Política

Eunício evita críticas sobre aliança com Camilo: “Não falo sobre isso”

305 1
Aliança entre Eunício e Camilo tem novas mostras públicas (Foto: Aurélio Alves/Especial para O POVO)

Reaproximação entre Eunício e Camilo teve novas mostras públicas (Foto: Aurélio Alves/Especial para O POVO)

O senador Eunício Oliveira (PMDB) deu sinais de não se importar com críticas que vem recebendo sobre sua reaproximação com Camilo Santana (PT). Questionado sobre recente fala de Ciro Gomes (PDT), de que uma aliança entre petistas e peemedebistas no Ceará seria “mal vista”, o senador foi direto: “Não falo sobre isso”.

Na tarde desta sexta-feira, 8, Eunício participou de novo evento ao lado de Camilo, em almoço de fim de ano organizado pela Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec). Durante o evento, ele reforçou interesse em uma “aliança administrativa” com o governador e afirmou que só falará de eleições em 2018.

“É uma aliança administrativa, o governador sempre tem colocado isso de forma bem clara”, diz. “O meu propósito é de usar a força da cadeira de presidente de um dos três poderes da República para ajudar o Ceará. Com isso o cearense pode contar comigo sempre. 2018 nós vamos conversar em 2018”, afirma.

Críticas de Ciro

Na última segunda-feira, o pré-candidato à Presidência Ciro Gomes afirmou que, a preço de hoje, não vê possibilidade de um acordo entre Camilo e Eunício para a eleição. Questionado sobre o assunto, o ministro disse que “o povão não vai entender” a aliança porque “as diferenças são muito graves”.

“Se houver uma majoritária repulsa a essa aliança, nem vai ser bom para o Eunício nem vai ser bom para o Camilo, e os dois vão perceber que é melhor caminharem separados. Se, ao contrário, no tempo devido, houver aceitação, compreensão, e um apoiamento para isso, pode acontecer”, declarou. (com informações da repórter Irna Cavalcante)

Recomendado para você