Radar do Comércio

Porcentagem de endividados em Fortaleza é a menor desde abril de 2015

52.91.176.251 /radardocomercio/2017/09/21/porcentagem-de-endividados-e-menor-desde-abril-de-2015/
789 Seja o primeiro a comentar

Segundo IPDC, neste mês, o número foi de 18,8%. O instituto constatou também que 66,4% dos fortalezenses têm algum tipo de dívida. Veja detalhes…

Realizada pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Ceará (IPDC), a Pesquisa do Endividamento do Consumidor de Fortaleza, do mês de setembro, aponta aumento no número percentual de consumidores com algum tipo de dívida. Apesar disso, as contas em atraso e o índice de inadimplência tiveram bons resultados. O levantamento revela que cartões de crédito continuam sendo o principal instrumento de compra.

Com aumento de 2,7 pontos, em comparação ao mês anterior, 66,4% dos fortalezenses têm dívidas. No mesmo mês do ano passado, a taxa era de 60%. Já os consumidores da Capital com contas ou dívidas em atraso eram 20,9% em agosto último. Neste mês, o número foi de 18,8%, sendo o melhor resultado desde abril de 2015 (18,5%). Ainda de acordo com o levantamento, o tempo médio de atraso de pagamento de dívidas é de 65 dias.

Outro apontamento da pesquisa é o perfil do público consumidor. Segundo os dados, a maior parte dos consumidores inadimplentes são mulheres, com mais de 35 anos e renda familiar inferior a cinco salários mínimos.

Justificativa
A pesquisa busca entender os motivos para o não pagamento da dívida. De acordo com o levantamento,entre os entrevistados, a maior parte (57,6%) apontou como um dos motivos para a inadimplência o fato de que o valor da renda é menor que o total das contas. A segunda razão é o gasto com outros itens (30,1%) e a terceira, apresentada por 11,7% das respostas, é a contestação da dívida.

IPDC
O IPDC realiza pesquisas para auxiliar as atividades comerciais do Estado. São estudos regulares sobre comportamento do consumidor, expectativa econômica, endividamento e desemprego. Além disso, são promovidas pesquisas temáticas nas datas comemorativas que aquecem o comércio, como Dia das Mães, Dia dos Namorados e Natal.

A pesquisa de endividamento é realizada mensalmente. São analisados quatro aspectos: taxa de comprometimento da renda do consumidor; taxa de consumidores com contas ou dívidas em atraso; taxa de comprometimento da renda do consumidor; e taxa de inadimplência em potencial e planejamento financeiro e orçamento familiar.

Confira o resultado completo da pesquisa no site do IPDC

Recomendado para você