Ancoradouro

Faz 17 anos do "chute na santa"

665 110

Há 17 anos o Brasil assistiu a uma cena de intolerância religiosa. O então pastor da Igreja Universal do Reino de Deus, bispo Sérgio von Helder em programa que mantinha no ar na TV Record – o Despertar da Fé – criticou o feriado em honra à Nossa Senhora Aparecida e diante de uma imagem da santa disse insultos, chegando, inclusive,  a chutá-la e chamar de “boneco feio e desgraçado”.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=VpPwWEsk0OY[/youtube]

A cena provocou revolta não só aos fieis católicos. Autoridades como o então Presidente da República, Fernando Henrique Cardoso se pronunciou. ” O Brasil é um país democrático conhecido por sua tolerância (…) qualquer manifestação de intolerância fere seu espírito de união, bem como o seu espírito cristão”. Já o arcebispo do Rio de Janeiro, à época, disse, ” a não ser que controlássemos nossas emoções, haveria o risco de uma guerra santa”. Também afirmou que o governo federal seria em parte responsável pelos incidentes, por fazer (sem critérios, que não os políticos) as concessões públicas de rádio e televisão”.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil -CNBB condenou  a atitude, mas optou por uma postura de conciliação a fim de evitar  conflitos com membros de denominações evangélicas.

Boato de conversão do pastor 

Anos depois correu o boato de que o autor do “Chute na Santa” havia ficado doente da perna que desferiu pancada contra a imagem e teria sido atendido por uma enfermeira negra (a cor da santa) não identificada em hospital na cidade de  Nova

Imagem de Nossa Senhora Aparecida

Iorque com conversão posterior à fé católica. O pastor desmente a história. Desde o episódio, foi transferido para fora do país, a fim de evitar pagamento de pena pelo ato ofensivo. Continua como membro da Universal segundo site da denominação.

Intolerância recorrente 

Não é incomum episódios de pessoas geralmente ligadas a ramos evangélicos mais fundamentalistas invadir templos católicos  e quebrar imagens. A partir de uma interpretação primária e errônea da Sagrada Escritura conotam como idolatria o culto de veneração prestado pelos católicos aos santos. É parte basilar no doutrinamento de algumas seitas que todo católico é idólatra. Premissa que é repetida aos gritos por centenas de pregadores avulsos em locais públicos afrontando a liberdade religiosa.

Recomendado para você

110 Comentários

  • Alexandre disse:

    Não são os pastores que gritam dizendo que católicos são idólatras ou veneram imagens (que é a mesma coisa), mas sim a própria Bíblia. Só diz isso quem não lê Bíblia. É preciso ler a Bíblia e não doutrina humana.
    A Bíblia é a verdade Teológica, se alguém quer conhecer a Deus e o mundo de Deus é necessário ler a Bíblia, do contrário é impossível.
    Jo 8:32 E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.

  • Roger disse:

    Concordo que foi uma afronta do pastor, e sou contra a intolerãncia!
    Quanto a afirmação que todo católico é idolatra, eu não concordo! A não ser que ele atribue milagres a santos e a suas imagens, ou façam rezas ou suplicas, ou acreditem que estes possam ouvir e atender a algum pedido, pois assim estariam praticando a idolatria. Os atributos que só Deus tem que são: onipotência (pode todas as coisas, onisciência (sabe todas as coisas) e onipresença (está em todos os lugares).

  • edna disse:

    Quem conhece e crê na Biblia e nos 10 mandamentos sabe que um deles diz: NÃO FARÁS para ti IMAGENS DE ESCULTURA.
    Só ao Senhor teu Deus adorarás e só a Ele servirás.

  • Lilian disse:

    O chute na santa reflete a falta de amor e intolerância dos filhos de Lutero. Afinal de contas, os filhos de Lutero fazem as obras de Lutero.

    Não é por acaso que se dividem. Pois todos são “mestres” e ninguém suporta doutrina alheia.

    Quem é que pensando ser inspirado pelo Espírito Santo deseja receber instrução de algum tipo ?

    Cada crente é mestre de si mesmo. E ao contrário do que diz a Bíblia de que a fé vem pelo ouvir, a “fé” do protestante vem pela leitura privada que cada “intérprete” faz. E cada um faz a sua leitura a seu bel prazer.

    Cada um que distorce os textos sagrados discorda de outro “leitor e “intérprete” e logo a seguir surge o embrião de uma nova denominação sob a regência de um novo “Super Papa” “infalível”.

    Lutero resumiu bem o pensamento protestante que contaminaria cada um de seus súditos:

    “Quem não crê como eu está destinado ao inferno. O meu juízo e o juízo de DEUS são a mesma coisa.”

    Não há protestante que concorde integralmente com outro protestante em matéria de fé e doutrina. Todos possuem suas próprias “verdades”. E todos se dizem inspirados pelo Espírito Santo e todos discordam um dos outros usando a mesma Bíblia. E todos são “irmãos” em Cristo ainda que chamem uns aos outros de hereges.

    A única concordância entre protestantes é que todos odeiam a igreja Católica.

    Gostaríamos que algum protestante usando a Bíblia, explicasse as nossas dúvidas que se encontram abaixo. Mas temos a sensação de que não poderão faze-lo mais uma vez.

    A rotina protestante é usar a Bíblia para cobrar doutrina alheia e esquivar-se da mesma Bíblia para justificar sua própria doutrina.

    A prática protestante sugere fazer outras duas perguntas para cada pergunta que é feita ao protestante. O protestante passa para outro tema sem esgotar o primeiro e não se importa em cair em contradição. Nada lhe abala e nem mesmo o risco de perder sua salvação lhe remete a prudência e ao aprofundamento no estudo.

    Vamos ver se desta vez o protestante responde objetivamente o texto, usando a Biblia naturalmente, ao invés de fazer outro texto e outras perguntas com a promessa de que depois responderá com a Bíblia as perguntas que lhe foram feitas.

    Alias, nada nos surpreende no protestantismo.

    Sobre o tema em questão(o chute na santa), a coisa mais comum é encontrarmos textos favoráveis ao pastor de Macedo que chutou a santa.

    Ora bolas, no protestantismo não há coragem para assumir que não havendo concordância entre protestantes é óbvio que todos estão seguindo doutrinas humanas.

    É evidente que o Espírito Santo não pode soprar doutrinas diferentes e nem a Bíblia pode sugerir doutrinas distintas sobre um mesmo tema.

    E todos sabemos que Jesus é o mesmo ontem, hoje e eternamente. Jesus nunca muda. Jesus só tem uma opinião para cada tema e esta opinião é imutável.

    E ainda assim, mesmo que todos percebam as divergências escandalosas entre as 50.000 seitas, não se vê coragem para dizer o que deve ser dito e fazer o que deve ser feito. E todos “assumem” que existem vários “Jesuzes” ou um Jesus do tanto faz ou um Jesus que tem diversas e distintas opiniões para cada tema. E ninguém se importa com isto.

    E olha que estamos falando de salvação !!!

    Por que razão alguém que não teme perder sua salvação iria manifestar-se contra o ato infame do bispo de Macedo ?

    Pelo contrário, nos textos protestantes sobre o deplorável e repugnante episódio, percebe-se uma certa admiração favorável ao pastor que chutou a santa e que na ocasião era solado de Macedo…este mesmo Macedo que se auto intitula bispo e que defende o aborto. É este mesmo que pensa ser bispo e seus asseclas que parecem “recomendar” a admiração dos protestantes pelo ato de “bravura” e escárnio, deboche e sobretudo cinismo sobre a justa indignação católica.
    ======================================================

    A Bíblia e o Espírito Santo

    Toda e qualquer pessoa é capaz de interpretar a Bíblia corretamente ?
    A própria Bíblia proíbe a interpretação privada. Foi o que disse Pedro.

    Devemos escolher apenas o que desejamos seguir na Bíblia e rejeitar o que não gostamos, ou, devemos aceitar a Bíblia por inteira ?

    Mas digamos que todos pudessem fazê-lo. Façamos como os protestantes e evangélicos e ignoremos a proibição bíblica para a livre interpretação…

    Digamos que a tese protestantes está correta. Todo e qualquer homem com a “assistência” do Espírito Santo pode ler e interpretar a Bíblia.

    Assim, perguntamos:

    Quem está certo ? Os pregadores da prosperidade que são “assistidos” pelo Espírito Santo ou os seus opositores que também são “assistidos” pelo Espírito Santo ?

    Quem está certo ? O pregador do Aborto, o “abençoado” e idolatrado Macedo que, se diz inspirado pelo Espírito Santo ou todos aqueles que lhe condenam e que também se dizem inspirados pelo Espírito Santo ?

    Quem está certo ? O pregador do aborto que, devidamente “assistido” pelo Espírito Santo chamou de endemoniados os cantores evangélicos ou estariam certos os cantores chamados por tal pregador de endemoniados que, também “assistidos” pelo Espírito Santo disseram que tal pregador está desesperado com a fuga de fiéis de sua denominação ?

    Quem está certo ? Calvino que dizendo-se inspirado pelo Espírito Santo chamou de ignorantes e loucos que abusam das escrituras todos aqueles que atribuíram irmãos carnais a Jesus, ou, estariam certos os atuais seguidores de Calvino que, contrariando o mestre, mas dizendo-se “inspirados” pelo Espírito Santo consideram que Maria e José tiveram outros filhos carnais ?

    Quem está certo ? Marinho Lutero que “assistido” pelo Espírito Santo batizava crianças, ou, os evangélicos modernos que, dizendo-se inspirados pelo Espírito Santo, alegam que não se deve batizar crianças ?

    Quem está certo ? Marinho Lutero que, dizendo-se inspirado pelo Espírito Santo exclamou:
    “Meu DEUS o que eu fiz ? Um dia serão tantas seitas que nem poderemos contar. Cada cabeça será uma igreja”

    Ou certos estariam os evangélicos que dizem que todos podem interpretar a Bíblia corretamente (menos os católicos, é claro…) ?

    E se todos são inspirados pelo Espírito Santo, por que apenas os católicos não podem “interpretar” a Bíblia ? Onde está a proibição bíblica para a interpretação católica e onde está permissão bíblica para que toda e qualquer seita protestante possa interpretar a Bíblia a seu bel prazer ?

    Uma grande denominação brasileira propagou por anos que João Paulo II era a besta do apocalipse. Como se sabe, o pontífice morreu e nunca foi a besta do apocalipse. Tal denominação que está entre as maiores do país, dizia-se inspirada pelo Espírito Santo e repleta de “profetas”.

    Pergunta-se: Quem está errado ? A denominação que nunca esteve inspirada pelo Espírito Santo, portanto, a tese do livre exame é falha, ou, o próprio Espírito Santo enganou-se e passou aos ditos “profetas” informação errada ?

    Ou ainda, o crente que sabe deste descalabro e reconhece a falsa profecia, hipocritamente, finge que tudo está bem e que tais “profetas” e tal denominação ainda merecem crédito ?

    Eu gostaria de respostas objetivas e certeiras. E bíblicas. Nada de rodeios ou citações de versículos fora do contexto. Sem aquela costumeira embromação de pastor.

    Todo protestante diz que não há um só homem infalível em matéria de fé e doutrina. Está correto isto ?

    Se não há um só homem infalível em matéria de fé e doutrina, por que pretende o protestante pregar para os demais se quem lhe escuta deve acreditar antes que não há um só homem confiável em matéria de fé e doutrina ?

    Ou será que cada protestante se considera infalível para si mesmo e condena a infalibilidade apenas nos demais ?

    Se por um lado a Bíblia é a palavra infalível de DEUS, as interpretações privadas, conforme tese protestante, são passíveis de falhas.Ou não ? Toda e qualquer interpretação protestante está certa ?

    Mas se todos são inspirados pelo Espírito Santo na leitura da Bíblia, por que alguém precisa de pastor ? Basta ler a Bíblia com a assistência do Espírito Santo e o próprio leitor e “interprete” chegará às mesmas conclusões.

    Se todos usam a mesma Bíblia e todos são inspirados pelo mesmo Espírito Santo, por que se dividem a cada dia mais em igrejas divergentes entre si ?

    Por que alguém precisa de igreja evangélica estando salvo e sendo assistido pelo Espírito Santo em sua leitura privada ?

    Imagine alguém que já está “salvo” e tem a assistência direta do Espírito Santo. Frequentar uma igreja e ouvir pregações de homens que não são infalíveis, teoricamente, pode comprometer a salvação do eleito. E se salvação obtida não pode ser perdida, então aí mesmo que Bíblia, igreja, pastor e dízimos não servem para nada. Afinal de contas, salvação garantida é salvação que não pode ser perdida faça o que fizer o crente. E se ao contrário, salvação pode ser perdida, por certo a igreja protestante ou evangélica é o local mais perigoso onde o crente salvo e inspirado terá que conviver com pessoas que cometem falhas.

    Me expliquem, por favor, à luz da Bíblia, já que o protestante grita em alto e bom som: “Só a Bíblia”.

    A. Silva

  • Alexandre disse:

    Lilian,
    De que doutrina alheia você está falando, da católica.
    Bom! Se for essa doutrina que fez com que o papa Bento XVI renunciando depois que recebeu um dossiê de mais de 300 páginas com detalhes de práticas de pedofilia, corrupção, promiscuidade e o mapeamento de uma rede de prostituição homossexual dentro do Vaticano, realmente essa doutrina não é para ninguém, porque esse mau exemplo que a igreja católica dá ninguém merece. E cá para nós, isso não deve ter sido nenhuma novidade para ele não é mesmo, assim como não é novidade para mais ninguém. Oh Lilian, você só pode estar de brincadeira!

  • Alexandre disse:

    E aí Lilian,
    O que você tem a dizer?

  • Eloisa Dias Silva disse:

    De acordo com determinada teoria,as doutrinas romanistas nao estão presentes na BÍblia,mas desenvolvidas nos”gérmens”das Escrituras.Com isso,voltamos à questão da igreja como intérprete infalível,porque entre as inúmeras interpretação que se apresentam,necessitamos de uma autoridade capa de separar o verdadeiro do falso.Mas não há como descobrir os supostos gérmens das doutrinas plenamente desenvolvidas.Quando não há argumentos,declaram que a “Igreja as descobriu ali”,e isso é tudo.Outro ponto a considerar é que ,se a Igreja a tudo garante,o que garante a ela própria?Diz-se que recebemos as Escrituras sob autoridade da Igreja.Sim,sob a sua autoridade como testemunha,não como juiz.Se a Igreja tem autoridade de juiz,de onde ela obtém essa autoridade senão das Escrituras? Forma-se um círculo vicioso.Se os romanistas afirmam que devemos crer que as Escrituras são a Palavra de Deus antes de podermos crer na infalibilidade da Igreja,eles estão derrubando posição que defendem e estabelecendo o pensamento protestante,pois fazem das Escrituras a sua regra de fé,pelo menos nessa questão.E,se as Escrituras são a infalível regra de fé nesse artigo,por que não seriam também nos demais assuntos?A Igreja Católica Romana tem se comportado como uma tirana,tentando impor ao mundo suas deliberações soberbas e dogmas falíveis.(Dt 12.32):”Tudo o que eu te ordeno observarás:nada lhe acrescentarás nem diminuirás”.Nós,os cristãos evangélicos,temos as Escrituras como regra de fé e prática,e não defendemos a infalibilidade de interpretação da igreja.E também não odiamos os católicos coisa nenhuma…..

  • Eloisa Dias Silva disse:

    O catolicismfendeu-se várias vezes,mas as mais notáveis foram o cisma do ano 869 dando origem aos Ortodoxos e em 1517 quando Martinho Lutero rompeu com o Catolicismo Romano.Era monge exemplar,inteligente,foi despertado pelo texto bíblico que diz;;O justo viverá pela fé.(Rom.1.17).Entendeu-se que a salvação ganhava-se pela fé e não pelos ritos,sacramentos e penitencias da Igreja Católica.Isso mudou toda sua vida!Papas,bispos e padres conseguiram gradativamente destronar Deus e Cristo do coração dos católicos substituindo-os pela devoção ás imagens e pelo culto a Maria.O apóstolo Paulo previu invenção pecaminosa dizendo:”Mudaram a verdade de Deus,honrando e servindo mais a criatura que o criador.”(Rom.1.25).-Os erros levam séculos para serem assimilados:A “Ave Maria”,reza introduzida pelo Papa João XXII,ano 1317 é uma mistura de textos bíblicos com doutrina espírita por que a expressão “Rogai por nós na hora da nossa morte” é estranha na Bíblia cristãos jamais apelaram aos mortos mesmo tratando-se de santos..-Há 2 igrejas em evidência no Brasil,a Católica Romana e as demais Igrejas Cristãs.O Catolicismo estrutura-se em” ordens religiosas” sob a direção do Papa seu chefe visível e as demais Igrejas Cristãs apresentam-se em denominações não “seitas” todas com uma só base,a Bíblia.

  • Lilian disse:

    Minha Igreja tem pecadores. Minha Igreja tem escândalos.

    E o melhor de tudo foi Jesus quem nos avisou. Disse ele que os escândalos eram inevitáveis.

    Se tua Igreja não tem pecadores, talvez não seja a Igreja de Jesus.

    E Jesus antecipou a sentença daqueles que causa escândalos.

    Assim quem fez de Lutero alguém necessário é um tremendo idiota que não creu na promessa de Jesus.

    Imagina então quem faz de Malafaia, Soares ou Macedo como sendo necessários ???

    O Papa renunciou ?

    Que desapego ao poder ! Igualzinho aos adoradores do dinheiro e pagadores de dízimos protestantes.

  • Lilian disse:

    Resposta ao Sr.Alexandre,

    O protestante tropeça nas próprias pernas. Passaram 08 anos acusando Bento XVI de tudo. Agora o elogiam pela renúncia para então atacarem aos demais. Dizem que ele ficou com nojo do que descobriu.

    Mas se ele era cúmplice por que encomendou o dossiê ?
    Ou será que o dossiê caiu no colo de Bento XVI ? Quem pediu a investigação ?

    Uma hora elogiam, outra hora criticam. Vai sempre de acordo com a vontade do protestante.

    Assim eles fazem com a Bíblia. Tem hora que gostam do texto e tem hora que não gostam e então fingem que não leram ou não sabem.

    Tem hora que batem palmas para Luteros e Calvinos. Mas ninguém permaneceu com eles.

    Babam o ovo de Lutero pelo ódio ao catolicismo. Mas o renegam nos sacramentos e no amor a Virgem Maria.

    Puxam o saco de Calvino pelo ódio que tinha de Lutero. Mas o negam quando defende a virgindade perpétua de Maria.

    Uma hora dizem que a Igreja Católica é tradicional, dogmática e que precisa modernizar-se.

    Depois acusam a mesma Igreja de ter modificado a doutrina e introduzido conceitos e dogmas.

    Uma hora Bento XVI é o pior dos homens.

    E agora vem o Alexandre e sugere que ele ficou indignado com o que descobriu.

    Alexandre literalmente acha que o dossiê é obra do acaso. Ele nem se pergunta quem o encomendou. Deve imaginar que foi o Edir Macedo.

    Era só ele não encomendar dossiê algum. Era só fingir que não recebeu. Era só rasgar.

    E os cardeais que produziram o dossiê ?

    São bons ou são ruins ? Ele também não explica. Deixa no limbo.

    Para o momento são bons porque teriam tornado públicos escândalos da Igreja.

    Quando for interessante serão maus. Vai de acordo com a vontade de cada protestante.

    Afinal Alexandre. Não eram vocês que diziam que o papa era a besta do apocalipse ou o chefe das bestas ?

    Por que alguém com esta fama se importaria com escândalos na sua própria igreja ?

    E por que renunciaria ?

    Decida-se sobre o que pensa e o que pretende criticar. Não escolha momentos. Seja coerente.

    Afinal de contas, os “profetas” são vocês. Foram vocês que disseram que João Paulo II era a besta do apocalipse. Foram vocês que marcaram a volta de Jesus para 2007.

    E como se sabe, quando um protestante profetiza, acontece tudo, menos a profecia que ele disse que iria ocorrer.

  • Alexandre disse:

    É Lilian, de fato quanto mais o tempo passa mais eu percebo quanto o católico é carente e ignorante acerca da Palavra de Deus. E você como sempre sem respaldo teológico nenhum, mas como sempre vou lhe ajudar.

    Com a renúncia do papa, muitas pessoas perguntaram sobre a relação do papa com profecias bíblicas. Qual a relação do papa com o anticristo? E com a besta? E com a Grande Prostituta? O papado foi profetizado nas Escrituras? Alguns sites chegaram ao ponto de encaixar a renúncia do papa Bento XVI na profecia dos oito reis em Apocalipse 17 para, com base nisto, argumentar que o próximo papa será o anticristo.

    Se queremos, de fato, aprender sobre o anticristo, devemos nos voltar para a Bíblia e não para teorias de conspirações fantasiosas. É uma pena que tantos cristãos se permitem envolver com especulações proféticas completamente baseadas em devaneios e fantasias, sem qualquer compromisso com uma interpretação coerente, lógica e sadia dos textos bíblicos.

    A maioria das pessoas hoje imagina o anticristo como um líder político que irá dominar o mundo inteiro no futuro. Mas esta não é a definição que a Bíblia dá para a palavra anticristo. Primeiro, a palavra anticristo só aparece em dois livros da Bíblia – nas duas primeiras cartas de S. João. Contrário ao que muitos pensam, a palavra anticristo não aparece no Apocalipse. Portanto, se queremos entender sobre o anticristo, precisamos começar com I e II João.

    E agora, senhora, rogo-te, não como se escrevesse um novo mandamento, mas aquele mesmo que desde o princípio tivemos: que nos amemos uns aos outros. E o amor é este: que andemos segundo os seus mandamentos. Este é o mandamento, como já desde o princípio ouvistes, que andeis nele. Porque já muitos enganadores entraram no mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em carne. Este tal é o enganador e o anticristo. Olhai por vós mesmos, para que não percamos o que temos ganho, antes recebamos o inteiro galardão. Todo aquele que prevarica, e não persevera na doutrina de Cristo, não tem a Deus. Quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto ao Pai como ao Filho. Se alguém vem ter convosco, e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem tampouco o saudeis. II João 1.5-10

    Aqui nós aprendemos que o anticristo não é um indivíduo único. “Esse tal”, que é “o anticristo”, são os “muitos enganadores” que “entraram no mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em carne”. Portanto, “o anticristo” não pode ser entendido como um único indivíduo e sim como sendo os “muitos enganadores”.

    Entendeu! Caso queira Lilian, posso aprofundar sobre este tema, para que você aprenda um pouco, e assim não fale bobagem para não passar mais vergonha.
    E outra, o vaticano é um Estado rico e poderoso e o que envolve tanto dinheiro eles não mudam, como por exemplo, os padres não poderem casar, etc… Mais este assunto fica para depois, nós sabemos que o papa renunciou porque não aguentou a pressão de tanta humilhação da igreja.

