GIRO LUSÓFONO

Português é instrumento capaz de unir comunidades pelo mundo, diz presidente da ABL

À direita, Domício Proença Filho, presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL). Foto: Divulgação

Em entrevista à Rádio ONU (Organização das Nações Unidas), Domício Proença Filho, presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL) e especialista em linguística, disse que “a internacionalização [da língua portuguesa] é uma espécie de uma arrumação do que já existe. Várias comunidades a língua portuguesa está presente, por que não dimensionar isso em grande? Fazer com que ela seja encarada realmente como um instrumento capaz de unir essas comunidades todas, esses povos todos”, afirmou.

O português é falado por cerca de 260 milhões de pessoas em todos os continentes do planeta. Em 2008, por iniciativa de Portugal, um projeto de internacionalização da língua teve início com o objetivo de promover o idioma.
A estratégia foi firmada por todos os países que compõem a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), e que têm o português como língua oficial, durante o Encontro de Cúpula de Chefes de Estado e Governo lusófonos em 2008, em Lisboa, capital portuguesa.
“É uma língua falada por 260 milhões de pessoas. É uma língua falada em todos os continentes. Ela já é por si um veículo de comunicação espalhado pelo mundo”, disse o presidente que garantiu que a ABL mantém laços de cooperação com a CPLP e com o Instituto Internacional de Língua Portuguesa, IILP.

Recomendado para você