blogspot.com]

O caráter popular da obra de Luiz Gonzaga permitiu, ao longo da história, as mais variadas homenagens e abordagens. Vindos dos mais distantes nichos, muitos artistas buscaram mostrar sua visão sobre um dos cancioneiros mais preciosos da MPB. A última delas veio da natalense Marina Elali. Cantora que baseia sua história nos maneirismos estrangeiros, à la Mariah Carey ou Celine Dion, Elali se revelou musicalmente em trilhas para novelas da Globo e teve como um dos seus primeiros hits uma versão em inglês para Xote das meninas (rebatizada de All she wants), parceria de Luiz Gonzaga com seu avô materno Zé Dantas. O grau de parentesco gerou mais uma homenagem, o recente Marina Elali Duetos – Homenagem a Luiz Gonzaga e Zé Dantas, lançado em CD e DVD pela Som Livre. Tirando o nome da dupla na capa, mais nada no projeto faz referência à história da dupla nordestina. Avolumando uma sucessão de cafonices, equívocos e exageros visuais (como o vestido dourado que expõe um decote generoso na capa), a homenagem é de desafiar o bom senso de qualquer fã do Rei do Baião. Gravado ao vivo no Chevrolet Hall de Recife, o show alinha 17 canções afogadas em pesados arranjos eletrônicos feitos a base de muitos teclados (alguns deles pilotados pelo mestre Lincoln Olivetti). Dessa mistura de Eliane com Beyoncé, quase nada, de fato, merece registro. Sempre com vestidos curtinhos que deixam à mostra suas belas pernas, Elali ainda convida um esquizofrênico grupo de convidados para o palco. Geraldo Azevedo, Zezé di Camargo & Luciano, Elba Ramalho, Waldonys, Ivete Sangalo e Aviões do forró entre eles. Até Chorão (1970 – 2013), em uma de suas últimas gravações, dá as caras no show entrecortando Vozes da seca com trechos de canções do Charlie Brown Jr. Gilberto Gil também se faz presente, mas através de um telão. Esse mesmo recurso é usado para trazer os próprios Luiz Gonzaga (1912 – 1989) e Zé Dantas (1921 – 1962) para cantar junto com Marina Elali em Acauã e A letra I, respectivamente. Mas a verdade é que nada funciona. Mais parecendo uma rave que um arraiá, Marina Elali Duetos chega a soar agressivo tamanha a falta de sentido. Chavões como “tira o pé do chão” e exibições vocais só fazem piorar o caldo de absurdos. Com a ideia de fazer uma homenagem “inovadora” com “arranjos modernos, pop, dançantes e surpreendentes”, Marina Elali esqueceu que a obra do seu avô já era isso tudo sem o uso de tanto aparato tecnológico.

Veja as faixas de Marina Elali Duetos – Homenagem a Luiz Gonzaga e Zé Dantas:

1. Vem morena (Zé Dantas/ Luiz Gonzaga)
2. Abc do sertão (Zé Dantas/ Luiz Gonzaga) com Geraldo Azevedo
3. A volta da Asa Branca (Zé Dantas/ Luiz Gonzaga) com Zezé Di Camargo & Luciano
4. A dança da moda (Zé Dantas/ Luiz Gonzaga) com Gilberto Gil
5. Noites brasileiras (Zé Dantas/ Luiz Gonzaga) com Daniel Gonzaga
6. São João no arraiá (Zé Dantas) com Ivete Sangalo
7. Vozes da seca (Zé Dantas/ Luiz Gonzaga) com Chorão
8. Paulo Afonso (Zé Dantas/ Luiz Gonzaga) com Waldonys
9. Acauã (Zé Dantas) com Luiz Gonzaga
10. A letra I (Zé Dantas/ Luiz Gonzaga) com Zé Dantas
11. Adeus saudade (Zé Dantas/ Luiz Gonzaga)
12. Riacho do navio (Zé Dantas/ Luiz Gonzaga) com Elba Ramalho
13. Sabiá (Zé Dantas/ Luiz Gonzaga) com Tânia Mara
14. Cintura fina (Zé Dantas/ Luiz Gonzaga)
15. Farinhada (Zé Dantas) com Quinteto Violado
16. Siri jogando bola (Zé Dantas/ Luiz Gonzaga) com Aviões Do Forró
17. O Xote Das Meninas (Zé Dantas/ Luiz Gonzaga) com Ivete Sangalo e Elba Ramalho
18. São João na roça (Zé Dantas/ Luiz Gonzaga) com todos os convidados