Plínio Bortolotti

Jornalismo de dados é a nova área de atuação de jovens jornalistas

Já se tornou um lugar-comum, porém continua sendo verdade: a crise dos jornais não significou o fim do jornalismo, pelo contrário.

Jovens profissionais vêm encontrando novas formas de exercer uma das mais velhas profissões do mundo fora das redações dos grandes meios de comunicação.

Segundo matéria publicada no portal da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), nos últimos vem surgindo novos empreendimentos relacionados ao jornalismo de dados.

Para a Abraji, pioneira na difusão da prática no Brasil, essa ferramenta é uma das principais formas de fortalecer investigações e facilitar a transmissão de determinadas informações.

Dois exemplos de novos empreendimentos:
Escola de Dados
> Volt

Veja a matéria completa, com outros links.

 

Recomendado para você