  • jesus disse q sejamos um,q cristaos sao vçs? doutrina se respeita e nunca discute,mas e JESUS CRISTO O CAMINHO A VERDAE E A VIDA, e sua duvidas,acusaçoes, essa sabedoria humana em relaçao aos misterios de DEUS SO O ESPIRITO SANTO DE DEUS LHES REVELARA disse:

    UNIDADE EO Q PRECISA ENTRE NOS CRISTAOS

  • Alexandre disse:

    Doutrina sempre se discute amigo, o que não se discute é a inerrante Palavra de Deus. O homem é falho, mas Deus é Perfeito.

  • Alexandre disse:

    Doutrina sempre se discute, o que não se discute é a inerrante Palavra de Deus.

  • Ir jonas disse:

    O povo veio a Moisés e disse-lhe: “Pecamos, murmurando contra o Senhor e contra ti. Roga ao Senhor que afaste de nós essas serpentes.” Moisés intercedeu pelo povo,
    8. e o Senhor disse a Moisés: “Faze para ti uma serpente ardente e mete-a sobre um poste. Todo o que for mordido, olhando para ela, será salvo.”
    9. Moisés fez, pois, uma serpente de bronze, e fixou-a sobre um poste. Se alguém era mordido por uma serpente e olhava para a serpente de bronze, conservava a vida.
    Moisés voltou junto do Senhor e disse: “Oh, esse povo cometeu um grande pecado: fizeram para si um deus de ouro.
    32. Rogo-vos que lhes perdoeis agora esse pecado! Senão, apagai-me do livro que escrevestes.”
    33. O Senhor disse a Moisés: “Aquele que pecou contra mim, este apagarei do meu livro.
    Farás dois querubins de ouro; e os farás de ouro batido, nas duas extremidades da tampa, um de um lado e outro de outro,

    quem é que intercede pelo povo?, quem manda olhar para a serpente de bronze como icone? quem é que manda colocar sobre a arca as imagens de 2 querubins? quem é o Deus de abraão de Isaac e de Jacó? Ele é Deus dos mortos ou dos vivos?

  • Lilian disse:

    Alexandre, você precisa decidir-se.

    Os evangélicos gritam que a Bíblia não fala em papado, Depois sugerem que o papa é o anti cristo ou a besta.

    Os evangélicos dizem que a Bíblia não fala em Igreja Católica. Depois dizem que ela é a Babilônia bíblica.

    Afinal de contas Alexandre contraditório e mestre de si mesmo, a Bíblia fala ou não em papado ou Igreja Católica ?

    Passar vergonha ???

    Não há problema. Quero salvação. Não quero vencer o debate bíblico.

    2.000 anos atrás os doutores e “sábios” também recusaram Jesus Cristo.

    E os doutores de hoje recusam a igreja que ele fundou e seguem as seitas dos homens.

    Judas era erudito. Pedro era ignorante. E conhecemos os destinos de ambos.

    Diferente da Bíblia que ensina que a fé que vem pelo ouvir, tua “fé” vem pela leitura privada da Bíblia.

    E como a minha Bíblia me ensina que interpretação alguma é de caráter particular, tal como o eunuco da rainha, clamo por explicação.

    Mas não fique exultante Alexandre.

    A explicação que eu quero não virá de ti. Mas virá da coluna e sustentáculo da verdade que pela Bíblia é a Igreja.

    Alexandre permaneça guiando outros como você. E assim se cumprirá parte das profecias bíblicas.

    Ou então, seja súdito do macedo, santiago, malafaia ou soares e assim se cumprirá: “Atrás de toda a sorte de novidades ajustarão mestres para si.”

    Escolha.

    Afinal de contas o que são as seitas protestantes além do hábito de fazer escolhas ?

    Cada qual escolhe a sua doutrina e o próprio Cristo que deseja seguir.

    Cada qual escolhe o que deseja do evangelho e recusa aquilo que não gosta.

    Cada qual escolhe o que deseja de cada reformador e descarta aquilo que não gosta.

    Sobre a renúncia do papa, é desconcertante comentar a “certeza” que você tem dos motivos da renúncia do papa Bento XVI.

    Você realmente pretende que todos acreditem que você conhece as entranhas do Vaticano ?

    Que lavagem cerebral que estes pregadores televisivos fizeram neste país !

    Lamentável.

    E o interessante que o antes repudiado Bento XVI agora é visto como alguém indignado com tanta “sujeira.”

    O gente eternamente contraditória. A crítica pela crítica.

    O que fazer ???

    Deve ser duro comparar a colossal teologia de Ratinzger com a boçalidade de um santiago ou abortismo cretino de um macedo. Ou quem sabe, a cobiça desmedida de um malafaia ou ainda a blasfêmias de Soares.

    É duro concluir que estamos do lado errado.

    Eu passei por isto durante quase 20 anos.

    Mas como não era mestre pus-me a disposição do Senhor para que ele me mostrasse a verdade.

    E assim ao invés de fazer o favor de aceitar Jesus, não fui pretenciosa(minha única virtude) e deixei que a profecia se cumprisse: “Não fostes vós que me escolhestes, mas eu escolhi a vós.”

    Passar bem Sr.Teólogo e vaticanista renomado com profundo conhecimento bíblico e teológico.

  • Anderson disse:

    Sobre a frase do Sr.Alexandre acima: “Doutrina sempre se discute, o que não se discute é a inerrante Palavra de Deus.”

    Concordo. A palavra de DEUS é inerrante.

    O que não é infalível são as milhares de interpretações divergentes e contraditórias de cada cabeça protestante e de cada seita.

    Uma coisa é o que DEUS disse e outra coisa é o que o pastor entendeu de sua deficiente e imprudente leitura bíblica.

    Por isto é que se diz: “Igreja, coluna e sustentáculo da verdade”.

    Cada pregador protestante se diz inspirado pelo Espírito Santo em sua leitura bíblica.

    Mas cada um chama os demais de hereges.

    Qual deles está certo se todos divergem e todos ao mesmo tempo se dizem inspirados ?

    Por tudo isto se diz: “A letra mata, mas o espírito vivifica.”

  • Anderson disse:

    Sobre o chute na santa.

    Edir Macedo fez súditos neste país.

    Hoje todos querem se separar dele.

    Mas foi graças a ele que os desconhecidos saíram do anonimato para as telas de TV.

    Macedo abriu espaço para muitos dos falsos profetas que andam por aí.

    Como seu declínio é visível, todos parecem querer distância do mestre.

    Mas que ninguém se engane.

    Mesmo criticado, Edir é copiado por seus súditos.

    O chute na santa continua ecoando vários anos depois.

    Hoje os ataques a Santíssima mãe de DEUS são menos agudos, porém não menos repugnantes, nojentos e injustos.

    Ora, os filhos de Macedo só podem fazer as obras de Macedo.

    Os filhos de Von Helder fazem as obras de Von Helder.

    Embora não digam textualmente, os seguidores de pastores tem por ambos hereges admiração e respeito.

    E este “respeito” não decorre das teologias espúrias que aqueles ensinam, mas em função das agressões e violências cometidas contra a santíssima mãe do redentor do gênero humano.

    Mas que ninguém esqueça.

    Aquele que é o melhor de todos os filhos, acaso desprezaria sua mãe ?

    Aquele que é o melhor cumpridor dos mandamentos de seu altíssimo pai, acaso deixaria de honrar sua mãe ?

    Quer agradar ao filho ? Então imite a mãe.
    Quer agradar a mãe ? Então adore ao filho.

  • Alexandre disse:

    Lilian,
    Sobre esta questão do papa, já lhe respondi mas não custa nada ensinar aos pobres de conhecimento!
    Com a renúncia do papa, muitas pessoas perguntaram sobre a relação do papa com profecias bíblicas. Qual a relação do papa com o anticristo? E com a besta? E com a Grande Prostituta? O papado foi profetizado nas Escrituras? Alguns sites chegaram ao ponto de encaixar a renúncia do papa Bento XVI na profecia dos oito reis em Apocalipse 17 para, com base nisto, argumentar que o próximo papa será o anticristo.
    Se queremos, de fato, aprender sobre o anticristo, devemos nos voltar para a Bíblia e não para teorias de conspirações fantasiosas. É uma pena que tantos cristãos se permitem envolver com especulações proféticas completamente baseadas em devaneios e fantasias, sem qualquer compromisso com uma interpretação coerente, lógica e sadia dos textos bíblicos.
    A maioria das pessoas hoje imagina o anticristo como um líder político que irá dominar o mundo inteiro no futuro. Mas esta não é a definição que a Bíblia dá para a palavra anticristo. Primeiro, a palavra anticristo só aparece em dois livros da Bíblia – nas duas primeiras cartas de S. João. Contrário ao que muitos pensam, a palavra anticristo não aparece no Apocalipse. Portanto, se queremos entender sobre o anticristo, precisamos começar com I e II João.
    E agora, senhora, rogo-te, não como se escrevesse um novo mandamento, mas aquele mesmo que desde o princípio tivemos: que nos amemos uns aos outros. E o amor é este: que andemos segundo os seus mandamentos. Este é o mandamento, como já desde o princípio ouvistes, que andeis nele. Porque já muitos enganadores entraram no mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em carne. Este tal é o enganador e o anticristo. Olhai por vós mesmos, para que não percamos o que temos ganho, antes recebamos o inteiro galardão. Todo aquele que prevarica, e não persevera na doutrina de Cristo, não tem a Deus. Quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto ao Pai como ao Filho. Se alguém vem ter convosco, e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem tampouco o saudeis. II João 1.5-10
    Aqui nós aprendemos que o anticristo não é um indivíduo único. “Esse tal”, que é “o anticristo”, são os “muitos enganadores” que “entraram no mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em carne”. Portanto, “o anticristo” não pode ser entendido como um único indivíduo e sim como sendo os “muitos enganadores”.
    MAIS UMA VEZ!

  • Alexandre disse:

    Para o Sr. Anderson,
    1º lugar, nós evangélicos queremos deixar bem claro que não temos nada a ver com o Sr. Edir Macedo. Os evangélicos entendem que o Sr. Edir Macedo perdeu o foco, perdeu a visão. Não concordamos com adoração a imagens, mas o chute na imagem não é característica do povo de Deus. Temos divergências no campo de ideias, mas com respeito.
    Para deixar claro, o homem pode errar, por isso que a Bíblia é a inerrante Palavra de Deus, é lendo a Bíblia que o cristão não erra, por exemplo dizendo que Maria é mãe de Deus. Quem lê a Bíblia não diz um absurdo desse. Jesus nos ensinou quem sem a leitura da Bíblia é impossível conhecer a Deus e o mundo de Deus!

  • Anderson disse:

    Caro Sr.Alexandre, dizer que vocês não tem nada a ver com o Macedo é uma brincadeira.

    Desculpe-me. Quando surgem as estatísticas e pesquisas do IBGE que somam todos os evangélicos como se fosse uma só igreja, não há ninguém entre vocês que trate de fazer separação.

    Pelo contrário. Todos vibram com os percentuais alcançados. E nesta suposta “una” Igreja Evangélica não tem só o macedo, mas todo o saco de gatos que você quiser. E ninguém reclama. E quando vocês se encontram todos chamam uns aos outros de irmãos em Cristo.

    Sobre os erros humanos: Você não foi ao ponto.

    A palavra de DEUS é inerrante. Todos concordamos com isto.

    Quem não concorda com isto são vocês evangélicos.

    Uns guardam o sábado e outros guardam o domingo. Uns acatam o divórcio e outros o repudiam. Uns batizam e outros não batizam. Uns pregam teologia da prosperidade e outros chamam de trouxas ou idiotas aqueles que não pregam.

    Uns praticam unção do chulé, unção da meia, unção da vaca, unção do zoológico, unção da vassoura, transferência de unção, troca de anjo da guarda, culto das princesas, fogueiras santas. E muitos criticam tudo isto.

    Vocês é que não concordam em matéria de fé e doutrina. Isto é fato meu caro. Você só não percebe se não quiser perceber.

    Não podem ser doutrinas contraditórias e que fazem oposição umas as outras doutrinas inspiradas pelo Espírito Santo. Convenhamos. Isto é básico. O Espírito Santo não pode ensinar doutrinas diferentes para mim e para você a partir do mesmo texto. Não é possível que você acredite e aceite isto.

    E você dizer que a Bíblia diz isto ou aquilo para nós católicos não significa nada.

    Nós não seguimos Lutero. Ou você não sabe disto ?

    Se fosse pastor saberíamos que você está fingindo que não sabe. É exatamente este o pulo do gato dos pastores protestantes para engarem seus súditos.

    Mas acho que você não é pastor. E também não acho que você seja alguém de má-fé. Sinceramente, entendo que você como eu seja um apaixonado pelo evangelho.

    Caro Alexandre,

    Lutero ficou de um lado e a Igreja de outro.

    Lutero foi quem criou o critério “Só a Bíblia” que é Sola Scriptura em latin.

    A Igreja não segue Lutero. Se seguisse ele não teria saído da Igreja.

    Cobrar de nós o critério Só a Bíblia é desonestidade intelectual.

    Seria o mesmo que cobrar de você doutrina que é ensinada pela tradição.

    Ora, se você é protestante ou evangélico, eu tenho que saber que você não se utiliza da tradição.

    Antes de ensinar tradição a você, tenho que provar que a tradição é tão importante quanto a palavra escrita.

    Não é justo Alexandre ?

    Você quer empurrar goela abaixo o critério inventando por um protestante e que é exclusivo para os protestantes.

    Não somos protestantes Alexandre. Você não sabe disto ?

    Jesus não ensinou Sola Scriptura.
    Os apóstolos não ensinaram Sola Scriptura.
    A Bíblia não ensina Sola Scriptura.
    A Igreja não ensina Sola Scriptura.

    Quem ensinou ?

    Foi Lutero.

    Quem segue Lutero ?

    Os protestantes.

    Ficou claro Alexandre ?

  • Alexandre disse:

    Anderson,
    Você tá parecendo até a Lilian, mas vamos lá, vou lhe ensinar também, afinal de contas é para isso que os evangélicos estão aí, para ensinar as verdades do Evangelho.

    1º Sobre as tradições e a Bíblia como única regra de fé.
    Sabemos que toda instituição possui suas tradições, usos e costumes, e que em alguns casos essa tradição é salutar: Então, irmãos, estai firmes a retende as tradições que vos foram ensinadas, seja por palavra, seja por epístola nossa (2 Ts 2.15). E louvo-vos, irmãos, porque em tudo vos lembrais de mim, e retendes os preceitos como vo-los entreguei (1 Co 11.2) e: Por cuja causa padeço também isto, mas não me envergonho; porque eu sei em quem tenho crido, e estou certo de que é poderoso para guardar o meu depósito até aquele dia. Conserva o modelo das sãs palavras que de mim tens ouvido, na fé no amor que há em Cristo Jesus. Guarda o bom depósito pelo Espírito Santo que habita em nós (2 Tm 1.12-14). No entanto, quando essa tradição contradiz as Sagradas Escrituras, ela deve ser rejeitada: Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fortes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais (1 Pe 1.18). A tradição pode tornar-se uma traição ao Evangelho: E assim invalidastes, pela vossa tradição, o mandamento de Deus (Mt 15.6). E, sem dúvida nenhuma, um outro evangelho como o apóstolo Paulo escreveu: Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema (Gl 1.8). A Igreja Católica Romana no Concílio de Tolosa, em 1222, proibiu a leitura da Bíblia aos leigos, passando a tradição a ter mais autoridade do que a Palavra de Deus. Essa proibição antibíblica do catolicismo romano nos remete à advertência do Senhor Jesus aos judeus: Em vão, porém, me honram, ensinando doutrinas que são mandamentos dos homens; porque, deixando o andamento de Deus, retendes a tradição dos homens; como o lavar dos jarros e dos copos; e fazeis muitas outras coisas semelhantes a estas. E dizia-lhes: Bem invalidais o mandamento de Deus para guardardes a vossa tradição (Mc 7.7-9). A Bíblia é a Palavra de Deus. Ex: (Dt 6.6-7; 31.11-12; Js 1.8; Is 34.16; At 17.11; 2 Tm 3.15-17).

    Agora sobre Sola Scriptura.
    Reforma Protestante de Sola Scriptura, Sola Gracia, Solo Cristus e Sola Fides foi um apelo dramático ao retorno às Escrituras Sagradas como única regra de fé e prática. Foi por questionar os dogmas papistas que muitos foram torturados e outros pagaram com a vida. É difícil entender como os herdeiros da Reforma comungam com um Evangelho rejeitado pelos reformadores.
    Aprendeu! Não? Qualquer dúvida, fala comigo que eu te respondo.

  • Lilian disse:

    Sobre as profecias protestantes que nunca se cumprem e sobre os “profetas” protestantes que nunca acertam e ainda assim continuam sendo ouvidos, podemos dizer:

    a)Jargão popular – Cada povo tem o profeta que merece.

    b)Bíblia Sagrada – “…atrás de toda a sorte de novidades, ajustarão mestres para si.”

    E repetimos o que já foi dito: “Foram os protestantes que disseram que João Paulo II era a besta do apocalipse. Foram os protestantes que marcaram a volta de Jesus para 2007.”

    E como sabemos, quando um protestante profetiza, normalmente acontece tudo, menos a profecia que ele disse que iria acontecer.

    Pelos frutos conhecemos a árvore.

  • Anderson disse:

    Alexandre, quem está falando de anti cristo ??? E quem acusou os protestantes de serem os tais ???

    Minha Igreja ensina o contrário. Diz que todo aquele que confessa Jesus Cristo como Senhor e o DEUS uno e trino deve ser justamente chamado de cristão. Do que você está falando afinal ?

    Sobre o Sola Scrpitura. Você fala em dogmas papistas ???

    Os dogmas são da Igreja. Não são papistas.

    Retorno a fé ??? Como assim ?

    Unção do chulé, unção da vassoura, unção da vaca, unção do zoológico, unção do chifre, teologia da prosperidade, troca de anjo da guarda, transferência de unção, adoração da arca da aliança, evangelho judaízante…

    Tem certeza de que tudo isto é retorno a fé ?

    Você não pode estar falando sério.

    Veja o que Lutero disse: “Meu DEUS o que eu fiz ? Um dia serão tantas seitas que nem poderemos contar. Cada cabeça será uma Igreja.”

    E depois ainda lamentando disse Lutero:

    “Chegará o dia em que deveremos trazer de volta os concílios católicos para que o povo saiba no que se deve crer como fé verdadeira. Uns guardam o sábado e outros guardam o domingo. Uns querem isto e outros querem aquilo. Uns batizam e outros rejeitam o batismo.”

    Este dia já chegou Alexandre. Só quem não quer enxergar é que não enxerga mesmo.

  • Barão disse:

    Logo logo vai chegar

  • Alexandre disse:

    Para o Anderson e Lilian,
    Vamos ao que interessa de fato, sem blá, blá, blá, que é o que vocês adoram fazer quando não tem argumento Teológico para refutar. Já estou acostumado com os católicos.
    Segue somente um pouco sobre a religião que vocês professam e nem conhecem.
    A igreja católica se afastou das verdades da Bíblia Sagrada, por interesses próprios. Busque o conhecimento da sua religião que você vai saber do que eu estou falando.
    Vou lhe dar só uma pequena amostra do que foi introduzido de bobagens pela igreja católica ao longo dos séculos, + de 40 introduções que não tem nada a ver com a Bíblia, vou lhe dar só uma amostra, para você ficar curioso e procurar estudar mais sobre sua religião.
    1 – Século 4º – Oração pelos mortos e sinal da cruz no ano 400;
    2 – Século 5º – Maria proclamada mãe de Deus, ano 431;
    3 – Século 6º – O dogma do purgatório começa a ser ensinado, ano 593;
    4 – Século 8º – Início do culto de imagens e de relíquias, ano 789;
    5 – Século 9º – Canonização dos santos, ano 880, etc…………………….
    Me diga aonde eu encontro isso na Bíblia, e olha que isso é só uma parte hein!
    Cuidado para não perder tempo, porque na Bíblia você não vai achar isso aí, nunca, mas se quiser tentar, boa sorte. Há, já ia me esquecendo, isso tudo aí e muito mais você encontra só na tradição católica, porque foi o homem que inventou.
    O Senhor Jesus Cristo nos ensinou que sem a leitura da Bíblia é impossível conhecer a Deus e o mundo de Deus.

  • Lilian disse:

    Alexandre, eu fiz algumas poucas perguntas que você nunca respondeu. Fiz mais de uma vez e como bom protestante você fugiu dos temas.

    Então não temos mais nada para debater.

    Passar bem.

  • Alexandre disse:

    É lógico que não tem nada para debater, não tem respaldo teológico!
    Não me lembro de não ter respondido as suas colocações, pelo contrário, se você der uma olhada em todo o blog, o que mais fiz foi refutar suas colocações sem sentido ou simplesmente tradicionalismo católico. Eu respondo dentro da Bíblia, não sou como vocês que querem fazer pergunta em cima de outra pergunta. Sabe porquê? Torno a dizer vocês não tem respaldo teológico, e quando uma pessoa não tem respaldo para refutar, faz como você Lilian, como todas as vezes que você quer fugir de um assunto que não sabe. Diz que não temos mais nada para debater.
    Nesta postagem minha acima do dia 19/08 eu coloquei somente 5 itens, dos mais de 40 inseridor pela igreja católica e vocês não sabem responder?
    Faz o seguinte:
    Me amostra aonde eu encontro isso aí na Bíblia que eu postei dia 19/08, que eu paro de postar neste blog. Mas vê se não enrola não tá bom, amostra na Bíblia dando texto e contexto.

  • Lucia Mendes disse:

    Alexandre, como teólogo por que você não começa dando aula de teologia para teus próprios pares ?

    Macedo está pregando a favor do aborto.
    Silas prega a favor da prosperidade.
    Santiago prega a heresia de Ário.
    Soares prega a confissão positiva.
    Terra Nova prega o perdão a DEUS e a regressão ao útero materno.
    Ana Paula Valadão prega a unção do zoológico.
    Casal Hernandez….ninguém sabe o que eles pregam.

    Comece por eles. Tira primeiro a trave dos olhos deles.

    E como é possível acreditarmos em você ?

    Você diz que não há infalíveis. E se não há infalíveis, por que deveríamos acreditar em você ?

    Se temos a Bíblia por que precisamos de Alexandre ?

    Ou será que você Alexandre é o único infalível ?

    Alexandre, se você conseguir converter os profetas acima que mencionei e traze-los para o verdadeiro evangelho de Cristo, eu da minha parte prometo vou considerar o que você disser.

    Do contrário, faça um favor a todos e procure outras bandas. Aqui tua ladainha da IURD ou adventista não vai colar.

