Plínio Bortolotti

Ministro Pimentel demonstra contrariedade com estaleiro no Titanzino

392 9

Em visita hoje ao O POVO, o ministro da Previdência, José Pimentel [PT] manifestou-se sobre a polêmica do lugar onde deve ser instalado, no Ceará,  o estaleiro para a construção de navios gaseiros para a Petrobras.

Diferentemente do governador Cid Gomes [PSB] – que defende a construção na Praia do Titanzinho, no bairro Serviluz -, Pimentel avalia que Fortaleza “se prepara para ser uma cidade de serviços”.

“Todos são favoravéis ao estaleiro, a questão é a localização”, disse o ministro.

Segundo ele, o porto do Pecém foi construído para que fossem levados para lá “todos os equipamentos que pudessem dificultar a indústria do turismo”.

Ao ser confrontado com a informação se a licitação pelo menor preço já não teria pré-determinado o lugar do estaleiro, o ministro respondeu dizendo que “o debate é sobre quanto [o valor] o governo do Estado vai desembolsar”. Pimentel disse que a empresa vencedora da licitação quer a infraestrutura pronta para instalar a indústria “onde quer que seja [o local do estaleiro]”.

Comentário

Em outras palavras, anoto eu: pelo que diz o ministro, a empresa não exige que o estaleiro seja construído no Titanzinho, mas vai se instalar onde lhe entregarem a estrutura exigida. Pode ser em qualquer lugar do Ceará ou no litoral de outro estado.

Assim, as coisas não precisam ser postas, como faz o governador em forma de ultimato: “Ou é lá [no Titanzinho] ou não será no Ceará”.

O governo do Estado gastará mais, sem dúvida – a curto prazo -, se o estaleiro for para o porto do Pecém; mas a longo prazo o Fortaleza terá mais vantagens se o mostrengo não for construído na área urbana.

Senador

Sobre a sua possível candidatura a senador, o ministro José Pimentel fala com os cuidados de sempre, mas parece ser mais candidato do que nunca.

Ele disse que vai se desincompatibilizar do Ministério da Previdência no dia 2 de abril e que ficará “à disposição do partido”. Diz que a “tendência” é que ele seja candidato a senador, mas que a tarefa do partido para ele “pode ser outra”.

Recepção

O ministro José Pimentel e seu assessor, Franzé Ribeiro, foram recebidos em um almoço pela jornalista Luciana Dummar, presidente do Grupo de Comunicação O POVO, André Azevedo [diretor-geral de Operações], Demócrito Filho[diretor geral de Novos Negócios], Fábio Campos [coluna Política], Guálter George [editor de Política]; Manoella Monteiro [editora de Opinião]; Maryllene Freitas [rádio O POVO], Marcos Tardin [TV O POVO] e eu.

Recomendado para você