Blog do Jocélio Leal

CEO da EY Brasil diz que estabilidade também está no privado

Fortaleza – Estabilidade. Na mira da legião de jovens que lotam salas de cursinhos para concursos, esta costuma ser a razão primeira para estar ali. Até aceitam a alcunha de concurseiros. Difícil alguém falar em vocação para servir ao público. Para o CEO da EY Brasil (antiga Ernst & Young), o cearense Luiz Sérgio Vieira, 46, a estabilidade pode estar também no setor privado.

“Sempre me considerei estável, já que o que eu aprendia me permitia uma atratividade muito grande no mercado”. Em tom de exortação, ele afirma: “Existem várias carreiras de desenvolvimento na iniciativa privada. As pessoas não precisam ter temor”. Luiz Sérgio conversou com O POVO na Capital cearense.

Leia aqui

 

Perfil

CARGO Luiz Sérgio Vieira ingressou na EY como trainee. Ao longo de 25 anos, passou por diversas áreas da companhia no Brasil e no exterior, como a de Impostos e a de Mercados Estratégicos. Desde 1º de julho de 2016, é o mais jovem CEO de uma das companhias que integram o chamado grupo das Big Four.

Debate

AMBIENTE O CEO da EY concedeu entrevista no Pipo Restaurante, onde participou de um debate sobre inovação e sustentabilidade, em evento da CVI Corretora.

Recomendado para você