  • Alexandre disse:

    Para Lucia,
    Bom, em 1º lugar o católico não lê a Bíblia, porque se lesse, não viveria nessa mentira humana como mencionei uma parte delas no post do dia 19/08;
    2º lugar não sou infalível, somente creio na Palavra de Deus;
    3º Se você lesse a Bíblia que é a inerrante Palavra de Deus, saberia que quem converte e convence o homem do seu pecado, da justiça e do juízo de Deus, é a Palavra de Deus através do Espírito Santo;
    4º lugar, vocês não perdem a mania de perguntar em cima de outra pergunta, responde o que postei dia 19/08.
    5º lugar, não pertenço a nenhuma seita nem heresia, sou membro da Assembléia de Deus, não sou da igreja apóstata (católica).
    Agora vamos para um dado interessante:
    O cristão de verdade não seguem a homens, nós temos líderes que devem estar de acordo com a Palavra, temos que olhar para Jesus Cristo que é perfeito, mas já que você mencionou alguns líderes evangélicos, vamos aos católicos.
    1 – Assim que o Papa Francisco assumiu, ele declarou que havia um “lobby gay” no Vaticano. Pelo jeito da palavra dúbia que ele declarou, parece que ele cedeu a este lobby. Faltou ao papa condenar o pecado, segundo o que a Bíblia diz e como todos sabem, a Bíblia é o manual de fé e regra dos cristãos. Faltou ao Papa a firmeza de dizer que a prática homossexual é pecado. Uma maneira subjetiva e covarde de não assumir uma posição firme que a Bíblia não negocia.
    A Bíblia é o maior instrumento de fé (romanos 10.17), o maior instrumento de santificação (João 17.17), o maior instrumento para se conhecer a Deus (Oséias 6.3 e 4.6), o único instrumento que blinda contra o pecado (Salmos 119.11). Em toda a passagem do Papa pelo Brasil, com toda a mídia em seu favor, em nenhum momento ele pede para os fiéis lerem a palavra de Deus.
    Veja o que Jesus fala sobre isto: (João 5.39) “Examinai as escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam”. Não é o sacerdote que leva o povo a Deus e sim a sua palavra.
    2 – Papa Bento XVI: O papa Bento XVI renunciou depois que recebeu um dossiê de mais de 300 páginas com detalhes de práticas de pedofilia, corrupção, promiscuidade e o mapeamento de uma rede de prostituição homossexual dentro do Vaticano. O que não deveria ser nenhuma novidade para ele!
    3 – A Arquidiocese de Boston famosa por casos de pedofilia pede a fiéis que voltem, O esvaziamento das igrejas da diocese ocorreu após ela ter ficado famosa por causa das dezenas de padres pedófilos que ali agiam impunemente ao longo de anos;
    4 – A Justiça condenou o bispo Piergiorgio Albertini 72 anos, do Amazonas, a nove anos de prisão em regime fechado por ter molestado crianças que frequentavam a casa paroquial de Cristo Rei, em Boba, a 215 km de Manaus. A sentença foi do juiz Eliézer Fernandes Júnior;
    5 – Luiz Carlos Barbosa Ângelo está processando Bento 16 na Justiça Federal da Paraíba. Na petição ele pede que Joseph Alois Ratzinger o papa, seja condenado a pagar indenização de R$ 1 bilhão por danos morais por ter se omitido diante das denúncias de padres pedófilos.
    6 – O cardeal sul-africano Wilfrid Fox Napier, de Durban, pediu desculpas às vítimas de abuso cometido por padres por ter dito em uma entrevista que os pedófilos não deveriam ser punidos pela lei, porque são pessoas doentes que precisam de tratamento psicológico;
    7 – O falecido cardeal Anthony Joseph Bevilacqua ordenou, em 1994, a destruição de uma lista de sacerdotes pedófilos, segundo denunciaram os advogados de um clérigo que trabalhou para ele e que enfrenta um possível juízo por abusos contra crianças na Filadélfia (Estados Unidos).

    O lucia, eu vou ficando por aqui, pois se continuar não vai caber espaço neste BLOG, porque tem muito mais. Você sabia que se todas as vítimas de abusos praticados pela igreja católica nos EUA ganhassem de uma só vez na justiça a igreja católica ia falir, pois é, sem comentários.

  • Lucia Mendes disse:

    Alexandre existem 105.454 Assembleias de DEUS. Uma não e igual a outra. Qual delas voce frequenta ?

    Se você lesse a Biblia saberia que e o Espirito Santo ´´e que convence do pecado. Porque a Biblia não existia ate o ano 350 depois de Cristo.

    Quem convencia os cristãos do pecado se não havia Biblia ?

    O Espirito Santo convence de tudo.

    Se fosse a Biblia, dependeria da tua leitura. Entao o mérito seria teu e não de DEUS.

    Vai estudar.

    Quantos aos crimes que você mencionou, chega a ser ridículo.

    O numero de pastores presos por todos os tipos de crimes e infinita vezes maior do que o numero de sacerdotes católicos.

    So abrir o jornal todos os dias. Não há um dia que não tenhamos pastor preso.

    64% dos pastores tem problemas com vícios sexuais. Isto e pesquisa americana.

    O numero de suicídios entre protestantes e maior do que entre os adpetos de qualquer outra religião. Não apenas em relação ao catolicismo. Pesquise.

    Mais da metade dos pastores nunca leu a Biblia. E esta informação foi divulgada por protestantes que estão indignados com o ensino e as heresias que estão sendo propagadas.

    Me causa espanto e você querer ficar ao lado de pessoas nefastas como malafaia, Macedo, soares, etc…

    Você de fato acredita que eles são pessoas serias. Não ´e impressão. Você realente acredita nos caras. Nem depois de ver os diversos vídeos e comprovar as denuncias conta eles voce se convence.

    Se voce nem mesmo acredita no que ve, não sera em mim ou na Biblia que voce ira acreditar.

    Agora como já foi dito aqui, minha igreja tem escândalos e também santos.

    A Igreja de Jesus tem pessoas que causam escândalos e tem aqueles que fazem a sua vontade. Ele deixou tudo isto bem claro.. Leia a Biblia. Foi ele que garantiu. E ele não mente.

    Mas voce não sabe disto ne ?

    Sabe por que ?

    Porque foi doutrinado pelo Manoel Ferreira ou por Anthony Garotinho. E provavelmente pelo reverendo Moon, um charlatão que desfilou pelas diversas e milhares de Assembleias de DEUS pregando inclusive reencarnação.

    Pois então Alexandre ? Fique com as seitas !

    E como voce não me esclareceu que praticas adotamos por ocasião do sua ultima mensagem, peço que não me escreva mais.

    Fique com os bons e honestos malafaia e Macedo. Ou talvez com os humildes e profetas soares e Santiago.

    Ou talvez com uma daquelas Assembleias de DEUS que divulgou anos atrás que o Papa Joao Paulo II era a besta do apocalipse.

    Fique com aqueles profetas que erraram a profetada. Afinal, cada povo tem o profeta que merece !

  • Anderson disse:

    Meu caro Alexandre, na moral, você já encheu a paciência.

    Não porque discorda, mas porque finge que não leu o que é explicado e repete os mesmos apontamentos.

    Você já sabe que Lutero ficou de um lado e a Igreja de outro.

    E sabe também que foi ele que criou o critério Sola Scriptura(Só a Bíblia).

    Não foi Jesus quem ensinou que tudo deve estar na Bíblia.

    Se você cobra de nós um critério protestante, criado por protestante e para protestantes, é porque não tem interesse na argumentação alheia.

    Seria o mesmo que um católico cobrasse de você, por exemplo, algo que foi ensinado exclusivamente pela tradição.

    Não seria adequado, quando é sabido que você é protestante.

    O Papa Francisco usou de sabedoria recentemente.

    Entrou em um templo da Assembléia de DEUS e orou com os evangélicos o Pai Nosso.

    Por que ?

    Porque está na Bíblia protestante e os irmãos ali reunidos não poderiam recusar. E não recusaram.

    Portanto, você escolheu a Lutero. Direito teu. Vá em frente.

    Mas seja justo e compreenda que nós católicos colocamos Lutero para fora exatamente porque ensinava doutrinas anti bíblicas, entre as quais a doutrina de que tudo deve estar na bíblia.

    Pode procurar onde você quiser. Procure na Bíblia onde está a doutrina ensinada por Lutero.

    Procure também na Bíblia onde está a permissão de Jesus para alguém fundar Igrejas.

    A minha Igreja tem 2000 anos. E a tua ?

    O fundador da minha Igreja morreu em uma cruz e retornou dos mortos.

    O fundador da tua igreja não fez nem uma coisa e nem outra.

    E pode acreditar nas fábulas contadas por pastores e dizer que foi Constantino que fundou a Igreja Católica.

    Mas ainda assim você terá certeza que a tua igreja, sem sombra de dúvida, foi fundada por homens. Disso você não poderá fugir.

    Explique-se com Jesus quando ele voltar. Diga a ele que não concorda com os poderes que ele deu a Pedro.

    Diga que não gostou quando ele disse a Pedro: “Tu és Pedro.” ou quando ele disse: “Apascenta minhas ovelhas”. Ou ainda quando ele disse: “O que ligares na terra será ligado no céu.” Ou também quando ele disse: “Confirma teus irmãos na fé.”

    Reclame com Jesus.

    E explique também porque você não é luterano.

    Pois se Lutero era necessário e pelo jeito era, já que dele você copia até mesmo o Sola Scriptura, por que você o abandonou e resolveu ir para outra igreja ?

    Então você está na divisão da divisão da divisão da divisão da divisão da divisão ?

    Veja na Bíblia onde está a permissão para fundar igrejas.

    Ora, nem Paulo, o maior dos apóstolos fundou Igrejas.

    Pelo contrário. Ele e Barnabé foram conferir com os apóstolos menos letrados se a doutrina que pregavam estava de acordo.

    E hoje é que fazem os bispos católicos do mundo inteiro a cada cinco anos quando vão ter com o papa e conferir a doutrina pregada.

    Desejo honestamente que você se converta verdadeiramente ao evangelho de Jesus Cristo acatando tudo que ele ordenou e não apenas o que você gosta.

    E para você que atribui a Maria, mãe do salvador, mãe do verbo encarnado, mãe do redentor do gênero humano, mãe de DEUS, vai a orientação da Igreja do primeiro milênio:

    Definição como dogma no ano de 649, no Concílio Regional de Latrão(não ecumênico):

    “ Se alguém, segundo os Santos Padres, não confessa que própria e verdadeiramente é Mãe de Deus a santa e sempre virgem e imaculada Maria, já que concebeu nos últimos tempos sem sêmen, do Espírito Santo, o próprio Deus-Verbo (…) e que deu à luz sem corrupção, permanecendo a sua virgindade indissolúvel mesmo depois do parto, seja anátema”.

  • Alexandre disse:

    2º Estudo: Vamos falar sobre o Papa.
    O PAPA – O poder supremo na Igreja Católica Romana é ostentado por um homem que tem o título de “papa”. Esse homem é eleito pelo Colégio de Cardeais – A mais elevada ordem da Igreja que, todavia, não possui poderes mais elevados que o Papa que elegem. O Papa eleito exerce mandato vitalício. A ele se dirigem os fiéis como “Sua Santidade, o Papa”. A doutrina católica declara: “Por título e direito ele é: o bispo de Roma, Vicário de Jesus Cristo, Sucessor de S. Pedro, o Príncipe dos Apóstolos, o Supremo Pontífice, o Patriarca do Ocidente, o Primaz da Itália, o Arcebispo e Bispo Metropolitano da Província de Roma e o Soberano do Estado do Vaticano” (Enciclopédia Católica).

    O PRIMEIRO PAPA – Roma teve muitos bispos, entretanto o primeiro a sustentar e defender sua autoridade, exercendo o direito de impor as suas ordens aos bispos de toda a parte, foi Leão I (440-461), que pode ser considerado o primeiro papa do catolicismo Romano.

    REFUTAÇÃO ALEXANDRE: Sobre este assunto já ensinei muito para os católicos, mas o pior cego é o que não quer ver, porém, acrescentamos que uma Igreja construída sobre Pedro teria um fundamento muito fraco. Quase imediatamente depois da revelação dita por Pedro “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo” (Mt 16.16), Pedro quis convencer a Jesus que não seguisse o caminho da cruz (Mt 16.21-23). Mais adiante, no Jardim do Getsêmani, Pedro ficou dormindo quando o Senhor mais necessitava dele (Mt 26.36-40). Depois negou a Jesus três vezes (Mt 26.69-75). Este perfil não parece ser o do príncipe dos apóstolos. No momento em que Cristo falou sobre o fundamento da Igreja, fica claro que Pedro ainda não era um cristão sólido. É claro que sabemos que Jesus o perdoou e depois de haver sido cheio do Espírito Santo, Pedro converteu-se em um destacado Ministro do Evangelho.

    A PALAVRA” PAPA” vem do Latim, e significa simplesmente “Pai”. Supõe-se que o papa seja o pai universal, aquele de quem todos os fiéis devem depender como guia. O Imperador Phocas, ofereceu esse título ao papa Gregório I (Gregório, o Grande, 590-604 d.C.), este recusou. Bonifácio III (607 d.C.) aceitou o título, e desde então tem sido usado. É completamente antibíblico este titulo, pois fere frontalmente a palavra de Deus; é importante observar o que o Senhor Jesus Cristo diz em Mt. 23.9.
    Mt 23:9 E a ninguém na terra chameis vosso pai, porque um só é o vosso Pai, o qual está nos céus.

    O TÍTULO DE “SUPREMO PONTÍFICE” é de origem pagã. Seu significado literal é “construtor de pontes”, e foi utilizado para designar uma pessoa que era considerada como uma ponte, a qual cruzava o abismo existente entre o homem e um ou mais deuses. Depois que o Imperador Graciano se negara a liderar essa religião não-Cristã, Dâmaso, bispo da Igreja Cristã em Roma, foi nomeado para esse cargo no ano de 378 d.C. O Pontífice Máximo não só era respeitado, mas também adorado como um deus por seus súditos pagãos. Quando o bispo romano aceitou o título de “Pontifes Maximus”, cresceu em prestígio e poder pessoal, o que resultou num completo afastamento dos ensinos de Cristo (Mt 23.9). Dessa forma, nosso grande Rabi (o Senhor Jesus Cristo) coloca todos os seus seguidores em um mesmo nível (Jo 15.15). O Senhor Jesus Cristo deu ao mundo normas morais muito mais
    elevadas que as de todos os filósofos e sábios de todas as épocas (1Tm 1.17).

    O PAPA DESEJA SER CHAMADO DE “SUA SANTIDADE”; sabemos que “santidade” significa separação do pecado e dedicação ao Senhor. Como podem os papas de Roma afirmar que são os “Vicários de Cristo”, ou seja, os representantes oficiais de Cristo na terra, quando tantos deles viveram vidas dissolutas, corrompidas e imorais (segundo seus próprios historiadores – Enciclopédia Católica Romana). Por exemplo Bonifácio VIII (1294-1303 d.C.), o mais audacioso defensor da supremacia papal, foi acusado de heresia, blasfêmia, assassinato, sodomia e de usurpar o ofício papal. Muitos papas foram acusados de pecados dos mais horripilantes. O Senhor Jesus Cristo proclamou as normas morais mais elevadas que o homem conhece. Sua própria vida foi sem pecado. A Bíblia nos exorta continuamente a que sejamos
    como ele, que sigamos seu exemplo (1Pe 1.14-16).

    SOBRE PEDRO TER SIDO O PRIMEIRO PAPA, afirmam que Pedro, tendo estado em Roma, se Sobre Pedro ter sido o primeiro papa tornou Bispo daquela cidade, sendo o Primeiro Papa da Igreja Católica. A própria história do papado é uma viva demonstração de que os papas jamais conseguiriam provar ser sucessores do Apóstolo Pedro, já que em nada se assemelham àquele inflamado, mais humilde, servo do Senhor
    Jesus Cristo. Pedro não reclamou nenhuma autoridade ou superioridade sobre os demais apóstolos. Começa sua primeira carta com as palavras: “Pedro, apóstolo de Jesus Cristo”. Mais adiante se dirige aos anciãos da Igreja, dizendo: “Aos presbíteros, que estão entre vós, admoesto eu, que sou também presbíteros com eles…” (1Pe 5.1). Como pode se observar, Pedro não dava ordem aos anciãos como um papa, mas falava-lhes como mais um obreiro do Senhor. Nos Concílios celebrados em Jerusalém para decidir quais seriam os requisitos pedidos aos crentes gentios, Pedro tomou parte na discussão, mas foi Tiago quem transmitiu a decisão final (At 15). É de estranhar que Pedro, sendo o “Príncipe dos Apóstolos”, como ensina a teologia vaticana, Tiago e não ele, era o Pastor da comunidade Cristã em Jerusalém. Se Pedro tivesse sido papa, certamente ele não teria aceito a orientação dos líderes da Igreja quanto à obra missionária (At.15.7). Se Pedro tivesse sido papa, a ordem das “colunas”, conforme Paulo Escreve em Gl. 2.9 seria, “Cefas, Tiago e João”, e não “Tiago, Cefas e João”. Na descrição da Nova Jerusalém feita em Ap 21.14, lemos: “O muro da cidade tinha doze fundamentos, e neles estavam os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro.“ Como vemos, o versículo não nos diz que um apóstolo seria superior ao outro. Quando houve um avivamento em Samaria sob a liderança de Felipe, Pedro e João foram enviados pelos apóstolos a Samaria para ajudar no estabelecimento dos novos crentes na fé. Se Pedro fosse reconhecido como cabeça da Igreja, por que então não foi ele o encarregado de enviar os demais, em lugar de ser um dos enviados ? (At 8.14).

    OS PAPAS SÃO ADMINISTRADORES DE GRANDES FORTUNAS DA IGREJA. O clérigo José Maria Alegria, da Universidade Gregoriana de Roma, declarou, no final do ano de 1972, que o balanço financeiro do Vaticano, dispunha de um bilhão de dólares. Se Pedro fosse um “Papa”, seria diferente de todos os demais que apareceram até agora, por que ele era financeiramente pobre (At 3.6).

    OS PAPAS SÃO CELIBATÁRIOS, isto é, não se casam, não obstante ensinarem que o casamento é um sacramento. Pedro era casado (Mt.8.14-15).

    OS PAPAS FREQUENTEMENTE ACEITAM ADORAÇÃOD OS HOMENS. Pedro foi um homem humilde, pelo que não aceitou ser adorado pelo centurião Cornélio (At 10.25-26). Contrastemos essas atitudes com as dos pontífices romanos: os cardeais beijam o anel do papa em sinal de obediência ou beijam um dedo do pé da estátua de Pedro na Catedral de Roma que leva seu nome; as multidões que se inclinam perante o papa ou perante outros oficiais católicos em seus desfiles religiosos, tornando-se verdadeiros ídolos, confrontando com a Palavra de Deus, que nos afirma que devemos adorar somente a Deus (Mt 4.10; 1Jo 5.21; 1Co 10.14).

    OS PAPAS SE CONSIDERAM INFALÍVEIS nas suas decisões e decretos. O que contrasta com Pedro, pois foi energicamente repreendido por Paulo na Galácia porque estava cometendo um engano (Gl 2.11-14). A doutrina da infalibilidade do papa, ao tratar oficialmente de assuntos de “fé e moral” é totalmente oposta aos ensinos das Escrituras. Quando aquele rico foi ao Senhor, disse: “Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna? Respondeu-lhe Jesus: Por que me chamas bom? Ninguém é bom senão um só, que é Deus” (Mc 10.17-18). A história da Igreja nos mostra claramente que os papas, como o restante dos homens, são falíveis. Vejamos alguns exemplos:
    – O papa Honorius (625-638) foi condenado por heresia e excomungado pelo VI Concíliio Ecumênico (680 ).
    – O PAPA ADRIANO II (867-872) declarou que os matrimônios civis eram válidos, mas Pio VII (867-
    872) os condenou como não válidos.
    – EUGÊNIO IV (1431-1447), papa infalível, condenou Joana D’Arc a ser queimada viva por bruxaria.
    – BENEDITO XV, declarou em 1910 que Joana D’Arc era “santa”.
    – OS PAPA PAULO V (1605-1621) e URBANO VIII (1623-1644) condenaram a Galileu por sustentar uma teoria científica verdadeira, que dizia que a terra se movia ao redor do sol.
    – CLEMENTE XIV, em 21 de julho de 1173, suprimiu a ordem dos Jesuítas.
    – PIO VII, em 7 de agosto de 1814 restaurou a mesma ordem.
    – SIXTO V (1585-1590) recomendou a leitura da Bíblia por parte do povo leigo. Clemente XI (1713), Pio VII e outros papas condenaram tal prática.
    – O PAPA INOCÊNCIO III (1198-1216) ordenou uma cruzada contra os cristãos albigenses, o massacre dos valdenses, a infame inquisição que durou centenas de anos com suas torturas e câmaras de morte, além de provocar a queima em fogueiras de incontáveis inocentes.

    A IGREJA CATÓLICA AFIRMA QUE PEDRO FOI PARA ROMA no ano 45 d.C. e, exceto por um breve
    período que passou novamente em Jerusalém, esteve ali até o momento de sua morte, que aconteceu por volta do ano 67 d.C. Por esse motivo os católicos crêem que Pedro foi o primeiro bispo universal e o primeiro papa, e que Roma era a Sede Apostólica. Nunca se pode provar que Pedro esteve em Roma. Paulo conhecia bem a Pedro. Quando escreveu sua Epístola aos Romanos por volta do ano 56 d.C. (que, de acordo com os católicos, seria a época em que Pedro estaria no ponto mais alto do seu ministério em Roma), saudou 27 (vinte e sete) crentes nesta cidade, mas não mencionou Pedro (Rm 16.3-16). Por quê? Se Pedro naquele momento, segundo os católicos, era o bispo de Roma, essa atitude de Paulo não teria sido descortês. E se Pedro lá estivesse, não deveria ser a ele dirigida a Epístola? Se o Apóstolo Pedro estava em Roma, guiando e ensinando os crentes, e permaneceu ali durante algum tempo, Paulo estaria cometendo uma falta de ética ao escrever diretamente aos crentes, e não a Pedro seu suposto bispo. Tiago, Cefas (Pedro) e João, estavam de acordo com que Paulo e Barnabé trabalhassem entre os gentios, enquanto eles exerceriam seu ministério entre os judeus (Gl 2.9). Será que Pedro iria a Roma para estabelecer uma Igreja Gentia? Claro que não! Paulo tomou sua comissão de forma muito séria e chamou-se a si mesmo “Apóstolo dos gentios” (Rm 11.13). Pedro dirigiu sua primeira Epístola “aos
    estrangeiros da Dispersão”, em outras palavras, aos judeus exilados (1Pe 1.1). Paulo escreveu algumas de suas Epístolas em Roma, mas em nenhuma delas faz referência a Pedro. Os arqueólogos católicos têm tentado, durante anos, encontrar alguma evidência tangível e irrefutável de que Pedro tenha estado em Roma. No entanto, até agora seus esforços têm sido em vão.

