Layout

Dia da Mulher: Avon estende licença-paternidade para 20 dias

A Avon Brasil anuncia, nesta quarta-feira, 8 de março, a extensão da licença-paternidade de 5 para 20 dias para seus funcionários, antecipando-se à aprovação da lei que aguarda sanção da Presidência da República.

 

 

“É uma decisão alinhada com nossos princípios de equidade, com os valores da companhia e com a crença de que estamos trabalhando por um mundo mais equilibrado ao possibilitar às famílias momentos de maior união numa fase tão importante da vida dos recém-nascidos”, afirma o presidente da empresa, David Legher.

 

Assim como na concessão da licença-maternidade por seis meses, e na criação, nos anos 80, de um dos primeiros berçários dentro de uma empresa, a Avon é informa ser uma das pioneiras a garantir este direito aos pais biológicos e adotivos no Brasil.

 

De acordo com Alessandra Ginante, vice-presidente de Recursos Humanos da Avon Brasil, é necessária a criação de mecanismos que permitam que tanto a mulher como o homem tenham tempo para se dedicar à criação dos filhos. “Ainda estamos presos na ideia de que os homens são apenas trabalhadores, e não cuidadores. O homem tem de participar ativamente dos avanços nos direitos das mulheres. Assim como tem direito a participar mais de perto deste momento tão importante em família. E as empresas possuem um papel fundamental para mudar esta cultura e tornar a equidade de gênero uma realidade”, reitera a executiva

 

 Outras ações internas – internamente, a companhia tem políticas que auxiliam seus funcionários a conciliar a vida profissional e pessoal, como home office um dia por semana, flexibilização de até uma hora no horário de entrada e saída do trabalho e short-Friday. Há ainda programas internos que garantem que o tema esteja presente no dia a dia de todos. É o caso do Rede pelas Mulheres, no qual um grupo de funcionários, homens e mulheres, promove discussões dentro da empresa sobre questões de gênero e, a partir dessas discussões, implanta ações corporativas de educação e conscientização.

 

Em 2015, Avon fez uma parceria com a Fundação Getúlio Vargas para a criação da disciplina “Questões de Gênero nas Organizações”, eletiva aos cursos de Administração e Administração Pública da instituição. A empresa também faz parte da campanha mundial ElesporElas (HeforShe), movimento de solidariedade global pela igualdade de gênero. A convite da ONU Mulheres Brasil, a Avon integra o Comitê Nacional Impulsor, composto por governos, empresas, universidades e sociedade civil para a realização de ações em favor do movimento no país.

 

A Avon conquistasse o Selo Pró-Equidade de Gênero e Raça, em 2015, emitido pela Secretaria de Políticas para as Mulheres, da Presidência da República. A companhia foi a primeira empresa do setor de cosméticos a ganhar a certificação.

 

No Brasil, a Avon tem 6,5 mil funcionários distribuídos em quatro unidades, a sede administrativa e a fábrica em São Paulo, no bairro de Interlagos, e três centros de distribuição, em Cabreúva (SP), Maracanaú (Ceará) e Simões Filho (Bahia). Aproximadamente 60% do quadro de funcionários da Avon é formado por mulheres e, nos cargos de liderança, o percentual é de 48%.

Recomendado para você