GIRO LUSÓFONO

Confira 5 erros de português bastante comuns no ambiente de trabalho

É preciso sempre ter cuidados na hora de redigir uma mensagem, por mais curta que seja. Foto: freepik

No dia a dia das empresas, ferramentas como e-mail e WhatsApp são utilizadas com muita frequência. E apesar de serem acessíveis e estarem sempre à mão, é preciso ter alguns cuidados na hora de redigir uma mensagem, por mais curta que seja.

A seguir, confira os cinco erros de português mais comuns no ambiente de trabalho e não erre mais.

1º “Para mim” ou “para eu”
Campeão em vezes de ocorrência, o erro na hora de usar “para mim ou “para eu” é muito comum no ambiente de trabalho.

A primeira coisa para ter em mente é que as duas formas podem estar corretas, o que determinará uma ou outra é o contexto. Isto é, se a continuação à expressão for um verbo, o certo é utilizar “para eu”.

Exemplos: Joana trouxe a bolsa para mim. O bolo que está na geladeira é para eu comer.

2º “Há muitos anos”, “muitos anos atrás” ou “há muitos anos atrás”
As palavras “Há” e “atrás” referem-se ao passado, portanto, utilizá-las na mesma frase é uma nítida redundância. O indicado é escolher uma ou outra.

Exemplo: Há muito tempo não vou à minha cidade natal; Dez anos atrás conheci minha atual esposa.

3º “Vir”, “Ver” e “Vier”
A aplicação desses verbos conjugados costuma causar muita confusão, principalmente no futuro do subjuntivo: “quando eu o vir” é o correto e não “quando eu o ver”.

Já no verbo “ir”, a forma correta é: “quando eu vier” e não “quando eu vir”.

4º “Há ou “a”
A utilização do “Há” deve acontecer quando ele indicar passado, podendo ser substituído por “faz”, por exemplo: Nos conhecemos há dez anos; Nos conhecemos faz dez anos.

Já o “a” faz referência à distância ou a um momento no futuro. Exemplo: O hospital mais próximo fica a 15 quilômetros; As eleições presidenciais acontecerão daqui a alguns meses.

5º “Tem” ou “têm”
Tanto “tem” como “têm” fazem parte da conjugação do verbo “ter” no presente. Mas o primeiro é usado no singular, e o segundo no plural.

Por exemplo: Você tem medo de mudança; Eles têm medo de mudança.

Com informações do G1.

Recomendado para você