    OS PAPAS DIZEM SER SUCESSORES DE PEDRO, e que têm poder de perdoar. No entanto quando Pedro e João foram enviados a Samaria, encontraram a Simão, um mago que se havia convertido pelo ministério de Felipe. Simão ficou muito impressionado quando os apóstolos colocavam as mãos sobre os crentes e estes eram cheios do Espírito Santo. Querendo também ter esse poder, ofereceu dinheiro a Pedro e João para que o ensinassem fazer o mesmo. (At 8.20-22). Se Pedro tinha o poder para perdoar pecados, por que não o usou nesta ocasião?

    NÃO PERCAM AMANHÃ.
    O Vaticano e o papado na Bíblia

  • Anderson disse:

    Sr. Alexandre, como o senhor não acredita em infalibilidade, não espere que alguém acredite em sua pregação.

    Se apenas o senhor é infalível, primeiro prove pela Bíblia sua infalibilidade e antes de nos convencer de sua doutrina de homens, convença aos seus pares que não devem praticar unção do zooloógico, aborto, divórcio, casamento entre pessoas do mesmo sexo, teologia da prosperidade, unção da lama, unção do chifre, unção da galinha, fogueira santa, culto das princesas, troca de anjos da guarda, transferência de unção. Sobretudo, convença aos teus irmãos que o Reverendo Moon é um herege, apóstata.

    Ora, se nem os teus pares deixam as doutrinas demoníacas ainda que entre eles estejam os sábios e teólogos como o Sr.Alexandre, como o senhor pode esperar que os de fora, no caso, nós católicos possamos dar ao senhor algum crédito ?

    O senhor não convenceu nem mesmo os teus pares !!! E isto é fato.

    Sobre reter e perdoar pecados, é imperdoável que o senhor não tenha entendido.

    Ora, mais claro do que Jesus foi é impossível:

    Desde o Antigo Testamento os pecados eram confessados ao sacerdote: “ele confessará a sua falta e restituirá integralmente o objeto do delito, ajuntando um quinto a mais àquele que foi lesado”(Nm 5,7)

    Em Mt 3,6, está escrito que as pessoas iam a João Batista e confessavam seus pecados; Em At 19,18, confessavam seus pecados aos apóstolos.

    A Confissão era pública, mas o Papa Leão Magno, contra os abusos desta prática simplificou: “Basta indicar a culpa da consciência apenas aos sacerdotes mediante confissão secreta.”

    Disse Jesus:

    Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós.

    E, havendo dito isto, assoprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo.

    Aqueles a quem perdoardes os pecados lhes são perdoados; e àqueles a quem os retiverdes lhes são retidos.

    Sr.Alexandre,

    Para que os apóstolos perdoem ou retenham pecados, é indispensável que antes alguém lhes confesse.

    Mais claro do que isto não há.

    E foi Jesus quem disse. E Jesus não mente e nem se arrepende.

    Quando Jesus voltar, diga a ele que você Alexandre não concorda com a ordem que ele deu. Diga que você só se confessa diretamente a DEUS porque teu pastor te falou e fim de papo.

    Sobre Maria ser a mãe de DEUS, objeto de outro post onde você diz que tal não era possível, vamos a uma proposição:

    Paulo diz que apenas DEUS sonda os corações humanos. Ele acrescenta que os julgamentos humanos são parciais.

    Ora, se apenas DEUS prescruta corações, apenas DEUS poderia conhecer o coração do ladrão da cruz.

    Assim, foi possível a Jesus prometer ao ladrão da cruz o paraíso ainda naquele dia. Jesus conhecendo seu coração pode perceber um sincero arrependimento e uma disposição, se possível fosse, para ser batizado.

    Temos aí a prova de que Jesus reúne em torno de si mesmo duas naturezas. Divina e humana. São inseparáveis. Estão as duas presentes.

    Se Jesus não fosse DEUS em full time, não poderia sondar corações.

    E como sabemos a Bíblia, palavra de DEUS infalível, não pode ser contraditória. DEUS ALTÍSSIMO só tem duas palavras.

    São os protestantes que atribuem a DEUS mais de uma palavra para cada tema. Tanto faz se tem divórcio ou não. Tanto faz se batiza assim ou assado. Tanto faz se é contra ou a favor da teologia da prosperidade. Estão todos “salvos” e certos, ainda que diferentes uns dos outros.

    Mas o fato é que se Jesus é DEUS em tempo integral, evidentemente que Maria sendo sua mãe, obrigatoriamente é mãe de DEUS.

    Esta heresia de separar as duas naturezas de Jesus como se fossem dois filhos, já foi condenada pela Igreja no passado.

    De tempos em tempos ela retorna com os “sábios” e “doutores” de cada época.

    Sr.Alexandre, procure estudar o mais sábio dos santos e o mais santo dos sábios Tomás de Aquino e descubra a verdadeira doutrina em torno da duas naturezas de Jesus.

    Mas há quem prefira ouvir Manoel Ferreira ou Abner Ferreira ao invés de São Tomás de Aquino.

    Assim como outros preferem Macedo ou Malafaia do que Santo Agostinho.

    Outros preferem o Casal Hernandez ao invés de Padre Pio.

    E tantos outros preferem os profetas que disseram que João Paulo era a besta do apocalipse ao invés da Igreja dos 2.000 anos.

    E assim cada qual tem o guru que merece !!!

    Chega Sr.Alexandre. Não vou mais responder ao senhor. O senhor retorna aos mesmos assuntos. Sua ladainha de pastor protestante não cola por aqui.

  • Alexandre disse:

    Para Lucia e Anderson,
    Bom, já que vocês não tem argumento teológico dentro da Bíblia para refutar, (porque a Bíblia é a Palavra de Deus, como já disse, evangélicos, católicos e cristãos se submetem à Bíblia), mas sempre fogem da Palavra, a partir de agora vou fazer um estudo junto com vocês, e serve também para todo católico que ler esta postagem, e para começar, vamos aos fatos que marcaram o afastamento da igreja católica da Bíblia Sagrada. Só para gente começar a brincadeira.
    Esse aqui é o 1º Estudo.
    Seguem os anos da Era Cristã e os fatos heréticos correspondentes:
    197 – Começa um movimento herético, comandado pelo Bispo de Roma, contra a divindade de Jesus;
    217 – A heresia toma mais corpo ainda, desta feita, sob a liderança de um novo Bispo chamado Calixto,
    trazendo ainda mais confusão à Igreja;
    270 – O conhecido Santo Antônio, introduziu a vida em mosteiro no Egito. A partir daí, a vida monástica passou a ser praticada como forma de piedade;
    370 – Basílio de Cesaréia e Gregório de Nazianzo introduzem o culto aos santos. Além disso, aparecem o incensário, paramentos e altares. Mostrando já, a forte influência dos pagãos que adentraram a igreja sem uma experiência de conversão;
    400 – Neste ano foi introduzida uma das maiores heresia da igreja: a oração pelos mortos, e o sinal da cruz;
    431 – Começa a surgir Maria no cenário Católico Romano. A virgem Maria é proclamada oficialmente a “Mãe de Deus”;
    440 – Surge o Bispo Leão I, o primeiro a sustentar sua autoridade sobre os demais bispos. É considerado, pelos historiadores, como sendo o primeiro Papa, embora não o fosse oficialmente;
    593 – Surge neste ano mais uma grande heresia. O dogma do Purgatório começa a ser ensinado, com perspectiva de muitos lucros para a Igreja;
    600 – Neste ano surgem mais duas mudanças significativas: o Papa Gregório I institui o ofício da missa, e o latim passa a ser usado como língua oficial nas cerimônias religiosas;
    609 – Aqui começa oficialmente o Papado. Como poder central, mantendo sob suas rédeas toda a hierarquia Católica Romana;
    758 – Por influência de religiosos do oriente, introduz-se como dogma, em todos os domínios da Igreja Católica Romana, a confissão dos pecados aos Padres, conhecida como confissão auricular;
    789 – No Segundo Concílio de Nicéia, os Bispos decidem introduzir, por decreto, o culto às imagens de escultura, e às relíquias religiosas;
    819 – Pela primeira vez, na história da Igreja Católica Romana, encontra-se o registro da observância à festa da Assunção de Maria. Isto é, admitia-se oficialmente que Maria tinha subido ao céu em forma corpórea, assim como aconteceu com Jesus Cristo;
    880 – Decreta-se a prática de canonizarem-se os santos. Atribuindo a si, o Papa, esse direito. Para isso, estabeleceu-se que seria necessário organizar-se um processo, onde se registrariam todas as “provas” de “curas e milagres” que estes beatos teriam realizado em vida, e após a sua morte. Este processo seguiria um ritual através da hierarquia existente, até chegar ao Papa que faria o julgamento final;
    998 – Por decreto papal, é estabelecido o dia de finados, quando todas as paróquias e fiéis, deveriam reverenciar os seus mortos, visitando-os em suas sepulturas, dedicando-lhes rezas, e oferecendo-lhes missas. Neste mesmo ano, também cria-se o dogma da Quaresma;
    1000 – É estabelecido definitivamente o Cânon da Missa;
    1074 – O Papa Gregório VII proíbe o casamento dos padres; no ano seguinte decreta que todos os padres já casados deveriam divorciar-se de suas esposas compulsoriamente, criando um grande problema social para as ex-esposas e filhos;
    1090 – Pela primeira vez usa-se o Rosário como meio de penitência, e repetição de rezas. O introdutor dessa discrepância foi Pedro, o Eremita;
    1095 – O Papa estabelece as indulgências plenárias, Quando o fiel, através de pagamento de uma quantia estabelecida pelo clero, teria o perdão de seus pecados, por um período predeterminado;
    1100 – O Papa decreta que doravante as missas para serem oficiadas, deveriam ser pagas pelos fiéis. Também neste mesmo ano, inicia-se a prática do Culto aos Anjos;
    1115 – A confissão auricular é transformada em artigo de fé;
    1125 – Surge a idéia da Imaculada Conceição de Maria. Os seus idealizadores foram os Cônegos de Lion;
    1160 – O Papa estabelece como dogma e regra de fé, os sete sacramentos;
    1186 – Neste ano surge a maior aberração de toda a história da Igreja Católica Romana, a mal fadada “Santa Inquisição”. Quantos foram mortos pela sua fidelidade aos princípios emanados da Palavra de Deus. O responsável por isso foi o Concílio de Verona realizado na Itália;
    1190 – 95 anos após a criação da indulgência, ela agora é definitivamente regulamentada;
    1200 – Introdução definitiva do uso do Rosário, por São Domingos, chefe supremo da “Santa Inquisição”;
    1215 – Aparece pela primeira vez o dogma da transubstanciação, e já é transformado em artigo de fé. Neste mesmo ano, o 4º Concílio de Latrão, realizado em Roma, definitivamente, transforma a confissão auricular como doutrina; e é estabelecida a Extrema-Unção, ministrada pelos padres aos fiéis moribundos para que possam receber uma sepultura cristão;
    1220 – Surge a adoração à hóstia; seis anos depois, aprática de sua elevação durante a liturgia;
    1229 – Realiza-se o Concílio de Tolosa, e proíbe-se aos leigos a leitura da Bíblia;
    1264 – Pela primeira vez, realiza-se a Festa do Sagrado Coração de Jesus;
    1303 – A Igreja Católica Apostólica Romana proclama-se a única e verdadeira igreja, e que somente nela, o homem poderia encontrar a salvação;
    1311 – É ordenada pela primeira vez, a realização da procissão do Santíssimo Sacramento;
    1317 – O Papa João XXII, ordena aos fiéis, que seja feita a oração da Ave Maria;
    1414 – Define-se que a hóstia deveria ser o único elemento a ser usado nas missas, em detrimento do pão usado pelo Senhor Jesus na última ceia, bem como pelos discípulos na Igreja Primitiva. A partir daí, o cálice ficou restrito aos sacerdotes;
    1439 – Por decreto, o Papa transforma os sete sacramentos, e o dogma do Purgatório em artigo de fé;
    1546 – O Papa, mais uma vez, afasta a Igreja da Palavra de Deus, conferindo à tradição, a mesma autoridade da Bíblia Sagrada;
    1547 – O Concílio de Trento transforma em lei os Sete Sacramentos;
    1562 – A missa é declarada propiciatória, com poderes para perdoar pecados, e confirma-se o culto aos santos;
    1573 – A Bíblia sofre outro ataque da Igreja Católica; acrescenta-lhe os sete livros deuterocanônicos;
    1854 – Finalmente define-se o dogma da “Imaculada Conceição de Maria” pelo Papa Pio IX na sua bula Ineffabilis Deus, em 8 de dezembro;
    1864 – Através de um Concílio realizado no Vaticano, faz-se a declaração da autoridade papal sobre toda a igreja.;
    1870 – Declara-se que o Papa é infalível;
    1950 – A Igreja transforma em artigo de fé, a Assunção de Maria.
    ESTAS SÃO AS ABERRAÇÕES QUE LEVARAM A IGREJA CATÓLICA A SE DESVIAR DA PALAVRA DE DEUS.
    Então você que é católico, pega a Bíblia e leia.
    Os cristãos evangélicos acreditam que, em matéria de fé e prática, a Bíblia é suficiente. Cremos, ser a Bíblia a Palavra de Deus, única regra infalível de fé e conduta para a vida e o caráter cristão, E PARA VOCÊ ANDERSON E LUCIA QUE CONHECEM MUITO POUCO DE BÍBLIA, VAI ALGUMAS REFERÊNCIAS: (Pv 30.5-6; Mt 15.1-3; At 20.27; 1 Ts 2.13; 2 Tm 1.5; 3.15-17). Aceitamos a tradição que confirma, aponta, indica para a Bíblia, que está de acordo com as Sagradas Escrituras, e simplesmente como mero apêndice e nunca igual ou superior à gloriosa Palavra revelada de Deus:
    (Ap 22.18-19). Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro; E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, a da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro.
    Fiquem ligados que na próxima postagem tem mais estudo para vocês.

  • Alexandre disse:

    Boa noite,
    Espero que estejam gostando do Estudo, pois está sensacional, muito interessante. Bom, como havia dito segue hoje o Estudo sobre O VATICANO E O PAPADO NA BÍBLIA.
    Sistema político-religioso Católico Romano por ser de grande envergadura mereceu menção especial nas Sagradas Escrituras. O Profeta Daniel (600 a.C.) e o apóstolo João que escreveu o Apocalipse (90 d.C.) foram os que mais se ocuparam com a igreja de Roma. Fascinados teólogos e exegetas de todo o mundo comparam textos bíblicos com as características do Papado e encontram identidade:

    A) A Bíblia refere-se a um pequeno Reino (Ponta Pequena) brotando de um império desfeito (Ap 13.12; Dn 7.8). Foi o que sucedeu quando o Império Romano desintegrou-se no ano 476 d.C. surgindo dele o Papado conservando o latim como língua.
    B) As Sagradas Escrituras registram que esse pequeno Reino teria caráter religioso, pois assentar-se-ia no “Trono de Deus” (2Ts 2.4). Está certa a profecia. Os papas dizem que na terra ocupam o lugar de Deus. A palavra Vigário tem esse sentido.
    C) O profeta Daniel escreveu que esse pequeno Reino seria cruel, pois “destruiria os Santos do Altíssimo” (Dn 7.25). Essa vaticinação feita antes de Cristo, assenta-se bem ao papado que somente durante a Idade Média (de 500 a 1700 d.C.) eliminou cerca de 50 milhões de Cristãos não católicos. Se os historiadores estiverem certos, os papas nesse período fizeram mais mortes que as duas Guerras Mundiais juntas (Rastro de Sangue; pag. 26; Corról. JM).
    D) Para não deixar dúvidas, o apóstolo João disse que essa Instituição religiosa falsa teria Sede numa cidade edificada sobre 7 montes (Ap 17.9). Roma, o Centro do Catolicismo, está edificada sobre 7 montes bem conhecidos na Itália: Quirinal, Viminal, Esquilino, Caélio, Aventino, Palatino e Capitolino. O profeta acertou.
    E) A liderança desse pequeno Reino, tem na Bíblia vários nomes, tais como Anticristo e Besta-Fera, com um número que o identifica: 666 (Ap 13.18). Santo Irineo, ano 130, discípulo de Policarpo, que havia sido discípulo de João, autor do Apocalipse descobriu o número 666 na palavra LATEINOS (latino), e como o Papa leva na Crista esse nome por ser chefe de uma religião latina, corresponde-lhe o algarismo fatídico. Santo Irineo que era bispo de Esmirna tomou a palavra LATEINOS letra pôr letra em valores gregos (o Apocalipse foi escrito em grego) e fez a descoberta como segue: L vale 30; A vale 1; T vale 300; E vale 5; I vale 10; N vale 50; O vale 70; e S vale 200. Somados temos 666, o número da besta (Pochet Bible Handbook).
    F) O apóstolo João previu que esse pequeno Reino religioso “enganaria as nações com feitiçarias” (Ap 18.23). Enganar com feitiçaria significa atrair e seduzir pessoas com ritos e cerimônias artificiais, simulando poder para dominar. Aí está o Catolicismo com água benta, ramos bentos, rosário, amuletos, velas, imagens, cruz de cinza na testa, purgatório, limbo. Tudo tão estranho nas Escrituras Sagradas. Farto material de “FEITIÇARIA”.
    Aproveitem para agregar conhecimento.
    Jo 8:32 E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.

  • Lilian disse:

    Corrigindo o texto:

    Eu tenho observado que muitos irmãos protestantes não concordam com os ataques como aquele promovido pela seita de macedo. Não podemos cometer os mesmos erros dos fanáticos e seguidores de seitas. Existem boas denominações protestantes, especialmente, aquelas que integram o Conic e excelentes pregadores que não compactuam com agressões as demais religiões. Nossa Santa Igreja recomenda o amor e carinho para com nossos irmãos separados. E reconhece ainda que o Espírito Santo se vale destas comunidades para operar como quer. Não podemos confundir seitas como igrejas sérias. Existem bons e maus em todos os lados e seguramente os bons não concordam com os ataques a fé católica.

  • Anderson disse:

    É preciso recordar que um bom número de evangélicos não aprovou as atitudes deste auto proclamado pastor evangélico que chutou a santa.

    Não podemos confundir fanáticos religiosos, fundamentalistas bíblicos, decoradores de textos e versículos com protestantes históricos, especialmente.

    Eles também diziam que o Papa João Paulo II era a besta do apocalipse. Não merecem crédito.

    Uma coisa é puxa saco de pastor e outra coisa é cristão estudioso e focado no amor pregado por Jesus Cristo.

    Este pastor desta seita universal não tem nada a ver com estes bons evangélicos que vivem sua fé com coerência e respeito as demais crenças.

    Não podemos cometer os mesmos equívocos dos fanáticos e seguidores de malafaia, manoel ferreira e cia que rotulam a todos e generalizam indiscriminadamente.

    Estes que chamam aos demais de trouxas, idiotas, filhos do diabo e outras palavras impublicáveis não podem representar a maior parte dos evangélicos e protestantes.

    Grande parte de nossos irmãos separados demonstram grande apreço pelos católicos.

    Tivemos esta prova agora durante a JMJ 2013, onde milhares deles foram vistos unidos a nós em torno do único senhor Jesus Cristo.

    Os que gritaram foram aqueles ciumentos e mimados de sempre. Macedo, Soares e Malafaia.

  • buna rafaela soares da silva disse:

    Bem feito devia ficar alejado das duas pernas pra largar de ser troxa
    só esses crentes q é certo pra eles nós samos os diabos bem feito deve tercido deus q fez isso foi chutar a mãe dele
    e se nós adoramos imagem problema é nosso vai cuidar da vida de vcs

  • Alexandre disse:

    Ninguém vai comentar os estudos? Anderson, Lilian, Lucia? Não? Ninguém? Não tem problema não, afinal de contas, a Bíblia diz, nada podemos contra a verdade, senão pela verdade.
    Contra fatos não há argumentos.
    Vamos ao próximo Estudo.

    A IMORALIDADE DOS PAPAS

    A – O papa Alexandre VI (pontificado entre 1492-1503) foi pai de oito filhos ilegítimos antes de se tornar papa. Só foi eleito depois de subornar os outros cardeais e usou o dinheiro do Vaticano para enriquecer a própria família. Ostentava uma amante jovem e belíssima mesmo depois de ser eleito pontífice. Um de seus filhos, Rodrigo Bórgia, inspirou o livro O Príncipe, de Maquiavel.
    B – O Papa Marcelo II, ano 1555, dizia: “Não sei como um papa poderá escapar da condenação eterna e do Inferno “. (Vila del Marcelo; p. 132);
    C – O genial poeta italiano Francesco Petrarca, humanista e um dos iniciadores da Renascença, ano 1304, descreveu o Vaticano como “Babilónia infernal que imposta o mundo inteiro… Cárcere indecente onde nada é sagrado. Habitação de gente de peitos de feno, ânimo de pedra e vísceras de fogo”. (Epístola de
    Petrarca, nº XII);
    D – Dante, na “Divina Comédia” supôs uma voz do Céu lamentando a situação da Igreja dizendo: “Oh, nave Minha, que carga ruim tu levas!”;
    E – Santo Ulrico disse que “o Papa Gregório ordenou que esvaziassem um aquário num convento; encontraram 6 mil esqueletos de recém nascidos!” Diante desse horror esse Papa aboliu o Celibato mas seus sucessores restabeleceram-no. (Conversações de Mesa; nº DCCLXII; de Luther);
    F – Pio IX fez uma Bula ordenando que “todas as mulheres violadas pelos padres apresentassem acusação, os casos foram tantos só em Sevilha, Espanha, que abandonaram os processos” (CHINIQUI; p. 44);
    G – Pio XII (Eugenio Pacelli) era embaixador do Vaticano na Alemanha quando coordenou a assinatura de um tratado que abriu caminho para a ascensão de Hitler. Os católicos ficaram relativamente seguros das atrocidades da perseguição nazista, apenas porque o pontífice não fez verdadeiras tentativas de denunciar e combater o holocausto.
    h) Presentemente surgem notícias que o “Vaticano reembolsa despesas com pílulas anti-concepcionais de seus funcionários”. (O Estado de São Paulo; de 23 de março de 1982).

    Nota: Papa Alexandre VI pai de oito filhos ilegítimos antes de se tornar papa. Isso é uma piada.

  • Anderson disse:

    Caro Alexandre, tivemos papas amorais ou imorais, como queira.

    Não vou responder uma a uma suas acusações.

    Já sabemos que na tua seita só tem santos. Não teríamos com vencer. Lá tudo mundo é “benção” e “profeta”.

    Como já foi dito, Jesus garantiu que sua Igreja produziria escândalos e pecadores.

    A minha produz, tal como Jesus nos advertiu. Se tua igreja não produz escândalos e nem tem pecadores, seguramente não é a Igreja de Jesus Cristo.

    Mas a minha Igreja também possui santos.

    Uma árvore que cai no bosque faz mais barulho do que 1.000 árvores que crescem no mesmo bosque esplendorosas.

    Portanto, algumas maças podres no cesto não podem servir de base para quaisquer julgamentos sobre a árvore ou sobre a floresta.

    Um dos papas ruins que tivemos, salvo melhor juízo, Alexandre VI, foi recomendado para uma sociedade secreta e obscura que existia na época.

