Blog do Jocélio Leal

CAF aprova US$ 150 milhões para Fortaleza e US$ 70 milhões para o BNB

Roberto Cláudio (PDT), prefeito de Fortaleza: dinheiro externo para tocar obras será importante ante novo Governo Federal de relações ainda incertas (Foto: Mauri Melo – O POVO)

Brasília –  A CAF – Banco de Desenvolvimento da América Latina – aprovou US$ 150 milhões para o Programa de Infraestrutura em Educação e Saneamento em Fortaleza e uma linha de crédito para o Banco do Nordeste (BNB) de US$ 70 milhões.

O dinheiro para Fortaleza bancará o Programa de Infraestrutura em Educação e Saneamento. Pretende instalar centros educativos, melhorar os sistemas de drenagem fluvial, água e saneamento e implantar um trecho de um corredor exclusivo da rede de transporte público rápido da cidade em bairros com menores níveis de desenvolvimento humano e taxas de pobreza e violência elevadas.

Romildo Rolim, presidente do Banco do Nordeste: instituição terá US$ 70 milhões da CAF (Foto: Arquivo pessoal)

Na operação com o BNB, recursos para desenvolvimento socioeconômico da região, por meio de iniciativas de inclusão de microempreendedores ao sistema produtivo e financeiro, além do fortalecimento de pequenas e médias empresas e promoção do comércio internacional. O Blog apurou que o Banco dará prioridade para trading – financiar no Exterior as operações de câmbio, complementando as demais fontes em outros bancos fora do Brasil.

Na carteira de clientes da CAF, há três municípios cearenses: Fortaleza, Caucaia e Sobral. Hoje, o Banco mantêm 16 operações em andamento com municípios e estados, num total de US$ 1,2 bilhão, além de linhas de crédito a bancos de cerca de US$ 400 milhões. Em 2018, foram assinados seis contratos de financiamento, totalizando US$ 371 milhões.

Precedente para estados

Para São Paulo, saiu o aval para US$ 296 milhões destinados ao Metrô de São Paulo (Sistema Monotrilho).  Pagará a construção de uma conexão perimetral integrada dos sistemas de metrô e trens ao Aeroporto de Congonhas. Seria o primeiro financiamento a uma linha de metrô no Brasil, neste caso para um estado brasileiro. CAF costuma atuar em municípios. Ou seja, abriu precedente para outros estados.

“O apoio da CAF nesses projetos mostra uma evolução da atuação do banco de fomento no Brasil. Em São Paulo, estamos atendendo questões estruturantes de mobilidade urbana em uma das maiores cidades da América Latina. No caso de Fortaleza, estamos promovendo a melhoria da qualidade de vida da população mais carente do município e, ainda, ampliando a oferta de crédito às pequenas e médias empresas, gerando emprego e renda, quando aprovamos a linha de crédito ao Banco do Nordeste”, disse em nota o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Esteves Colnago.

A 164ª Reunião da Diretoria do CAF aconteceu em Montevidéu, Uruguai.  Após a reunião do diretório foi inaugurada a nova sede da representação da CAF no Cone Sul, setor responsável pela preparação e acompanhamento dos projetos do organismo na região. Ao todo, a reunião aprovou US$ 516 milhões.

CAF

O Banco de Desenvolvimento da América Latina tem por objetivo promover modelo de desenvolvimento sustentável, por meio de operações de crédito, recursos não reembolsáveis e apoio em estruturação técnica e financeira de projetos dos setores público e privado da América Latina. O CAF tem a missão de impulsionar o desenvolvimento sustentável e a integração regional, mediante o financiamento de projetos dos setores público e privado, a provisão de cooperação técnica e outros serviços especializados.

Constituído em 1970 e atualmente composto por 19 países – 17 da América Latina e Caribe, além de Espanha e Portugal – e 13 bancos privados, é uma das principais fontes de financiamento multilateral e um importante gerador de conhecimento para a região.

 

Recomendado para você