Layout

Livro “O gerente endoidou”, de Gilmar de Carvalho, é relançado

 

A Unifor assina a nova edição do livro “O gerente endoidou”, publicação de Gilmar de Carvalho, que reúne ensaios sobre a propaganda cearense.

 

O evento de relançamento será nesta sexta-feira,  12 de abril, no Teatro Celina Queiroz, às 8 horas. O livro, cujo conselho editorial foi composto pelos professores Kalu Chaves Cavalcante, Cláudio Sena e Tarcísio Bezerra, é uma edição comemorativa, em momentos de festejos marcados pelos recém completados 20 anos do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade de Fortaleza.

 

O título do livro remete a um antigo bordão da publicidade cearense (“O gerente endoidou e o preço baixou”), um comercial histórico da Esmeralda, tradicional loja de variedades no Centro de Fortaleza. A frase inspirou o escritor e professor Gilmar de Carvalho, ainda em 1982, quando fez o primeiro ensaio do livro.

 

“Acreditamos ser de fundamental importância lembrarmos de nossa história, principalmente num cenário de mudanças tão frenéticas como o campo da comunicação. Temos o plano de continuar contribuindo para o registro e socialização desta memória com um projeto que estamos desenvolvendo”, ressalta a a professora Alessandra Oliveira, coordenadora da graduação.

Dentre as novidades desta edição está a inclusão de um novo capítulo, com reflexões sobre a publicidade na atualidade e a supressão de alguns anteriores, explica a professora Kalu Chaves, que enfatiza: “ele pode ser considerado como a obra que apresenta a mais significativa reflexão sobre a publicidade cearense sob o ponto de vista da cultura”.

 “A graduação de Publicidade e Propaganda da Unifor completou 20 anos e nesse processo planejamos uma série de ações que seriam interessantes para o curso. O relançamento dessa obra seria uma forma de contribuirmos para nossa área, valorizar o nosso mercado e deixar um legado para o curso”, relata o professor Tarcísio Bezerra, de Publicidade e Propaganda da Unifor.

Sobre o autor –  Gilmar de Carvalho graduou-se em Direito em 1971 e em Comunicação Social em 1972 pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Trabalhou em agências de publicidade (Scala e Mark). É Mestre em comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo (1991) e Doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC de São Paulo (1998),quando sua tese ganhou o prêmio Silvio Romero. Neste mesmo ano, ganhou o Prêmio Érico Vanucci Mendes, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Foi vencedor do Prêmio Rodrigo Melo Franco, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 2014, com a pesquisa “Rabecas de Tradição”. Sua área de interesse é o das relações entre a Comunicação e a Cultura. Fomenta e pesquisa atividades de ateliês xilográficos da região do Cariri como a Lira Nordestina, em Juazeiro do Norte, acompanhando a produção de várias edições de livros de cordel, álbuns de gravuras e matrizes.

 

Recomendado para você