    Ele era alguém que praticava crimes comuns aos homens, e, portanto, supostamente, sua aquisição pela seita seria interessante para ajudar a derrubar a Igreja Católica.

    Quando sugeriram o seu nome, o chefe da seita foi taxativo.

    Disse ele:

    “Não serve. Os erros cometidos por Alexandre são erros comuns aos homens que caírão no esquecimento 200 ou 300 anos após serem cometidos. Precisamos de alguém que nos ajude a corroer a doutrina da Igreja. E este papa jamais cometeu erros em matéria de fé e doutrina.”

    Entendeu Sr.Alexandre ?

    Jesus repreendeu a Simão. Inclusive sugeriu que Satanás o tivesse aconselhado.

    Mas logo a seguir voltou-se para Pedro e disse: “Confirma teus irmãos na fé.”

    E como sabemos, Jesus nunca erra e nem é contraditório.

    Simão erra e erra feio muitas vezes.

    Mas Pedro jamais comete erros quando se pronuncia ex catedra.

    Isto chama-se o dom da infalibilidade que os protestantes confundem com impecabilidade que não existe para ninguém.

    Quem creu nas promessas de Jesus ficou com Pedro.

    Quem não creu em Jesus fundou novas igrejas repletas também de pecadores, mas sem infalíveis de qualquer espécie, assim mesmo admitido pelos membros destas igrejas.

    Eu fico com Jesus e creio quando ele diz: “Eis que estarei convosco até o fim dos tempos.”

    Nisto reconhecemos a força do Senhor. Sua Igreja é indestrutível, mesmo que o homem faço tudo para destruí-la.

    Jesus não depende do homem. Ele se basta. Ele faz tudo por ele mesmo e ainda que alguém se determine a destruir sua igreja, não conseguirá.

    Que grande Senhor que não precisa de Anderson, Alexandre ou Lutero.

    E que pena que alguns acham que malafaias, abneres, manoeis ferreiras e reverendos moons são necessários.

    A diferença é que enquanto Bento XVI diz que o perdão não substitui a justiça, e, portanto, os criminosos devem ser levados a julgamento, silas malafaia, por exemplo diz que não se deve tocar no “ungido” do Senhor para proteger pastor ladrão e pilantra.

    Mas e daí ?

    Quem nasceu para silas nunca chegará a Bento XVI;

    Pois a silas o que é próprio de silas e a DEUS altíssimo o que é de DEUS altíssimo.

  • Anderson disse:

    E sobre os reformadores, deixamos o pensamento de um católico bem conhecido na defesa da fé e da sã doutrina:

    Como bem diz o apologista Oswaldo Garcia: “É preciso saber que os “reformadores” não reformaram a Igreja de Cristo (que é irreformável em sua fé). Não se reforma uma casa criando em volta dela uma multidão de barracos.”

  • Alexandre disse:

    Boa noite,
    Vamos ao próximo estudo.
    BATISMO DE CRIANÇAS?
    Ouça o Catolicismo: “Por nascerem com uma natureza humana decaída e manchada pelo pecado original, também as crianças precisam do novo nascimento no Batismo, a fim de serem libertas do poder das trevas e serem transferidas para o domínio da liberdade dos filhos de Deus (cf. Cl 1.12-14). A gratuidade pura da graça da salvação é particularmente manifesta no Batismo das crianças.
    A Igreja e os pais privariam então a criança da graça inestimável de tornar-se filho de Deus se não lhe conferissem o Batismo pouco depois do nascimento.”
    “A prática de batizar crianças é uma tradição imemorial da Igreja. É atestada explicitamente desde o século II. Mas é bem possível que desde Igreja início da pregação apostólica, quando ‘casas’ inteiras receberam o Batismo (cf. At 16.15,33; 18.8; 1Co 1.16), também se tenha batizado as crianças.”

    Alexandre: Agora vamos para a Palavra de Deus:
    O batismo deve ser ministrado ao que crê, e não àqueles que ainda não têm condições de escolha como as crianças, por isso, Jesus já havia dito que delas é o Reino dos Céus (Mt 19.14). O Senhor deixou esse ensino muito claro: “O que crer e for batizado, será salvo; mas o que porém não crer será condenado” – Mc 16.16/Versão Pe. Figueiredo. Portanto, fica claro que é preciso fé (crer) por parte do fiel, para que adquira as condições necessárias para o batismo.
    Outra coisa é que o batismo não imprime salvação. A segunda parte do versículo diz que quem não crer será condenado, e não que quem não for batizado será condenado. Quem salva é Jesus (“Pois o Filho do Homem veio procurar e salvar o que estava perdido” – Lc 19.10/Bíblia Ave-Maria; Lc 23.43; 5.24-34). Porém, o primeiro impulso do novo convertido é ser batizado, obedecer aos mandamentos de
    Jesus (Jo 14.15,21,23,24). É por isso que a fé sempre vem associada ao batismo (“Os que acolheram a palavra de Pedro receberam o batismo” – At 2.41), que é uma prova de que já se nasceu de novo e se tornou uma nova criatura (Cl 2.12; Rm
    6.4-11); morreu para o mundo (simbolizado pela imersão) e ressuscitou para uma nova vida (simbolizada pela emersão).

    Bom estudo para todos.

  • Anderson disse:

    O lição que fica depois de 17 anos deste episódio lamentável, é que todos se exceção devem respeitar as opções religiosas dos outros. Se queremos de fato chegar ao conhecimento da verdade, sem sombra de dúvida é preciso escutar os demais. E quem já pensa conhecer a verdade, deve lutar para que outros tenham oportunidade de confrontar idéias. Pois o desconhecido por vezes é mentiroso, mas sugere verdade. E neste sentido, a mentira prolifera justamente em ambientes sem liberdade religiosa.
    Viva a liberdade religiosa !

  • Anderson disse:

    Alexandre, já foi explicado exaustivamente a você que nós católicos não seguimos Martinho Lutero.

    Foi ele que criou o critério Sola Scriptura.

    O critério que você segue não foi criado por Jesus e nem mesmo pela Bíblia.

    Interessante que você mesmo não segue Martinho Lutero na íntegra.

    E espera que nós católicos o façamos.

    Ora, você segue o critério que o herege escolheu para si e esquece do mesmo herege no que se refere ao batismo das crianças.

    Se você acha que tudo tem que estar na Bíblia, portanto, entende que deve copiar Martinho Lutero, por que não és luterano e pratica o batismo das crianças por eles praticados ?

    E quer que nós que assumidamente recusamos Martinho Lutero, também façamos como você e escolhamos Lutero no que diz respeito ao Sola Scriptura e depois rejeitemos o mesmo Lutero no que diz respeito ao Batismo das Crianças.

    Percebeu Alexandre ?

    Se fossemos agradar ao Alexandre, logo alguém no meio protestante gritaria ?

    “E o batismo das crianças que Martinho Lutero ensinou ?”

    Ou então ?

    “E a veneração a Santíssima Virgem que Calvino ensinou ?”

    O protestante protesta contra tudo e contra indiscriminadamente.

    A crítica pela crítica.

    Não há o que fazer para agradar um protestante.

    Você mesmo já respondeu a pergunta que fez: ““A prática de batizar crianças é uma tradição imemorial da Igreja. É atestada explicitamente desde o século II. Mas é bem possível que desde Igreja início da pregação apostólica, quando ‘casas’ inteiras receberam o Batismo (cf. At 16.15,33; 18.8; 1Co 1.16), também se tenha batizado as crianças.”

    Com que doutrina devemos ficar ?

    A doutrina da tradição, segundo Alexandre, surgida no século II e válida até os dias atuais, portanto, 19 séculos, ou, a doutrina do Alexandre que surgiu no século XXI ?

    Meu caro, se Macedo, Malafaia, Abner e Reverendo Moon, Manoel Ferreira, Valadão, Soares, Santiago, Terra Nova e Bola de Neve não praticam o batismo, é justo que você repense.

    Quando todos eles concordam com você ou quando você concorda com todos eles, certamente, alguma coisa ou muita coisa não anda bem.

    Eu fico com os cristãos de todos os séculos e mesmo com os reformadores que não descartam o batismo.

    Se sabemos escolher para os nossos filhos nomes, times de futebol, o que devem comer, o que devem vestir e o que devem assistir na TV, muito mais podemos escolher para eles a verdadeira religião que é JESUS CRISTO ENCARNADO.

    Por que tantos escrúpulos quando o assunto é salvação ???

    Para os meus filhos o melhor. CRISTO JESUS, O REI DOS REIS. E DISTO NÃO ABRO MÃO.

    Não vou esperar o meu filho ter “entendimento” para receber a Santíssima Trindade e ser incorporado a Igreja. Não tenho dúvidas que Jesus Cristo é o único caminho.

    Agora me diga usando a Bíblia Sr.Alexandre,

    Onde está na Bíblia a idade correta para o batismo ?

    13 ou 14 anos ?

    Por que não 12 ou 15 ?

    Nos forneça amparo bíblico para as idades com as quais cada qual deve ser batizado.

    Nos forneça ainda o texto onde diz que alguém tem que ter entendimento.

    E nos diga também quem decide que fulano está pronto ou não. Amparo bíblico para tudo isto.

    Se uma criança com 13 anos pede para ser batizada, quem julga que ela está apta ou que já tem “entendimento” ?

    Qual é a base bíblica para isto ?

    Quem é o juíz de tudo isto ? Quero textos bíblicos.

    Afinal de contas, é você quem diz que tudo tem que ser provado pela Bíblia.

  • Alexandre disse:

    Boa Noite a todos,
    Vamos ao próximo estudo.
    ASSUNÇÃO, DE CORPO E ALMA, DE MARIA AO CÉU? SERÁ?
    Ouça o que diz o Catolicismo: “A Imaculada Virgem, preservada
    imune de toda mancha da culpa original, terminado o curso da vida terrestre foi assunta em corpo e alma à glória celeste (proclamado o dogma da Assunção da bem-aventurada Virgem Maria pelo Papa Pio XII em 1950). A Assunção da Virgem Maria é uma participação singular na Ressurreição de seu Filho e uma antecipação da ressurreição dos outros cristãos.

    Quando eu leio uma aberração destas, o que mais me deixa indignado, é saber que as pessoas acreditam nisso. Meu Deus, tem misericórdia desse povo. Também não querem ler a Bíblia, vão viver no engano.

    Agora vamos para a gloriosa Palavra de Deus.
    Não existe nenhuma base bíblica para a “Assunção de Maria”. Só haverá o arrebatamento quando Jesus voltar a fim de buscar a
    Igreja para estar sempre com Ele, quando, então, Maria e todos os santos (vivos e mortos) realmente subirão num corpo glorificado
    (…nós, os vivos que estivermos lá, seremos arrebatados com eles nas nuvens, para o encontro com o Senhor nos ares. E assim estaremos para sempre com o Senhor – 1Ts 4.16,17/Bíblia de Jerusalém). No Antigo Testamento houve dois casos de homens de Deus que foram levados diretamente para o céu sem provar a
    morte: Enoque (Gn 5.24) e Elias (2Rs 2.11,12).

    Bom estudo para todos.
    A propósito, espero comentários dos estudos, principalmente do Anderson, Lucia e Lilian, vocês sumiram, o que ouve?

  • Alexandre disse:

    Boa noite a todos,
    Vamos em frente, pois o estudo está sensacional!
    Hoje falaremos sobre:
    INTERCESSÃO DE MARIA, DOS ANJOS E DOS SANTOS?
    Catolicismo: “A bem-aventurada Virgem Maria é invocada na Igreja sob os títulos de advogada, auxiliadora, protetora, medianeira”.
    Referindo-se aos anjos: “Desde o início até a morte, a vida humana é cercada por sua proteção e por sua intercessão.”
    Referindo-se aos santos: “Ele não deixam de interceder por nós ao Pai apresentando os méritos que alcançaram na Terra pelo único
    mediador de Deus e dos homens, Cristo Jesus. Por conseguinte, pela fraterna solicitude deles, nossa fraqueza recebe o mais valioso auxílio.”
    “Sua intercessão é o mais alto serviço que prestam ao plano de Deus. Podemos e devemos pedir-lhes que intercedam por nós e
    pelo mundo inteiro.”

    Alexandre: Agora vamos para a Inerrante e Gloriosa Palavra de Deus.
    Jesus não permitiu destaque especial para Maria. Também não lhe deu o papel de intercessora em seu ministério. Nas bodas de Caná da Galiléia, quando terminou o vinho, Maria tentou interceder em favor dos convidados, mas Jesus lhe respondeu: “Mulher, que nos importa a mim e a ti isso? (Jo 2.4 – Edições Paulinas)”. Quando uma mulher disse a Jesus que bem-aventurados era a sua mãe, Ele respondeu: “Antes, bem-aventurados aqueles que ouvem a palavra de Deus e a guardam” (Lc 11.28 – Versão Pe. Figueiredo). Nem mesmo a humilde Maria pretendeu essa posição que lhe colocaram no catolicismo e sempre se colocou como uma pobre serva do Senhor (“O meu espírito exulta em Deus, meu Salvador. Porque lançou os olhos para a humilhação de sua serva” Lc 1.47,48 – Pe. Matos Soares).
    A Bíblia ensina que há um só mediador entre Deus e os homens, Jesus (1Tm 2.5). Ele disse que é o único caminho para Deus, e ninguém vai ao Pai senão por Ele (Jo 14.6). Em várias outras passagens a Bíblia nos apresenta Jesus como nosso Advogado, como aquele que intercede por nós (Por isso é capaz de salvar
    totalmente aqueles que, por meio dele, se aproximam de Deus, visto que ele vive para sempre para interceder por eles – Hb 7.25/Bíblia de Jerusalém; 9.24; 1Jo 2.1; Jo 14.4; At 4.12).

    Bom estudo a todos. Aguardo comentários, principalmente do Anderson, Lúcia e Lilian, isso é, se tiverem respaldo Bíblico para isso, porque afinal de contas no livro de Gálatas 1: 8-9 diz que se alguém pregar outra coisa que não esteja na Bíblia seja maldito.
    Meditem nisso e nos estudos postados!

  • Anderson disse:

    Distorção do Sr.Alexandre: “Gálatas 1: 8-9 diz que se alguém pregar outra coisa que não esteja na Bíblia seja maldito.”

    O que de fato diz o texto citado por Alexandre:

    “8 Se alguém – ainda que seja eu próprio ou mesmo um anjo do céu – vier pregar-vos, sob o nome de evangelho, outra mensagem além do que já vos temos anunciado, que seja maldito.

    9 Já antes vos tinha dito o mesmo, e repito agora: se alguém vier pregar-vos outras boas novas diferentes daquelas que vocês já uma vez aceitaram, que seja amaldiçoado.

    Conclusão: Alexandre confunde Bíblia com Evangelho. Evangelho significa as Boas Novas.

    O texto fala da pregação da Boa Nova e não da pregação da Bíblia.

    A Bíblia é o livro encadernado, editado e traduzido que foi transformado em ídolo para muitos evangélicos. O nome disto é Bibliolatria.

    Jesus mandou pregar as Boas Novas que significam Evangelho.

    Alexandre confundiu tudo.

    Mas Alexandre mesmo sem entender, acerta quando assume que a Bíblia completa é a palavra de DEUS. Antigo e Novo Testamento.

    Alexandre não consegue provar onde na Bíblia está a definição dos livros inspirados.

    Ele escolhe tudo por conta própria. Ou então, escuta dos homens.

    Se Alexandre seguisse toda a Bíblia e não apenas o que gosta, então escutaria o conselho do maior dos apóstolos:

    “Guardai as tradições que aprendestes, ou por nossas palavras, ou por nossa carta” (II Thess. II, 14).

    Os cristãos primitivos e mesmo os reformadores guardaram as tradições.

    Comunicaram de geração em geração a Assunção de Maria, a comunhão dos Santos e a intercessão dos justos.

    Malafaias, Abneres, Reverendo Moon, Macedos, Santiagos, Valadões, Soares, Terra Nova, Hernandez….

    Isto lá é outro departamento.

    Alexandre, não distorça o texto bíblico. Este pulo do gato de pastor protestante não cola por aqui.

    Já conhecemos as táticas dos “profetas” e “ungidos”, distorcendo textos e trocando palavras.

    Não vou mais te responder.

    Vejo que não tens interesse na verdade.

  • Lilian disse:

    Comentário do Sr.Alexandre:

    “…Bom estudo a todos. Aguardo comentários, principalmente do Anderson, Lúcia e Lilian, isso é, se tiverem respaldo Bíblico .”

    Bem. Se o Sr.Alexandre, sabendo que somos católicos e não seguimos Lutero tal como ele faz, e ainda assim nós cobra que tudo seja explicado pela Bíblia, só podemos imaginar que ele próprio Alexandre, nada faz sem a Bíblia.

    Todas as suas crenças e doutrinas certamente encontram como ele mesmo diz(expressão de Alexandre) respaldo bíblico.

    Vamos lá Sr.Alexandre ?

    Usando teu vasto respaldo bíblico, nos explique:

    a)Onde encontramos na Bíblia a definição dos livros inspirados ?

    b)Onde encontramos na Bíblia a definição da Bíblia como única fonte de revelação ?

    c)Onde encontramos na Bíblia Jesus andando com a Bíblia debaixo do braço ou pregando a Bíblia ?

    d)Onde encontramos na Bíblia a definição da Bíblia protestante como a Bíblia correta ?

    e)Onde encontramos na Bíblia o ensino do Sola Scriptura ?

    NOS EXPLIQUE SR.ALEXANDRE AS QUESTÕES ACIMA. MAS USE A BÍBLIA TAL COMO O SENHOR INJUSTAMENTE EXIGE DE NÓS CATÓLICOS.

    E provavelmente, assim como Alexandre que só usa a Bíblia e se não usa não deveria cobrar especialmente de nós que o façamos, pois nem protestantes somos, seus pares também devem usar amplamente o respaldo bíblico(expressão do Alexandre) para as doutrinas que praticam, se não vejamos:

    Silas Malafaia e sua Assembléia de Deus – Teologia da Prosperidade. Quero ver o Sr.Alexandre encontrar respaldo bíblico.

    Edir Macedo e sua pregação pelo aborto. Onde Sr.Alexandre esta doutrina do seu chefe pode ser encontrada na Bíblia ?

    Valdemiro Santiago negando que Jesus Cristo seja Deus. Onde tal doutrina encontra amparo ?

    Terra Nova pregando o perdão a DEUS pelos seus erros e regressão ao útero materno. Nos diga Sr.Alexandre, onde vocês encontram respaldo bíblico ?

    Unção do chulé ????

    Unção da vaca ????

    Unção da Vassoura ?

    RR Soares dizendo que ajudar os pobres desvia recurso da Igreja. Onde esta doutrina foi ensinada na Bíblia ?

    Nos mostre Sr.Alexandre e é melhor pararmos por aqui, onde vocês aprenderam estas doutrinas ?

    Como vocês fizeram para distorcer a palavra de DEUS de forma que ensinam e propagam estas doutrinas do inferno ?

    São estes “pregadores” teus irmãos em Cristo ?

    Nos diga Sr.Alexandre, usando teu amplo respaldo bíblico, onde está a igreja invisível que vocês defendem ?

    Nos diga Sr.Alexandre, usando ainda teu grandioso respaldo bíblico, onde está a visão do pastor para fundar Igrejas ?

    Onde está a ordem de Jesus para estes hereges esquartejarem o corpo santo do Sr.Jesus e fundarem seitas ?

    Onde está tua Bíblia Sr.Alexandre a doutrina demoníaca pregada na tua Assembléia de DEUS pelo reverendo Moon que nega o Sr.Jesus Cristo e qualifica sua obra como imperfeita ?

    Sem comentários !!!

    Sobre mediação, está escrito e é ensinado para as crianças com 07 anos de idade:

    480. Jesus Cristo é verdadeiro Deus e verdadeiro homem, na unidade da sua Pessoa divina; por essa razão, Ele é o único mediador entre Deus e os homens.

    Com quem, quando e onde, o “teólogo e professor” evangélico aprendeu que se ensina na Igreja Católica que existem outros mediadores para salvação além de Jesus ?

    Sobre salvação está escrito:

    “432. O nome de Jesus significa que o próprio nome de Deus está presente na pessoa do seu Filho feito homem para a redenção universal e definitiva dos pecados. Ele é o único nome divino que traz a salvação e pode desde agora ser invocado por todos, pois a todos os homens Se uniu pela Encarnação, de tal modo que não existe debaixo do céu outro nome, dado aos homens, pelo qual possamos ser salvos» (Act 4, l2) (17).

    O que a Igreja ensina sobre a Virgem Maria e que os pregadores protestantes ocultam de seus súditos ingênuos que acreditam em fábulas:

    Tratado da Verdadeira Devoção da Santíssima Virgem por São Luís Maria Grignion de Montfort:

    “…14 Confesso com toda a Igreja que Maria é uma pura criatura saída das mãos do Altíssimo. Comparada, portanto, à Majestade infinita ela é menos que um átomo, é, antes, um nada, pois que só ele é “Aquele que é” (Ex 3, 14) e, por conseguinte, este grande Senhor, sempre independente e bastando-se a si mesmo, não tem nem teve jamais necessidade da Santíssima Virgem para a realização de suas vontades e a manifestação de sua glória. Basta-lhe querer para tudo fazer.

    Quanto a Santíssima Virgem, é melhor ficar preocupado Sr.Alexandre.

    Ao invés de ouvir o filho das trevas que se chama Silas, melhor ouvir a igreja dos primeiros séculos que decretou:

    Definição como dogma no ano de 649, no Concílio Regional de Latrão(não ecumênico):

    “Se alguém, segundo os Santos Padres, não confessa que própria e verdadeiramente é Mãe de Deus a santa e sempre virgem e imaculada Maria, já que concebeu nos últimos tempos sem sêmen, do Espírito Santo, o próprio Deus-Verbo (…) e que deu à luz sem corrupção, permanecendo a sua virgindade indissolúvel mesmo depois do parto, seja anátema”.

    E como sabemos, a Igreja, ao contrário do Sr.Alexandre, possui respaldo bíblico:

    Igreja, coluna e sustentáculo da verdade.” (I Tim 3.15)

  • Lucia Mendes disse:

    Reverendo Moon na Assembleia de Deus ???

    Não precisa dizer mais nada.

    E são estes que negam o Cristo que querem ensinar Bíblia para a Igreja que deu a Bíblia ao mundo ?

    Melhor nem comentar mesmo !!!

  • suelly disse:

    olha a biblia pode ser interpretada de varias formas,quando ela fala que deus disse que n idolatremos ninguem a ser ele e nem fazermos estatuas…

    o padre sabe disso ele interpreta de outro modo e a serpente deus mandou n era paar ser idolatrada ams sim lembrada que chegassemos a ela e junto com deus melhorassemos das infermidades.

