iMãe

Viagem de avião com as crias

Oi, gente!

Hoje a Lilian, nossa correspondente do Rio de Janeiro, vai nos dar várias dicas de como viajar de avião com bebês e crianças a partir de um ano. Ela é experiente no assunto, vem ler!

Foto: gnt.globo.com

Foto: gnt.globo.com

Bom, desde antes de o Bento se entender como gente ele viaja de avião, o menino é rodado e cada dia tem se tornado mais desafiante entretê-lo no vôo, ainda mais se estes forem muito longos.

Como moramos no Rio de Janeiro e minha família toda em Fortaleza, desde dois meses de idade levo o Bento e viajo sozinha com ele, sim, SOZINHA! Por sorte nestas viagens sempre aparece uma alma boa que dá uma força para carregar a sua bolsa, fechar e abrir o carrinho e oferecer um olhar compreensivo quando o bebê chora (grita rsrs!).

Bebês

Para os novinhos a viagem é mais tranquila, porque eles dormem praticamente o vôo todo. Uma dica é levar a almofada de amamentação que ela encaixa bem no braço da cadeira e você fica com as mãos livres e também não cansa o braço. Eu prefiro ir com o carrinho até a porta da aeronave porque as distâncias são longas, posso ir ao banheiro antes (fundamental!) e colocar as bolsas lá também. Quem usa sling é uma boa. O ideal é que você troque o bebê no banheiro do aeroporto pouco antes do embarque. O trocador de avião ninguém merece de tão pequeno e apertado e quanto maior o bebê, maior o sacrifício.

No vôo, na decolagem e aterrissagem, é importante colocar o bebê no peito para quem amamenta ou a chupeta, pois a sucção ajuda a prevenir a dor de ouvido causada pela pressão. Caso não mame e nem use chupeta, pode dar algo para beber nesses copos de treinamento que promovem uma boa sucção. Comigo sempre funcionou, mas caso o bebê chore, o único conselho que posso dar é não ligar para a cara feia das pessoas que se incomodam, relaxe e cuide do seu filho, não há nada que você possa fazer e as pessoas MUITAS vezes não tem esta sensibilidade.

Evite viajar em horário da refeição do bebê, mas se não tiver jeito leve a papinha pronta em potes próprios e que deixam quentinha. Sempre deixe tudo à mão e esquematizado, leite, água, lenço umedecido… Prefira os horários de sono dele, pois é garantia que ele dormirá (quer dizer, com crianças, NADA é garantia). Eu tive a infeliz ideia de acostumar meu filho a ser balançado no meu braço, isso novinho e levinho, zero problemas, mas vai balançar 10Kg… Como ele só dormia dessa maneira, assim que podia levantar, lá ia eu com ele para a entrada ou saída da aeronave ficar balançando até ele dormir, às vezes era rápido, às vezes não. Depois eu consegui acabar com essa mania e hoje ele pede colo e dorme.

Se você viajar sozinha, vale quando chegar ao seu destino pedir para deixar o bebê com alguém que tenha ido buscar vocês antes de pegar as malas. Geralmente o guarda que fica controlando a entrada e saída das salas de desembarque autoriza e facilita muito a sua vida.

A partir de 1 ano

Agora começa a saga! Como entreter, animar, alimentar e manter sentado uma criança que já anda e tem vontade própria. Bom, uma das piores coisas para mim era quando viajava sozinha com ele e tinha alguém do meu lado que não gostava muito de crianças. Ele tentava interagir, tocar na pessoa e era ignorado… Ficava arrasada por ele. L

Tente levar bastante distração, um brinquedo novo que ele abra somente no vôo, livros, desenhos para colorir, comidinhas (biscoitos, frutas, frutas secas, etc) e DVD portátil ou Ipad. Sugiro não testar desenhos novos, trabalhe com aquilo que você já tem certeza que ele gosta e que vai prender a atenção um pouquinho. Deixe para usar seu arsenal (rsrs) somente quando a situação ficar complicada, pois se você oferecer tudo logo, ele vai enjoar rápido e você vai ter longas horas de distração. Quando nada mais adianta dou uma levantada com ele e exploraramos o avião, vamos ao banheiro, naquela salinha dos comissários, onde der…

Ah, não se esqueça de levar pelo menos uma troca de roupa, casaco, meia, um cueiro, fralda ou cobertor, fraldas descartáveis se ainda usar, um travesseirinho, água… E boa viagem!

rio de janeiro com criançasSou gestora cultural e atualmente dirijo o Memorial Getúlio Vargas no Rio. Mãe do Bento, um carioquinha de 2 anos e 9 meses. Estou no Rio há 6 anos, em Santa Teresa, um bairro que amamos, com cara de cidade de interior, onde as pessoas se conhecem e se cumprimentam. Lilian Lustosa

 

♥  ♥  ♥

iMãe nas redes sociais:
Facebook: facebook.com/imaeblog
Instagram: @blogimae
Twitter: @imamaeblog
Pinterest: www.pinterest.com/imaeblog

 

Recomendado para você