Blog do Jocélio Leal

Mercado imobiliário: demãos em 2018

Fortaleza – José Carlos Gama, VP da área Imobiliária do Sindicato das construtoras, o Sinduscon, define o ânimo dos empresários como de “otimismo cauteloso”. Algumas demãos: 1) A velocidade de venda deve aumentar ante 2017 porque as empresas só devem lança no segundo semestre ou mesmo no começo de 2019. 2) O número de distratos tende a cair porque a quantidade de obras concluídas será menor do que 2017. Como se sabe, o maior número de distrato é na conclusão.

Gama (também advogado) lamenta o Pais não ter ainda restrições aos distratos. “A Justiça brasileira não conseguiu ainda distinguir entre quem desiste enquanto consumidor ou especulador”. Gama se refere aos dois tipos: o comprador que não coseguiu fechar o financiamento no banco e aquele que comprar para investir, mas não consegue preço e devolve o imóvel.

“O especulador quando compra e vende bem no mercado aquecido não volta para dividir o ganho que obteve. Mas no inverso volta e quer se desfazer”. Esta figura ele acredita que será mais rara em 2018, após dois anos de alta incidência.

 

Recomendado para você