    Saiba os catolicos respeitam as imagens mas garanto toda pregação pode se falar numa santa mas primeiro fala-se em deus…

    sera que deus acho bonito vcs desvaloressarem sua mãe,não venham falar que é so mas uma mulher,ela é honrrada merece respeito,deus cura liberta,nossa senhora é como se fosse,uma ligação do seu paar terra ,podem ate fala,pra que pedir para nossa senhora se é mas facil pedir a deus,pedimos a Deus ele que é o maior e pedimos amparo a nossa mãe…

  • Alexandre disse:

    Para Lilian, Anderson e Lucia,
    Minha gente, se não me engano eu postei somente 7 estudos até agora, e os senhores não conseguem refutar nenhum deles, cadê a defesa da fé de vocês minha gente, expliquem aonde está essas aberrações todas, só fiz 7 estudos, ainda tem muito mais e vocês não conseguem se livrar de nenhum?
    Vou dar uma ajuda para vocês, procurem saber o que é Hermenêutica e Exegese, eu espero vocês entenderem o que é isso para poderem refutar, se conseguirem.

    Seguem os anos da Era Cristã e os fatos heréticos correspondentes;
    O PAPA;
    O VATICANO E O PAPADO NA BÍBLIA;
    A IMORALIDADE DOS PAPAS ;
    BATISMO DE CRIANÇAS;
    ASSUNÇÃO, DE CORPO E ALMA, DE MARIA AO CÉU;
    INTERCESSÃO DE MARIA, DOS ANJOS E DOS SANTOS.

  • Alexandre disse:

    Para Lilian, Anderson e Lucia,
    Minha gente, se não me engano eu postei somente 7 estudos até agora, (Seguem os anos da Era Cristã e os fatos heréticos correspondentes; O PAPA; O VATICANO E O PAPADO NA BÍBLIA; A IMORALIDADE DOS PAPAS ; BATISMO DE CRIANÇAS; ASSUNÇÃO, DE CORPO E ALMA, DE MARIA AO CÉU; INTERCESSÃO DE MARIA, DOS ANJOS E DOS SANTOS) e os senhores não conseguem refutar nenhum deles, cadê a defesa da fé de vocês minha gente, expliquem aonde está essas aberrações todas, só fiz 7, ainda tem muito mais e vocês não conseguem se livrar de nenhum?
    Vou dar uma ajuda para vocês, busquem saber o que é Hermenêutica e Exegese, eu espero vocês entenderem o que é isso para poderem refutar, se conseguirem.

  • Anderson disse:

    Ninguém quer refutar você Alexandre. Primeiro se entenda com as 50.000 seitas e definam uma só doutrina. E depois conversamos. Porque vocês não convencem uns aos outros, razão pela qual se vivem brigando, vivem se xingando e fundando novas denominações.

    Se você não consegue convencer outro protestante e outro protestante não te convence de sua doutrina, como espera convencer os demais ?

    E conforme já foi dito e você fingiu que não leu, não somos protestantes. Quem se obrigou ao Sola Scriptura foi quem adotou Lutero como ídolo e guru.

    Você é que não poderá cometer um só erro em matéria de fé e doutrina. Pois é você mesmo quem diz que tudo está na Bíblia e diz ainda que é inspirado pelo Espírito Santo na tua interpretação.

    A teu respeito está escrito: “Bem aventurado o que não se condena naquilo que aprova.”

  • Anderson disse:

    Lucia Moura, Reverendo Moon na Assembléia de Deus não causa espanto algum..

    O reverendo que afirma que Jesus fez uma obra incompleta só poderia ser recebido com pompa na maior denominação evangélica do país.

    Pelos frutos, conhecemos a árvore.

  • Alexandre disse:

    Oh, Anderson, deixa eu esclarecer para você e a Lúcia sobre o que é seita, porque vocês estão meio perdidos.
    Seita é toda Palavra de Deus distorcida colocada como doutrina e/ou falar o que não está na Bíblia, aprenda um princípio da hermenêutica, você nunca pode afirmar o que a Bíblia não afirma, e a igreja católica faz muito isso: Ex:
    No livro concílio vaticano ii, diz que maria foi para o céu em corpo e alma, meu Deus, que absurdo.
    Vamos para outro absurdo: Ainda no mesmo livro pg. 136, diz lá que a virgem maria é invocada, na igreja, com os títulos de advogada, auxiliadora, amparo e medianeira.
    Isto é o que chamamos seitas e heresias, sabe porque Anderson, porque nem O Senhor Jesus e nenhum dos Apóstolos dão este título a Maria, isso é invenção de um destes papas atribulados.
    A BÍBLIA é a inerrante Palavra de Deus.
    Só mais um detalhe, denominações evangélicas podem existir muitas, sabe porque, porque a Bíblia fala da multiforme graça de Deus (se não sabe o que é isso, vai estudar), porém a mensagem é sempre a mesma, SÓ JESUS SALVA, CURA, LIBERTA, FAZ MILAGRES, etc.
    Imagine só quanta gente enganada, lá no santuário de Maria, eles pedem é para maria, coitados, não sabem que maria já morreu e não pode fazer nada por eles. Isso sim é heresia, pedir bênção para quem já morreu, ao invés de pedir para o Rei dos Reis e Senhor dos Senhores, O Santo de Israel, Jesus Cristo O Senhor.
    Acho que basta!

  • Anderson disse:

    Frase do Alexandre: “…deixa eu esclarecer para você e a Lúcia sobre o que é seita, porque vocês estão meio perdidos.”

    Quero texto bíblico. Deixa de ensino de homens.

    Maria serviu para cuidar, alimentar, vestir, educar e ser a melhor discípulo de Jesus. Maria só não serve para ser modelo para Alexandre.

    Para tal ele prefere Ana Paula Valadão ou Sônia Hernandez.

  • Lilian disse:

    Alexandre você confundiu.

    Quem está morto é o protestante. A Bíblia diz: “A letra mata, mas o espírito vivifica.” A letra matou o protestante que lê, lê, lê e nada entende.

    E pior, dois protestantes não concordam em matéria de fé e doutrina e ambos assumem que estão certos e ambos assumem que o outro que dele discorda também está certo.

    Só não vê tal aberração quem não quer ver. É o caso de Alexandre.

    Sabes que Silas prega doutrina demoníaca da prosperidade. Sabes que Macedo prega doutrina demoníaca do aborto. Sabes que Terra Nova e outros também espalham ensinamentos espúrios.

    O que faz Alexandre ?

    Finge que não vê. Diz que a Bíblia é a palavra infalível de DEUS e chama a todos aqueles que possuem doutrinas condenáveis de irmãos em Cristo. A típica “Salvação” pelo rótulo ou salvação pela placa, como queiram.

    Para resolver o problema e sentir-se menos culpado, nada melhor do que criar um inimigo imaginário e ainda supostamente “mais herege”.

    Criou-se a Babilônia com todos os apelidos, deboches e escárnios.

    Isto tudo por certo dá uma amenizada na consciência, tipo: “É verdade que sou um herege. Mas a Igreja Católica é mais herege do que eu…”

    O protestante precisa acreditar desesperadamente que existem hereges ainda maiores do que ele. E precisa acreditar que apesar de seus inegáveis inúmeros erros em tese estaria tentando “consertar” todos os “desmandos” da Igreja Católica.

    E tem que acreditar que Jesus está feliz com a divisão de sua Igreja e fingir que os pastores receberam visões para fundarem novas igrejas, pois a Bíblia mesmo não dá tal autorização a ninguém para faze-lo.

    Mas nesta hora não há problema em acreditar nas histórias e fábulas de pastores. Nesta hora, Alexandre não faz questão de texto bíblico. Vale o que o pastor quiser que ele engula como verdade.

    Na prática, trata-se apenas de fuga.

    Criam inimigos imaginários para não assumirem suas mazelas.

    As seitas caminham nestas direção.

    As seitas também possuem doutrinadores e súditos que não podem questionar. Quem questiona acaba tendo que sair e por vezes acaba fundando uma nova seita que passa a ser a “verdadeira” igreja de Jesus Cristo sob a regência de um novo “infalível”.

    Alexandre, se condenas Maria, condenas o protestantismo histórico. Condenas ainda os cristãos primitivos.

    Contra fatos não há argumentos. O que é história está registrado.

    Pesquise a doutrina de Lutero, Calvino e o cristianismo primitivo e veja a relação destes com a mãe do redentor do gênero humano.

    Não por acaso, eles leram e parecem ter entendido: “…mulher eis o teu filho…”

    Fique na paz, muito embora a paz de Jesus não possa ser encontrada com facilidade em meio a Babel protestante, onde cada crente tem uma doutrina própria diferente da outra.

    E dizer que a mensagem é a mesma conforme Alexandre disse acima é tão e somente metáfora.

    Como é possível mensagens dizendo que Jesus salva, cura, liberta e faz milagre se o reverendo Moon na Assembléia de DEUS de Madureira diz que Jesus Cristo fez uma obra imperfeita ? E todos ainda batem palmas para esta filho das trevas.

    Como é possível equiparar mensagens dizendo que Jesus salva, cura, liberta e faz milagre se Valdemiro Santiago nega que Cristo seja DEUS retomando a heresia de Ário ?

    Como é possível nivelar por baixo e juntar no mesmo saco aqueles que de fato servem ao Senhor e meditam na sua palavra, dizendo que Jesus salva, cura, liberta e faz milagre se Terra Nova diz que devemos perdoar a DEUS pelos seus erros em nossas vidas ?

    Como é possível Alexandre acreditar que a mensagem é a mesma em cada seita, se ele mesmo ouviu da boca do Silas a demoníaca teologia da prosperidade e o luceferino aborto de Macedo ???

    Resta-nos parafrasear Alexandre, considerando seu último parágrafo:

    “Imagine só quanta gente enganada, lá nas igrejas evangélicas, eles pedem orações para macedos, malafaias, terras novas, soares, santiagos, reverendo Moon, coitados, ainda não sabem que eles estão “mortos”. São eles que não entram no reino e não deixam que outros entrem. Não sabem que eles já “morreram” e não podem fazer fazer nada por eles. Isso sim é heresia, pedir bençãos para hereges mais do que conhecidos ao invés de pedir para o Rei dos Reis e Senhor dos Senhores, o Santo de Israel, Jesus Cristo O Senhor.
    Acho que basta! ”

    Basta ???

    Onde está na Bíblia de Alexandre a definição para heresia a qual ele fez referência em seu último parágrafo ?

    Quero explicação bíblica.

    Quem define o que é heresia no protestantismo se todos recusam os ensinos da Igreja e todos acusam os demais de heresia ?

    Quero definição bíblica !

    Quem definiu no protestantismo o que é heresia ? Onde está o texto bíblico ?

  • Lilian disse:

    Alexandre você confundiu.

    Quem está morto é o protestante. A Bíblia diz: “A letra mata, mas o espírito vivifica.” A letra matou o protestante que lê, lê, lê e nada entende.

    E pior, dois protestantes não concordam em matéria de fé e doutrina e ambos assumem que estão certos e ambos assumem que o outro que dele discorda também está certo.

    Só não vê tal aberração quem não quer ver. É o caso de Alexandre.

    Sabes que Silas prega doutrina demoníaca da prosperidade. Sabes que Macedo prega doutrina demoníaca do aborto. Sabes que Terra Nova e outros também espalham ensinamentos espúrios.

    O que faz Alexandre ?

    Finge que não vê. Diz que a Bíblia é a palavra infalível de DEUS e chama a todos aqueles que possuem doutrinas condenáveis de irmãos em Cristo. A típica “Salvação” pelo rótulo ou salvação pela placa, como queiram.

    Para resolver o problema e sentir-se menos culpado, nada melhor do que criar um inimigo imaginário e ainda supostamente “mais herege”.

    Criou-se a Babilônia com todos os apelidos, deboches e escárnios.

    Isto tudo por certo dá uma amenizada na consciência, tipo: “É verdade que sou um herege. Mas a Igreja Católica é mais herege do que eu…”

    O protestante precisa acreditar desesperadamente que existem hereges ainda maiores do que ele. E precisa acreditar que apesar de seus inegáveis inúmeros erros em tese estaria tentando “consertar” todos os “desmandos” da Igreja Católica.

    E tem que acreditar que Jesus está feliz com a divisão de sua Igreja e fingir que os pastores receberam visões para fundarem novas igrejas, pois a Bíblia mesmo não dá tal autorização a ninguém para faze-lo.

    Mas nesta hora não há problema em acreditar nas histórias e fábulas de pastores. Nesta hora, Alexandre não faz questão de texto bíblico. Vale o que o pastor quiser que ele engula como verdade.

    Na prática, trata-se apenas de fuga.

    Criam inimigos imaginários para não assumirem suas mazelas.

    As seitas caminham nestas direção.

    As seitas também possuem doutrinadores e súditos que não podem questionar. Quem questiona acaba tendo que sair e por vezes acaba fundando uma nova seita que passa a ser a “verdadeira” igreja de Jesus Cristo sob a regência de um novo “infalível”.

    Alexandre, se condenas Maria, condenas o protestantismo histórico. Condenas ainda os cristãos primitivos.

    Contra fatos não há argumentos. O que é história está registrado.

    Pesquise a doutrina de Lutero, Calvino e o cristianismo primitivo e veja a relação destes com a mãe do redentor do gênero humano.

    Não por acaso, eles leram e parecem ter entendido: “…mulher eis o teu filho…”

    Fique na paz, muito embora a paz de Jesus não possa ser encontrada com facilidade em meio a Babel protestante, onde cada crente tem uma doutrina própria diferente da outra.

    E dizer que a mensagem é a mesma conforme Alexandre disse acima é tão e somente metáfora.

    Como é possível mensagens dizendo que Jesus salva, cura, liberta e faz milagre se o reverendo Moon na Assembléia de DEUS de Madureira diz que Jesus Cristo fez uma obra imperfeita ? E todos ainda batem palmas para esta filho das trevas.

    Como é possível equiparar mensagens dizendo que Jesus salva, cura, liberta e faz milagre se Valdemiro Santiago nega que Cristo seja DEUS retomando a heresia de Ário ?

    Como é possível nivelar por baixo e juntar no mesmo saco aqueles que de fato servem ao Senhor e meditam na sua palavra, dizendo que Jesus salva, cura, liberta e faz milagre se Terra Nova diz que devemos perdoar a DEUS pelos seus erros em nossas vidas ?

    Como é possível Alexandre acreditar que a mensagem é a mesma em cada seita, se ele mesmo ouviu da boca do Silas a demoníaca teologia da prosperidade e o luceferino aborto de Macedo ???

    Resta-nos parafrasear Alexandre, considerando seu último parágrafo:

    “Imagine só quanta gente enganada, lá nas igrejas evangélicas, eles pedem orações para macedos, malafaias, terras novas, soares, santiagos, reverendo Moon, coitados, ainda não sabem que eles estão “mortos”. São eles que não entram no reino e não deixam que outros entrem. Não sabem que eles já “morreram” e não podem fazer fazer nada por eles. Isso sim é heresia, pedir bençãos para hereges mais do que conhecidos ao invés de pedir para o Rei dos Reis e Senhor dos Senhores, o Santo de Israel, Jesus Cristo O Senhor.
    Acho que basta! ”

    Basta ???

    Onde está na Bíblia de Alexandre a definição para heresia a qual ele fez referência em seu último parágrafo ?

    Quero explicação bíblica.

    Quem define o que é heresia no protestantismo se todos recusam os ensinos da Igreja e todos acusam os demais de heresia ?

    Quero definição bíblica !

    Quem definiu no protestantismo o que é heresia ? Onde está o texto bíblico ?

  • Lilian disse:

    Alexandre você confundiu.

    Quem está morto é o protestante. A Bíblia diz: “A letra mata, mas o espírito vivifica.” A letra matou o protestante que lê, lê, lê e nada entende.

    E pior, dois protestantes não concordam em matéria de fé e doutrina e ambos assumem que estão certos e ambos assumem que o outro que dele discorda também está certo.

    Só não vê tal aberração quem não quer ver. É o caso de Alexandre.

    Sabes que Silas prega doutrina demoníaca da prosperidade. Sabes que Macedo prega doutrina demoníaca do aborto. Sabes que Terra Nova e outros também espalham ensinamentos espúrios.

    O que faz Alexandre ?

    Finge que não vê. Diz que a Bíblia é a palavra infalível de DEUS e chama a todos aqueles que possuem doutrinas condenáveis de irmãos em Cristo. A típica “Salvação” pelo rótulo ou salvação pela placa, como queiram.

    Para resolver o problema e sentir-se menos culpado, nada melhor do que criar um inimigo imaginário e ainda supostamente “mais herege”.

    Criou-se a Babilônia com todos os apelidos, deboches e escárnios.

    Isto tudo por certo dá uma amenizada na consciência, tipo: “É verdade que sou um herege. Mas a Igreja Católica é mais herege do que eu…”

    O protestante precisa acreditar desesperadamente que existem hereges ainda maiores do que ele. E precisa acreditar que apesar de seus inegáveis inúmeros erros em tese estaria tentando “consertar” todos os “desmandos” da Igreja Católica.

    E tem que acreditar que Jesus está feliz com a divisão de sua Igreja e fingir que os pastores receberam visões para fundarem novas igrejas, pois a Bíblia mesmo não dá tal autorização a ninguém para faze-lo.

    Mas nesta hora não há problema em acreditar nas histórias e fábulas de pastores. Nesta hora, Alexandre não faz questão de texto bíblico. Vale o que o pastor quiser que ele engula como verdade.

    Na prática, trata-se apenas de fuga.

    Criam inimigos imaginários para não assumirem suas mazelas.

    As seitas caminham nestas direção.

    As seitas também possuem doutrinadores e súditos que não podem questionar. Quem questiona acaba tendo que sair e por vezes acaba fundando uma nova seita que passa a ser a “verdadeira” igreja de Jesus Cristo sob a regência de um novo “infalível”.

    Alexandre, se condenas Maria, condenas o protestantismo histórico. Condenas ainda os cristãos primitivos.

    Contra fatos não há argumentos. O que é história está registrado.

    Pesquise a doutrina de Lutero, Calvino e o cristianismo primitivo e veja a relação destes com a mãe do redentor do gênero humano.

    Não por acaso, eles leram e parecem ter entendido: “…mulher eis o teu filho…”

    Fique na paz, muito embora a paz de Jesus não possa ser encontrada com facilidade em meio a Babel protestante, onde cada crente tem uma doutrina própria diferente da outra.

    E dizer que a mensagem é a mesma conforme Alexandre disse acima é tão e somente metáfora.

    Como é possível mensagens dizendo que Jesus salva, cura, liberta e faz milagre se o reverendo Moon na Assembléia de DEUS de Madureira diz que Jesus Cristo fez uma obra imperfeita ? E todos ainda batem palmas para esta filho das trevas.

    Como é possível equiparar mensagens dizendo que Jesus salva, cura, liberta e faz milagre se Valdemiro Santiago nega que Cristo seja DEUS retomando a heresia de Ário ?

    Como é possível nivelar por baixo e juntar no mesmo saco aqueles que de fato servem ao Senhor e meditam na sua palavra, dizendo que Jesus salva, cura, liberta e faz milagre se Terra Nova diz que devemos perdoar a DEUS pelos seus erros em nossas vidas ?

    Como é possível Alexandre acreditar que a mensagem é a mesma em cada seita, se ele mesmo ouviu da boca do Silas a demoníaca teologia da prosperidade e o luceferino aborto de Macedo ???

    Resta-nos parafrasear Alexandre, considerando seu último parágrafo:

    “Imagine só quanta gente enganada, lá nas igrejas evangélicas, eles pedem orações para macedos, malafaias, terras novas, soares, santiagos, reverendo Moon, coitados, ainda não sabem que eles estão “mortos”. São eles que não entram no reino e não deixam que outros entrem. Não sabem que eles já “morreram” e não podem fazer fazer nada por eles. Isso sim é heresia, pedir bençãos para hereges mais do que conhecidos ao invés de pedir para o Rei dos Reis e Senhor dos Senhores, o Santo de Israel, Jesus Cristo O Senhor.
    Acho que basta! ”

    Basta ???

    Onde está na Bíblia de Alexandre a definição para heresia a qual ele fez referência em seu último parágrafo ?

    Quero explicação bíblica.

    Quem define o que é heresia no protestantismo se todos recusam os ensinos da Igreja e todos acusam os demais de heresia ?

    Quero definição bíblica !

    Quem definiu no protestantismo o que é heresia ? Onde está o texto bíblico ?

  • Lilian disse:

    Sobre a frase do Alexandre e nossa resposta:

    Alexandre: “Isto é o que chamamos seitas e heresias, sabe porque Anderson, porque nem O Senhor Jesus e nenhum dos Apóstolos dão este título a Maria, isso é invenção de um destes papas atribulados.”

    Resposta: Errou mais uma vez Alexandre. Jesus deu poderes aos apóstolos sim.

    Ele disse: “O que ligares na terra será ligado no céu. O que desligares na terra será desligado no céu.”

    Jesus disse. Está na Bíblia.

    E disse ainda: “Confirma teus irmãos na fé”.

    E disse também: “Apascenta minhas ovelhas.”

    Você é que não aceita. Isto é um outro problema.

    Quando Jesus voltar diga como qualquer protestante faz:

    “Eu não aceito as escolhas o filho do altíssimo DEUS fez.. Eu não aceito Pedro. Eu quero Malafaia, Macedo, Manoel Ferreira e Reverendo Moon.”

    Já que o negócio é protestar contra Jesus Cristo diga ainda o que é comum e exclusivo dos protestantes:

    “Eu determino. Eu exijo. Eu declaro. Eu não preciso de Papa, Eu tomo posse, Eu decreto, Eu profetizo, Eu não aceito a tua mãe Maria, Eu não preciso de Igreja, Eu não preciso ouvir para ter fé, mas apenas ler a Bíblia. Eu não aceito a tua igreja. Eu não aceito a tua ordem para que os apóstolos sejam confessores. Eu não aceito tua ordem para recitar o Pai Nosso. Eu não aceito tua ordem para que sejamos um. Eu não aceito esta coisa de um só batismo e uma só fé. Eu não aceito a bíblica Bem Aventurança de Maria. Eu não aceito comer da tua carne e beber do teu sangue, etc…”

    Reclame com Jesus.

    E não é só isto. A Bíblia define a Igreja como coluna e sustentáculo da verdade. Está na Bíblia que você jura que leu e entendeu.

    O que Jesus não ensinou foi o seguinte:

    a)Dízimos de 10%;

    b)Bízimos ou trízimos;

    c)Unção do chulé;

    d)Unção da meia;

    e)Unção da vaca;

    f)Aborto;

    g)Prosperidade financeira;

    h)Fogueira santa;

    i)Culto das princesas;

    j)Benção do helicóptero;

    l)Unção do cachorro;

    m)Transferência de unção;

    n)Regressão ao útero materno;

    o)Ajudar os pobres é desviar recurso da igreja;

    p)Heresia de Ário;

    q)Unção da vassoura;

    r)Tomar posse da benção;

    s)Tomar posição diante de DEUS. O último que tomou posição diante de DEUS foi Judas que terminou enforcando-se;

    t)A obra de |Jesus foi incompleta tal como fazia o reverendo Moon para delírio e aplausos de muitos;

    u)Troca de anjos da guarda;

    v)Sola Scriptura(tudo tem que estar na Bíblia);

    x)Protestantismo;

    z)Fundação de seita protestantes. Divisão.

    Mas onde encontramos todos estes ensinos que JESUS E OS APÓSTOLOS NUNCA ENSINARAM ?

    ENTRE OS PAPAS ATRIBULADOS(EXPRESSÃO DO ALEXANDRE) PREOCUPADOS COM A SALVAÇÃO DOS FIÉIS OU ENTRE OS DESPREOCUPADOS, PORTANTO, NÃO ATRIBULADOS PREGADORES QUE NÃO ESTÃO NEM AÍ PARA AS ALMAS ?

  • Anderson disse:

    O que interessou ao Sr.Alexandre estudar na doutrina católica ?

    Frase de Alexandre: “Ainda no mesmo livro pg. 136, diz lá que a virgem maria é invocada, na igreja, com os títulos de advogada, auxiliadora, amparo e medianeira.”

    O que não interessou ao Sr.Alexandre conhecer na doutrina católica ?

    Tratado da Verdadeira Devoção da Santíssima Virgem por São Luís Maria Grignion de Montfort:

    “…14 Confesso com toda a Igreja que Maria é uma pura criatura saída das mãos do Altíssimo. Comparada, portanto, à Majestade infinita ela é menos que um átomo, é, antes, um nada, pois que só ele é “Aquele que é” (Ex 3, 14) e, por conseguinte, este grande Senhor, sempre independente e bastando-se a si mesmo, não tem nem teve jamais necessidade da Santíssima Virgem para a realização de suas vontades e a manifestação de sua glória. Basta-lhe querer para tudo fazer.

    Caro Alexandre, infelizmente você não pode escolher o que gosta e o que não gosta. Tem que comprar o pacote.

    Não pode abraçar a Bíblia assumindo alguns textos e recusando a maioria como é a praxe protestante.

    Também não pode escolher de Lutero o Sola Scriptura e recusa-lo na veneração a Santíssima Virgem e nos sacramentos.

    Não pode recusar Calvino na defesa da perpétua virgindade de Maria e assumi-lo quando se levanta contra a Igreja Católica.

    Isto sim é heresia. Heresia porque há escolha.

    Você não pode ser literal para cobrar doutrinas católicas na Bíblia e depois deixar de ser literal para fugir das doutrinas bíblicas que você não gosta.

    Muito menos você deveria ser um anti católico a qualquer custo e que se esmera em escolher um texto sobre a Virgem Maria que supostamente lhe exalta e recusar um outro que supostamente lhe rebaixa.

    Tudo tem que ser estudado em um contexto e não em títulos ou textos soltos conforme você e seus irmãos costumam fazer.

    E então ?

    Você acha que a igreja está certa ou errada em ensinar aos católicos que Maria é simples criatura diante de DEUS e que DEUS em nada precisou da Santíssima Virgem ?

    Você acha que os pregadores protestantes que ensinam aos demais protestantes que a Igreja Católica trata Maria como DEUSA são apenas ignorantes ou estão realmente de má-fé ?

    Responda por favor. Sem rodeios.

  • Alexandre disse:

    A única coisa que me interessa em estudar a igreja católica, é a mesma coisa que me leva a estudar o budismo, o espiritismo, o mormonismo, a maçonaria, a igreja adventista do 7º dia, as testemunhas de Jeová, e por aí vai… Ou seja, combater seitas e heresias, é dever de todo cristão que ama a Deus e a Sua Palavra. O Senhor Jesus disse em Mc 16:15 E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.
    ENTENDEU MANDOU PREGAR O EVANGELHO, NÃO MANDOU PREGAR TRADIÇÃO HUMANA NÃO MINHA GENTE. Não precisa ser muito inteligente para entender que o Senhor Jesus mandou pregar a Sua Palavra, ou seja, a Bíblia que vocês não acham suficiente, a vida inteira acham que Jesus precisa de bengala, Jesus não precisa de bengala não minha gente!
    1Ts 1:8;9 Porque por vós soou a palavra do Senhor, não somente na Macedônia e Acaia, mas também em todos os lugares a vossa fé para com Deus se espalhou, de tal maneira que já dela não temos necessidade de falar coisa alguma; Porque eles mesmos anunciam de nós qual a entrada que tivemos para convosco, e como dos ÍDOLOS vos convertestes a Deus, para servir o Deus vivo e verdadeiro.
    Quem convence o homem do pecado, da justiça e do juízo de Deus é o Espírito Santo, quem sabe um dia vocês não se convertem ao Deus vivo e verdadeiro.

  • Anderson disse:

    Exato Alexandre, o Senhor mandou pregar o evangelho e não a Bíblia.
    O Senhor não mandou pregar ensinos de pastores ou “visões” de “ungidos”. Já não estás tão longe do Reino dos céus.

    Mas responda por favor que você esqueceu:

    Você acha que a igreja está certa ou errada em ensinar aos católicos que Maria é simples criatura diante de DEUS e que DEUS em nada precisou da Santíssima Virgem ?

    Você acha que os pregadores protestantes que ensinam aos demais protestantes que a Igreja Católica trata Maria como DEUSA são apenas ignorantes ou estão realmente de má-fé ?
    Responda por favor. Sem rodeios.

    Se você não quer estudar o catolicismo, é melhor então não falar do que não conhece.

  • Alexandre disse:

    Primeiramente deixamos claro que não odiamos Maria, mãe de Jesus. Só queremos vê-la no seu próprio lugar indicado na Bíblia. Como poderíamos odiar Maria? E uma acusação sem fundamento. Em toda a literatura evangélica sobre a identidade de Maria não pode ser encontrado algo que possa justificar essa acusação tão absurda. Amamos Maria como a mãe de Jesus como apresentada na Bíblia.
    Os católicos manifestam seu sentimento de profunda tristeza quando afirmamos que Maria é reconhecida como deusa no catolicismo. Dizem que não estamos sendo honestos nessa declaração, mas os fatos falam por si mesmos. O livro “Glórias de Maria” atribui a Maria toda a honra e toda a glória que a Bíblia confere ao Senhor Jesus Cristo. Chama Maria de onipotente e por outros atributos divinos.
    (“Glórias de Maria”, S. Afonso de Ligório, Editora Santuário – Aparecida – SP, edição de 1989, pp. 76-77,147).
    Pedro recomenda: Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém (2 Pe 3.18). Quando conhecemos melhor o Jesus da Bíblia não podemos concordar com os títulos e honrarias que se prestam a Maria, pois acreditamos que nem mesmo Maria aceitaria a transferência para ela das honras que são exclusivas ao seu Filho – nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
    Maria procurou interferir na obra salvífica de Jesus por três vezes durante o seu ministério. A primeira vez que Maria assim o fez foi quando Jesus visitou o templo, na idade de 12 anos.(Lc 2.48-49).
    Na segunda vez foi na festa de casamento, em Caná da Galiléia.(Jo 2.3-4).
    E a terceira vez foi em Cafarnaum, quando Jesus estava pregando.(Mc 3.31-35).
    Mesmo quando Jesus foi interrompido no seu discurso por uma mulher que elogiava Maria por lhe ter amamentado e lhe dado à luz, Jesus não elogiou a mulher: Disse a mulher: Bem aventurado o ventre que te trouxe e os peitos em que mamaste! Mas ele disse: Antes, bem-aventurados os que ouvem a palavra de Deus e a guardam (Lc 11.27-28). Jesus assim falando, afirmou que existe mais bem-aventurança em ouvir a Palavra de Deus e guardá-la do que ter sido filho de Maria.
    A última referência bíblica a Maria é a que se vê em Atos 1.14 quando ela se encontrava em oração com os demais seguidores de Jesus: Todos estes perseveravam unanimemente em oração e súplicas, com as mulheres, e Maria, mãe de Jesus, e com seus irmãos. Fora isso, nada mais se lê no livro de Atos sobre Maria, assim como em todo o restante do Novo Testamento.
    Quando conhecemos melhor o Jesus da Bíblia não podemos concordar com os títulos e honrarias que se prestam a Maria, pois acreditamos que nem mesmo Maria aceitaria a transferência para ela das honras que são exclusivas ao seu Filho – nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

  • Anderson disse:

    Caro Alexandre, realmente não é possível qualquer debate com você.

    A primeira frase do Alexandre:

    “Primeiramente deixamos claro que não odiamos Maria, mãe de Jesus. Só queremos vê-la no seu próprio lugar indicado na Bíblia.”

    Quer saber Alexandre qual é o lugar próprio de Maria indicado na Bíblia ?

    Leia sobre a Bem Aventurança de Maria. A profecia bíblica é cumprida somente na Igreja Católica.

    A tua seita não cumpre nem o ordenamento bíblico básico e você me diz que deseja ver Maria no lugar próprio indicado na Bíblia ?

    Sabe onde fica Maria de acordo com a Bíblia ?

    Ela é levada para a casa do apóstolo mais amado João.

    Sabe o que o “bíblico” evangélico faz com Maria ? Ela a expulsaria de qualquer lugar que pudesse. Ele a expulsaria de repartições públicas, das praças, das escolas, de onde pudesse.

    Onde se cumpre a ordem de Jesus: “João, eis a tua mãe” ???

    Se não cumpres o básico, por que deveríamos debater ?

    Sobre os títulos de Maria, vai uma dica:

    Quando Jesus voltar diga a ele que não aceita a igreja que ele institui na terra.

    E diga também que teu entendimento bíblico é superior a inteligência de 2.000 anos desta mesma Igreja.

    É simples assim.

    A propósito, o pastor Abner Ferreira chamou de gloriosa Eslavec a escola de Silas Malafaia.

    Já pensou Alexandre, algum de nós católicos usando a palavra gloriosa para Maria ou para qualquer outra atividade da Igreja ?

    O que este pastor não diria contra nós ?

    No mínimo nos diria em alto e bom som: “Não se deve dar a ninguém a glória que é exclusiva a DEUS.”

    Mas como foi ele quem disse Gloriosa Eslavec e como ele é pastor, então o crente finge que não viu e finge que não sabe.

    Se quiser confirmar o que este herege disse, verifique o seguinte título: “Pastor Abner Ferreira sai em defesa de Silas Malafaia.”

    Abraços.

  • Alexandre disse:

    Anderson, deixa de brincadeira, com toda certeza essa palavra não tem nada a ver com a Glória de Deus, pelo amor de Deus. A Bíblia é clara, Deus não divide a sua Glória com ninguém.
    Não confunda as coisas, desde que a igreja católica virou apóstata é que começou com a idolatria.
    Veja bem, quem é que acende vela para imagens, se ajoelha perante imagens, faz pedidos para imagens, carrega imagens nas costas, anda quilômetros de joelhos, sobe escadarias de joelhos, etc…
    É o povo católico, e isso no mundo todo, mas a Bíblia diz que isso é idolatria e sacrifício de tolo.

  • Carlos disse:

    O fato é que os católicos não têm entendimentos, porque não lêem a palavra de Deus, a Biblia, eu li a maioria aqui dos comentários, e vi que Alexandre sozinho, mostrou a bíblia, e os outros falaram de filosofias vãs, coisas de homens, e coisa de homens não podemos ouvir, porque são todos falhos, mas a bíblia ela é in-errante como Alexandre diz, e outra coisa, católicos tem a blasfêmia de dizer que Maria salva, pelo amor de Deus vamos ler a bíblia, a própria Maria diz em Lucas capitulo 2, leiam lá nas suas bíblias católicas, que, Maria clamou (“”E disse Maria: Minha alma engrandece o Senhor, e meu espírito exulta em Deus meu Salvador, porque olhou para a humilhação de sua serva LUCAS 1:46, 48) , vemos aqui Maria chamar Jesus de meu salvador, como pode ser ela a salvadora então? Muito erram em chamar Maria de salvadora, por que Jesus não nasceu em relações de carnais como nós,que nascemos, mas veio gerado pelo espírito santo, colocar Maria como salvadora é o mesmo que diminuir a pessoa santa, majestosa, grandiosa de Jesus Cristo, fé cristã sem fundamento e não Le a bíblia e assim se esclarecer. Por isso que sou crente hoje eu era católico, mas queria conhecer a verdade, foi ai que comecei a ler a bíblia, através de um aconselhamento de irmão evangélico na época, que me mandou eu ler, e assim descobrir a verdade. Foi assim que meus olhos se abriram e eu comecei a ver as mentiras e deturpação que os papas faziam com a palavra de Deus, ensinando erradamente aos inocentes fieis, a bíblia diz também, que, aqueles que se envergonharem de Deus e de sua palavra Deus também envergonhará dele diante do pai, mas não falou em hipótese nenhuma de outra pessoa ou outra salvadora no reino para julgamento a não ser Deus, e o que passa disso para mim é mentira, por que para mim só existe um Deus Cristo meu salvador.

  • tamiriz disse:

    Fala serio….Que mundo estamos vivendoo..muito triste vermos a ignorancia desse pastor ai chutando a imagem de nossa senhora imagina so o que ele ensina para o seu povo…nao vamos julga assim tds os evangelicos pois nem todos sao ignorantes quanto a este pastor…tao pobre de espirito…temos q respeitar cada doutrina pois os catolicos nao ficam insultando os evagelicos se acreditam em imagens deixam eles é a doutrina deles temos que respeitar e os evangelicos que fazem seus cultos nas igrejas com tons de voz alterados pra que isso Deus nao é surdo…nem por isso os catolicos fazem insultos em vcs….nao sou catolica nem evangelica sou espirita mas acredito sim em nossa senhora aparecida e temos q respeitar o espaco um dos outros…fiquemos atentos pessoal dizem q falsos profetas viram e lembrando que os envangelicos roubaram a biblua dos catolicos muita coisa foi mudada..rs….vamos seguir enfrente firne com deus para termos nossas salvacao…..alias religiao,politica e futebol nao se descutem mas vamos respeitar cada qual sua doutrina sua crenca…assim sejaa…bjs

  • Alexandre disse:

    Boa tarde prezados,
    Segue mais um estudo para vocês católicos, para que possam conhecer as mentiras da igreja católica e as verdades da Palavra de Deus:
    SANTAS IMAGENS?
    Catolicismo: “Desde o Antigo Testamento, Deus ordenou ou
    permitiu a instituição de imagens que conduziriam simbolicamente
    à salvação por meio do Verbo encarnado, como são a serpente de
    bronze (Nm 21.4-9), a Arca da Aliança e os querubins (Ex 25.10-
    22; 1Rs 6.23-28; 7.23-26). Foi fundamentando-se no ministério do
    Verbo encarnado que o sétimo Concílio ecumênico, em Nicéia
    (787 d.C.), justificou, contra os iconoclastas, o culto dos ícones: os
    de Cristo, mas também os da Mãe de Deus, dos anjos e de todos
    os santos. O culto cristão das imagens não é contrário ao primeiro
    mandamento, que proíbe os ídolos. De fato, ‘a honra prestada a
    uma imagem se dirige ao modelo original’ (S. Basílio), e “quem venera uma imagem venera a pessoa que nela está pintada’ (II Concílio de Nicéia, Concílio de Trento e Concílio do Vaticano II). A honra prestada às santas imagens é uma veneração respeitosa, e não uma adoração, que só compete a Deus.”
    “Nós devemos compreender a diferença entre imagem e ídolo. Assim fica mais fácil para entender seu sentido na Igreja desde os primeiros séculos. Ídolo é a coisa em si mesma. Imagem é recordação, alguma coisa distinta dela mesma.”

    Agora claro, vamos a Gloriosa Palavra de Deus:
    Não há dúvidas de que Deus ordenou a construção dos querubins da Arca da Aliança, porém com a finalidade de adorno e de se fazer sombra sobre a arca (Hb 9.5), como também não há dúvida de que Deus mandou construir a serpente de bronze, porém, para prefigurar a morte sacrificial de Jesus Cristo (“Como Moisés levantou a serpente no deserto, assim é necessário que seja levantado o Filho do Homem” – Jo 3.14,15/Bíblia de Jerusalém). Tendo, inclusive, Ezequias, rei de Judá, sido enaltecido pelo próprio Deus quando destruiu essa mesma serpente de bronze muitos anos depois, pelo fato do povo estar lhe prestando culto (2Rs 18.4,5 – 4º Reis na Versão Pe. Matos Soares). Querer usar o verbo venerar no lugar de adorar não passa de um sofisma. Não adianta eles darem o nome de culto de dulia (servidão, deferência) – hiperdulia no caso de
    Maria; na prática, o que eles fazem é adorar (latria). Vejamos:
    a) ajoelham-se diante das imagens;
    b) chegam a beijá-las;
    c) acendem-lhe velas;
    d) diante delas, fazem promessas e o sinal da cruz;
    e) rezam ajoelhados aos seus pés;
    f) carregam-nas em procissões;
    g) constróem-lhes igrejas e catedrais;
    h) fazem grande diferença entre as imagens de um mesmo santo: umas sendo honradas de maneira vulgar, e outras cercadas de honrarias solenes viajando pelos países do mundo. Cansam-se fazendo peregrinações para cumprir votos, indo visitar imagens, tendo imagens semelhantes em seu próprio lar.
    O que mais resta para caracterizar o culto. Ao que tudo indica, os ídolos os cegaram para que não vejam a verdade (“E do que ficou do mesmo pau fez ele para si um ídolo: diante do qual se prostra, e o adora, e lhe roga, dizendo: Livra-me porque tu és o meu Deus. Eles não souberam nem entenderam: porque os seus olhos estão cobertos para que não vejam, nem entendam em seu coração”–Is 44.17,18/Versão Pe. Figueiredo) porque não são poucos os versículos que condenam a feição e adoração a imagens (“Não farás para ti imagem esculpida”–Ex 20.4,5/Bíblia de Jerusalém; Lv 19.4; 26.1; Dt 4.16; 4.28; 7.5; 7.25,26; 27.15; 2Rs 17.35; “Confundidos sejam todos os que adoram ídolos, e os que se gloriam nos seus simulacros. Adorai ao Senhor todos os seus anjos”–Sl 97.7
    (Sl 96 na tradução da Vulgata Latina)/Versão Pe. Figueiredo; “Os seus ídolos são de prata e ouro, obra das mãos dos homens. Têm boca, e não falam; têm olhos e não vêem. Têm ouvidos, e não ouvem; têm narizes, e não cheiram.
    Têm mãos, e não apalpam; têm pés, e não andam; não emitem som com a sua garganta. Serão semelhantes a ele os que os fazem, todos os que confiam neles–Sl 115.4-8 (Sl 113 na Vulgata/Versão Pe. Matos Soares); Sl 135 (Sl 134 na Vulgata); Is 40.18-20; “Eu sou o Senhor, esse é meu nome, a ninguém cederei minha glória, nem a ídolos minha honra”– 42.8/Versão Pe. Matos Soares; 44.9-19; “Vinde, reuni-vos todos, aproximai-vos, vós que fostes salvos dentre as
    nações! Nada disso compreendem aquele que trazem seu ídolo de madeira, aqueles que oram a um deus impotente para salvar”– 45.20/Bíblia Ave-Maria; Jr 8.19; “Eles são um espantalho em um campo de pepinos. Eles não podem falar; devem ser carregados, porque não podem caminhar!”–10.5/Bíblia de Jerusalém; “Todo mundo fica bobo, sem entender, e todo ourives fica envergonhado com o ídolo que esculpiu, pois a sua estátua é mentira e não
    tem vida”–Jr 10.14/Versão Pe. Storniolo; “De que serve a imagem esculpida para que o escultor a talhe? E o ídolo fundido, que só ensina mentiras, para que o artífice nele ponha a sua confiança, fabricando divindades mudas?”– Hc 2.18/Bíblia Ave-Maria; “Sendo nós pois linhagem de Deus, não devemos pensar que a divindade é semelhante ao ouro, ou à prata, ou à pedra lavrada por arte e indústria de homem”–At 17.29/Versão Pe. Figueiredo; “e mudaram a glória de Deus incorruptível para a figura dum simulacro de homem corruptível (…) eles que trocaram a verdade de Deus pela mentira, e que adoraram a criatura de preferência ao Criador”–Rm 1.23,25/Versão Pe. Matos Soares; “Não vos iludais!
    (…) nem os idólatras (…) herdarão o reino de Deus”–1 Co 6.9,10/Bíblia de Jerusalém; 1Co 12.2; Gl 5.19-21; “Filhinhos, guardai-vos dos ídolos!”–1Jo 5.21/Bíblia Ave-Maria; “Quanto aos (…) idólatras (…) o lugar deles é o lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte”–Ap 21.8/Versão Pe. Ivo Storniolo; “Ficarão de fora (…) os idólatras e todos os que amam ou praticam a mentira”–Ap 22.15/Bíblia de Jerusalém).
    Ora, se nem os próprios santos (“Quando Pedro estava para entrar, Cornélio saiu a recebê-lo e prostou-se aos seus pés para adorá-lo. Pedro, porém, o ergueu, dizendo: ‘Levanta-te! Também eu sou um homem!’”–At 10.25,26/Bíblia Ave-Maria) e os próprios anjos (“E eu, João, sou o que ouvi e vi estas coisas. E, depois, de as ter visto, prostrei-me aos pés do anjo, que as mostrava, para o adorar; porém ele disse-me: Vê, não faças tal, porque eu sou servo de Deus
    como tu, e como os teus irmãos os profetas, e como aqueles qie guardam as palavras da profecia deste livro. Adora a Deus”– Ap 22.8,9/Versão Pe. Matos Soares) não permitiram adoração ou qualquer forma de culto voltadas para eles, muito menos é permitido para as suas imagens de escultura.

  • Lilian disse:

    O Carlos acima não conseguiu nem formular uma acusação de forma consistente e factível.

    O que não faz uma bela lavagem cerebral em seita evangélica !

    Carlos, para não repetir feito papagaio o que te ensinaram os falsos mestres, como por exemplo, o defensor do aborto Edir Macedo ou o vendedor da Bíblia da Prosperidade Silas Malafaia, leia o que a Igreja ensina.

    Quando quiser saber de medicina, procure o médico.

    Quando quiser saber de biologia, procure o biólogo.

    Quando quiser saber de catolicismo, procure a Igreja Católica e não os falsos profetas.

    Leia o que a Igreja ensina:

    Tratado da Verdadeira Devoção da Santíssima Virgem por São Luís Maria Grignion de Montfort:

    “…14 Confesso com toda a Igreja que Maria é uma pura criatura saída das mãos do Altíssimo. Comparada, portanto, à Majestade infinita, ela é menos que um átomo, é, antes, um nada, pois que só ele é “Aquele que é” (Ex 3, 14) e, por conseguinte, este grande Senhor, sempre independente e bastando-se a si mesmo, não tem nem teve jamais necessidade da Santíssima Virgem para a realização de suas vontades e a manifestação de sua glória. Basta-lhe querer para tudo fazer.

    Entendeu Carlos ?

    Maria é uma simples criatura. Menos que um átomo. Quase nada !

    Viu como você foi manipulado por picaretas ?

    E tem mais pobre Carlos:

    “432. O nome de Jesus significa que o próprio nome de Deus está presente na pessoa do seu Filho, feito homem para a redenção universal e definitiva dos pecados. Ele é o único nome divino que traz a salvação e pode desde agora ser invocado por todos, pois a todos os homens Se uniu pela Encarnação, de tal modo que não existe debaixo do céu outro nome, dado aos homens, pelo qual possamos ser salvos» (Act 4, l2) (17).

    480. Jesus Cristo é verdadeiro Deus e verdadeiro homem, na unidade da sua Pessoa divina; por essa razão, Ele é o único mediador entre Deus e os homens.

    Entendeu Carlos ?

    Meus filhos com 07 anos de idade já aprenderam que a salvação só vem por Cristo Jesus.

    O que eles aprenderam desde crianças, você só aprendeu adulto quando você levantou o dedinho e fez o favor de aceitar Jesus e ingressou em uma seita evangélica.

    A tua ignorância sobre o catolicismo me envergonha.

    Dizer que nós acreditamos que Maria salva alguém é simplesmente tentar fazer a todos de estúpidos.

    Ela mesmo chama ao Senhor de seu salvador. Como poderia ela salvar alguém se ela mesmo foi salva ???

    O que fizeram com você meu caro ?

    Foi Santiago com sua doutrina que nega que Jesus Cristo seja DEUS ?

    Foi Soares que diz que ajudar os pobres desvia recurso da igreja ?

    Ou foi Abner Ferreira que patrocina a doutrina do Reverendo Moon que nega a perfeição da obra salvífica de Jesus Cristo e pior, considera-se o próprio com sendo o senhor do segundo advento. Uma espécie de novo Messias.

    Qual deles é teu doutrinador ?

    Ora meu caro, se dizemos salve Maria, expressão você já deve ter ouvido centenas de vezes, é justamente porque Maria precisou de salvação.

    Não dizemos salve Jesus, porque ele é a própria redenção.

    Que DEUS tenha misericórdia de você.

    Honestamente, custa-me crer que alguém possa ser tão ignorante assim. Me parece que trata-se de mais um caso de pastor evangélico querendo apenas irritar, provocar e deturpar a verdade.

    Não voltarei a teclar contigo até que você se retrate ou que volte com mais educação e sobretudo com estudo mais profundo.

    Você não soube nem mesmo formular uma acusação que fizesse algum sentido.

    E percebe-se que você não leu nada do que foi escrito por outros internautas.

    Passar bem Sr.Carlos.

  • Alexandre disse:

    Parabéns Lilian,
    Vocês católicos estão aprendendo bem com os evangélicos.
    Hinos evangélicos, padres imitando pastores, até batismo com Espírito Santo dizem que são!
    A vida inteira dizem que Maria está em pé de igualdade com Jesus, e agora vem com esse papo que Maria é quase nada. Deixa de conversa fiada.
    Carlos, pesquise e leia sobre os documentos “Concilio Vaticano II” e “Dominus Iesus”
    que você vai conhecer um pouco mais sobre as mentiras da igreja católica. No concilio vaticano ii, eles tentam a todo custo colocar maria em pé de igualdade de Jesus Cristo.
    Oh, Carlos a Lilian tem razão, para saber do catolicismo tem que estudar a igreja católica, então já que você se libertou dessa mentira, desse mundo idólatra busque conhecer a Deus através de sua Palavra.
    Para saber do catolicismo, procure a igreja católica;
    Para saber de Deus, leia a Bíblia Sagrada.

  • Lilian disse:

    Caro Alexandre, faça o que achar melhor para você.

    E diga o que quiser sobre a Igreja. Acuse a igreja do que você achar melhor. Faça o que achar melhor e depois preste contas a DEUS por cada palavra. Manda ver ! Denuncia a igreja e sua tentativa de colocar Maria em pé de igualdade com Jesus. Alerte a todos. Grite, anuncie e propague o quanto quiser.

    Como Jesus ensinou, sacudo a poeira dos meus pés e não olho para trás.

  • Alexandre disse:

    O lilian,
    Já estou acostumado com os católicos, todos são iguais como você, quando não tem argumento usa de subterfúgio. A única verdade é esta, contra fatos não há argumentos.
    O Senhor Jesus nos ensina em sua Palavra, a Bíblia que os católicos não leem, por isso nunca se chagam a Deus, diz assim.
    2 Co 13:8
    Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade.

    Você não tem respaldo nenhum, por isso, não pode nada contra a verdade!

  • Lilian disse:

    Para quem tem fé, nenhuma explicação é necessária. Para o incrédulo, nenhuma explicação é possível (São Tomás de Aquino – O mais santo dos sábios e o mais sábio dos santos)

  • Melkis e Anderson disse:

    E por falar no grande São Tomás de Aquino, um hino por ele composto.

    Eu te adoro com afeto, Deus oculto,
    que te escondes nestas aparências.
    A ti sujeita-se o meu coração por inteiro
    e desfalece ao te contemplar.
    A vista, o tato e o gosto não te alcançam,
    mas só com o ouvir-te firmemente creio.
    Creio em tudo o que disse o Filho de Deus,
    nada mais verdadeiro do que esta Palavra da Verdade.
    Na cruz estava oculta somente a tua divindade,
    mas aqui se esconde também a humanidade.
    Eu, porém, crendo e confessando ambas,
    peço-te o que pediu o ladrão arrependido.
    Tal como Tomé, também eu não vejo as tuas chagas,
    mas confesso, Senhor, que és o meu Deus;
    faz-me crer sempre mais em ti,
    esperar em ti, amar-te.
    Ó memorial da morte do Senhor,
    pão vivo que dás vida ao homem,
    faz que meu pensamento sempre de ti viva,
    e que sempre lhe seja doce este saber.
    Senhor Jesus, terno pelicano,
    lava-me a mim, imundo, com teu sangue,
    do qual uma só gota já pode salvar
    o mundo de todos os pecados.
    Jesus, a quem agora vejo sob véus,
    peço-te que se cumpra o que mais anseio:
    que vendo o teu rosto descoberto,
    seja eu feliz contemplando a tua glória.1

    Adoro te devote é um hino de louvor e adoração ao Santíssimo Sacramento.

    Vale a pena conferir no Youtube a bela melodia cantada por um franciscano.

  • Anderson disse:

    A todos os cristãos, independentemente de denominação ou segmento, é meu desejo que o Natal seja repleto de paz e todos nós possamos acolher o menino Jesus que morreu em resgate por toda a humanidade.

    Aos católicos em especial, um pedido para que não deixem de atender aos apelos da Santa Igreja nesta época tão especial onde o brilho do catolicismo se torna ainda mais expressivo.

    A paz do Nosso Senhor Jesus Cristo que vive e reina pelos séculos dos séculos.

  • Jander venâncio disse:

    ridícula o manifesto deste pastor chuta a imagem de uma “Santa” ” o que se faz aqui, se paga aqui” e tomará que ele pague

  • Lilian disse:

    Que possamos neste Natal enxergar o Senhor Jesus nos rostos dos mais necessitados e desfavorecidos. Pois ele mesmo disse: “…tive fome e me destes de comer, tive sede e me destes de beber…”
    Que neste Natal possamos enxergar nos mais carentes a face sofrida daquele que deu sua vida em resgate por todos.

    “A verdadeira religião é visitar órfãos e viúvas.”

  • Alexandre disse:

    A nova do Vaticano: Olha o absurdo minha gente.
    Semana passada o Vaticano se recusou a divulgar informações para ONU sobre pedófilos nas dioceses, sobre a maneira como os abusos sexuais foram denunciados ou não às autoridades judiciais, e por que alguns dos quais ainda têm sido acobertados pela hierarquia.

    Como já disse, uma coisa linda do Evangelho é a verdade.
    – E esta é a mensagem que dele ouvimos, e vos anunciamos: que Deus é luz, e não há nele trevas nenhumas. 1 João 1:5
    – Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida. João 8:12
    – E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. João 3:19
    Se fosse uma igreja de verdade mas não é (é apóstata) não encobriria a verdade, nem colocaria este lixo moral debaixo do tapete, isso é uma vergonha, mas o vaticano pensa que vai ficar impune, coitado não vai não.
    Ele revela o profundo e o escondido; conhece o que está em trevas, e com ele mora a luz.
    Daniel 2:22
    Deus trás a tona o que está oculto e escondido, um dia todos vão pagar por estes anos e anos de massacre contra crianças indefesas, sem contar em milhares de padres e freiras homossexuais . DEUS É JUIZ!

  • Anderson disse:

    Fanatismo religioso é uma praga !!!

  • Alexandre disse:

    Aqui não tem fanatismo, aqui tem a verdade nua e crua.
    o pai da mentira é o diabo, o vaticano só está obedecendo a ele. Aonde tem fanatismo em dizer a verdade.
    Olha a falta de coerência Anderson!

  • Lilian disse:

    O chute na santa praticado pelo soldado de Macedo não é algo que ficou apenas no passado. Os ataques contra a mãe de Jesus Cristo continuam ainda mais agudos e contundentes.

    E estes “bonzinhos” ainda acham que estão agradando Jesus.

    Dizer que ama Jesus é fácil. Dificil é agrada-lo de verdade.

    Mas é nisto mesmo que reconhecemos a marca da verdadeira igreja.

    Glorifiquemos ao Altíssimo DEUS, uno e trino, pelos ataques, mentiras, calúnias e toda a sorte de maldades dos filhos de Lutero e todos os inimigos da Santa Igreja.

    Se perseguiram o mestre, por que não perseguiriam a sua Igreja ?

    Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo !!!

  • Alexandre disse:

    Eu acho que a Lilian não vive neste mundo.
    Acorda! igreja católica a muito que não serve a Deus nem vive a sua Palavra. A igreja católica vive para si mesma e seus interesses mesquinhos. Agora, algumas pessoas que são católicas sim, algumas, amam a Deus, mas infelizmente estão no engano!
    Igreja de Deus é a que vive e obedece a sua Palavra!
    Quando é que você vai entender isso Lilian, é tão difícil assim, eu já não te ensinei!
    Certa feita gritaram para Jesus no meio da multidão e disseram: Bem aventurado os seios que te deram de mamar. E Ele disse: muito mais bem aventurado os que ouvem a Palavra de Deus e as guardam.
    Ou seja, e as cumprem, e as vivem. Desde quando a igreja católica vive a Palavra de Deus? Ela vive é de tradição humana, e uma tradição contrária a vontade de Deus. Mas é difícil entender isso não é mesmo, não lê Bíblia, não conhece a Deus, como pode saber a sua vontade.

  • Lilian disse:

    Alexandre, conforme já informado, é favor não dirigir-se a mim.

    E mais: Grite o quanto quiser contra a Igreja. Proclame ao mundo tudo que você sabe sobre a Igreja e sobre o catolicismo. Denuncie. Não fique restrito a este site. Amplie teus horizontes e tudo que você já contou a mim, agora conte ao mundo. E conviva com isto !

  • Alexandre disse:

    Ficou triste Lilian,
    Faz o seguinte, reclama com Deus, se a Palavra Dele contradiz a você e a tudo que a igreja católica vive.
    Fica triste não, leia a Bíblia.

  • Lilian disse:

    A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja com todos.

    Hoje nasceu para nós o salvador.

    Um criança nasceu na cidade de Belém.

    Seu nome está acima de todos os nomes.

    Ele é Emanuel.

    Não há salvação em nenhum outro nome.

    Ele priva da intimidade do Altíssimo DEUS e através dele conheceremos o amor extremo do pai.

    Glória a DEUS nas alturas e paz na terra aos homens de boa vontade.

    O Senhor Jesus nasceu !!!

    Hosana !!!

    Aleluia !!!

    O redentor do gênero humano está entre nós.

    O verbo se fez carne e está presente todos os dias em nossos altares através da presença real na Santa Eucaristia !!!

    Louvado seja DEUS por tão grande amor !!!

    Feliz Natal para todos e que Jesus possa habitar os nossos corações cada dia deste novo ano que está por vir !!!

  • Ronaldo disse:

    Para o lixo do Edir Macedo e sua seita do inferno que chutou imagem católica para aplausos de muitos idiotas e hipócritas que andam por aí fazendo escola e até programa religioso na TV.

    AS SEITAS QUE MILITAM CONTRA O CATOLICISMO

    Alguns grupos que se auto intitulam como protestantes demonstram comportamentos típicos de seitas e entre seus objetivos destaca-se o ódio e preconceito contra o catolicismo que, sendo sua principal vítima é constantemente atacado com calúnias e fatos não registrados pela história.

    Na verdade ninguém sabe se de fato são protestantes porquanto suas doutrinas misturam uma série de crenças e práticas de outras religiões e a grande maioria ignora o contexto da reforma protestante do século XVI. Uns atacam os outros de hereges e todos ao mesmo tempo se dizem salvos, eleitos e inspirados pelo Espírito Santo.

    Espero que fique claro que a grande parte dos protestantes, especialmente os históricos, não assumem tais comportamentos e um bom número deles nutre sentimentos de carinho e respeito em relação a doutrina católica e ao povo católico.

    Estas seitas desenvolvem um doutrinamento que torna o fiel, normalmente chamado de crente, como uma espécie de soldado pronto para repetir frases feitas e espalhar toda a sorte de inverdades contra o catolicismo.

    O contexto a seguir destina-se especialmente aos católicos, mas serviria também para os protestantes que buscam com sinceridade a verdade e a observâncias ao preceitos divinos e que de certa forma também são vítimas ou confundidos com estas seitas agressivas.

    COMO SE DÁ O DOUTRINAMENTO ?

    O crente é retirado do contexto social. Nada de família, amigos ou lazer. Sem futebol, praia, cinema ou reuniões sociais com pessoas não protestantes. Quanto mais trabalhos na denominação melhor. Tudo que é de fora é considerado obra do diabo ou do “mundo”.

    Ele recebe o nome obreiro e perde o contato com o mundo e já não pode confrontar idéias ou conceitos.

    Ele é levado a acreditar que está fazendo a Obra de DEUS. Mas não está. Está fazendo tão e somente a obra do doutrinador de sua seita.

    Ele se fecha para o mundo e passa a viver apenas o que a denominação lhe ensina e seu isolamento é amparado por textos bíblicos pinçados do contexto, tais como: “A Bíblia ensina que não podemos nos tornar cúmplices das obras más”, “Não podemos nos por a mesa com os escarnecedores”.

    Ora, Jesus Cristo comia com os pecadores e por isto causava escândalos. É ele mesmo quem disse: “Acaso não são os doentes que precisam de médico ?” A caridade católica não faz acepção de pessoas. O católico deve estar pronto para ir a qualquer lugar e prestar assistência a quem precisa. E ao contrário destes sectários, não perguntamos o famoso “você aceita Jesus”, mas acolhemos quem está em dificuldades, sem indagarmos de que religião é o nosso próximo.

    Alguns líderes mais audaciosos costumam dizer que assistência aos mais necessitados é problema dos governos. E outros, sem quaisquer escrúpulos, chegam a dizer que a Bíblia não dá autorização a ninguém para suprir materialmente os mais desfavorecidos. Cuidado com os lobos !

    Todos conhecemos o conselho de Jesus: “A verdadeira religião é visitar órfãos e viúvas.” Trazendo para os atuais dias, podemos dizer que a verdadeira religião é visitar os mais carentes e necessitados. Prestar-lhes assistência. O próprio senhor nos disse: “Tive fome e me destes de comer, tive sede e me destes de beber…”

    Contudo, o crente que não pode assistir materialmente os mais necessitados, deve adquirir livros, DVDs e CDs de seus líderes ou de outros que são produzidos pelas gráficas e gravadoras dos próprios doutrinadores.

    Outro dia um destes pregadores da prosperidade condenou quem faz dívidas para adquirir bens domésticos. Disse ele que “cristão” não faz dívida. Logo a seguir ofereceu seus produtos em parcelas no cartão de crédito.

    O doutrinamento funciona ainda com as repetições de certos chavões, os quais proferidos e escutados por milhares de vezes tornam-se “verdades” absolutas para os frequentadores destas denominações.
    Vários deles são conhecidos: “Nós somos o povo de DEUS….”, “Porque os mariólatras…”, “A idolatria da Igreja Católica…..”, “Não devemos nos submeter aos homens como fazem os papistas, mas apenas a Jesus……”, “O catolicismo ensina que se deve adorar Maria e os santos”, “Não aceito julgamento de homens. É DEUS quem vai me julgar.”

    Este último jargão esconde um enorme orgulho disfarçado de pretensa humildade e que na verdade permite ao crente esquivar-se da confissão dos pecados ao sacerdote. Ora, se os apóstolos receberam poder para reter ou perdoar pecados, é lógico que para tal é preciso que alguém lhes confesse os pecados.

    O fato é que depois de escutar tais expressões por tantas vezes, o mau protestante acredita que apenas ele e seus pares pertencem ao povo de DEUS.

    Ora, Jesus foi muito claro. “…sua mãe e seus irmãos são todos aqueles que lhe dão ouvidos e praticam…” Ou seja, pertencem a sua família aqueles que lhe escutam e agem. E nós, católicos em grande parte, escutamos e agimos. E o que será daqueles que não deram de comer ou beber a Jesus Cristo ?

    Creio que a maioria dos protestantes age com sinceridade, e ainda imagino que um bom número de denominações não se enquadra nesta vertente. Também creio que grande parte dos pregadores, talvez a maioria, não se encaixa no contexto que propus.

    Por questão de justiça, me vejo obrigado a dizer que se nem todo aquele que concorda conosco é bom, também é verdade que nem todos os que discordam de nós são maus. O fato de alguém aderir ao protestantismo ou discordar da doutrina católica não lhe torna alguém que mereça nossa repugnância.

    Discordar ou concordar são direitos legítimos.

    Retomando: O doutrinamento de um membro de seita ainda se dá da seguinte maneira:

    Quando vai iniciar uma campanha financeira para arrecadar fundos, o doutrinador antecipa em “ato profético”, por exemplo, que será vítima de calúnias, difamações, intrigas e fofocas na internet ou na mídia. Naturalmente, quando o crente se depara com as críticas da sociedade em relação ao seu líder já está convencido de que aquilo é obra do diabo. Diz o doutrinador que o diabo está incomodado porque eles estão fazendo a “obra de DEUS.” E desta forma, o mesmo doutrinador conclama seus seguidores aos mais espúrios desafios para “afrontar” o diabo.

    Para finalizar e com o objetivo de alertar os católicos, destaco aqui as principais características destas seitas:1)RELIGIÃO – Quando acuados, os doutrinadores que passam a vida dizendo que religião não serve para nada, gritam que estão sendo vítimas de perseguição religiosa. Isto mesmo. Perseguição religiosa para alguém que não crê em religião;2)MARIA – João Batista estremeceu de alegria quando ouviu a saudação de Maria. Estes maus protestantes se enfurecem. Isabel ficou cheia do Espírito Santo quando ouviu a vóz de Maria. O mau protestante chega a espumar de raiva. O anjo do Senhor disse a Maria que ela era plena de graça. O mau protestante diz que Maria foi barriga de aluguel.

    Alguns sectários promovem ataques às imagens de Maria e dos santos. Não raras vezes nos deparamos com o noticiário que dá conta de ataques às Igrejas Católicas ou mesmo templos de outras religiões;

    3)PROFECIAS – Estas seitas costumam fazer profecias que não se cumprem e seus “profetas” permanecem gozando de prestígio e respeito nas suas denominações e afins. É o caso daqueles que disseram ser o Papa João Paulo II a besta do apocalipse e o caso daqueles que disseram que Jesus retornaria no ano de 2007;

    4)FIM DO MUNDO – Constantemente estas seitas e seus membros enfatizam que o fim do mundo próximo e assim conseguem que seus fiéis fiquem indiferentes as questões sociais para mergulharem com profundidade nos projetos de “salvação” das denominações e que normalmente envolvem doações financeiras;

    5)ESTATÍSTICAS E MÍDIA – Embora acusem uns aos outros de hereges, quando o assunto é estatística estas seitas dão pouca importância ao Cristo que se prega em outras denominações. Para fins de pressão e propaganda, costumam repetir que o “Povo de DEUS” já representa determinado percentual da população brasileira ou que tantas milhões de pessoas no Brasil já estão salvas porquanto “aceitaram” Jesus em templo protestante. É como se as pessoas fossem salvas pelo rótulo e não pelo cristianismo que praticam;

    6)TÍTULOS – Os líderes destas seitas costumam atribuir a si próprios títulos pomposos como apóstolos, patriarcas, missionários ou bispos, entre outros. Não estamos dizendo que todos que desfilam com tais títulos são membros ou donos de seitas, mas todos donos ou membros de seitas utilizam-se destes títulos para exercerem controle, liderança e submissão de seus súditos.

    7)OBRAS – Estas seitas costumam desprezar as obras, especialmente aquelas que visam assistir aos mais desfavorecidos. Lógico. Se alguém supre a necessidade alheia com seus recursos, evidentemente que estes mesmos recursos faltarão aos projetos dos doutrinadores.
    Para desistimular o crente a assistir quem quer que seja, estes líderes espalham acusações mentirosas contra o catolicismo, especialmente a máxima de que se ensina na Igreja Católica que Jesus não é necessário para a salvação, mas apenas a realização de boas obras;

    8)EXPRESSÕES – Estas seitas e seus sectários tem expressões que lhes são próprias. Em debates contra católicos e mesmo entre afins, expressões como “biblicamente correto”, “De acordo com a palavra” e “Porque a palavra diz…”, são mais do que conhecidas e repetidas aos quatro ventos.
    Contra os católicos as expressões mais repetidas são: “Católicos leiam a Bíblia” ou “Falta conhecimento bíblico ao povo católico” ;

    9)JARGÕES – Estes protestantes costumam decorar capítulos e versículos da Bíblia e cita-los fora de contexto. Isto não só impressiona os mais débeis, bem como parece ser uma sentença terminativa para quem lhes dá atenção.
    Os textos mais citados são: “Tudo posso naquele que me fortalece”, “Em todas as coisas somos mais do que vencedores”, “DEUS vai me restituir tudo que me foi tomado”, “Só me calo diante de DEUS”, “DEUS É FIÉL”, e, talvez o principal que é dirigido aos católicos: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.”

    10)ESCÂNDALOS – Uma das principais características das seitas é utilizar dois pesos e duas medidas em seus julgamentos . Quando há um escândalo ou uma notícia sobre homens católicos, toda a sorte de acusações é lançada sobre a Santa Igreja. Expressões como pedófilos, assassinos, antro, romanistas, sistema podre, idólatras, mariólatras, entre tantas outras, são repetidas exaustivamente.

    Registra-se o fato de que estatísticamente existem mais casos de pedofilia entre pastores protestantes do que no clero católico. Nem por isto iremos dizer que o protestantismo é uma religião que favorece a pedofilia. Pelo contrário.

    Por certo o protestantismo combate a pedofilia. Não temos dúvida disto. Os pedófilos são doentes e religião para estes por certo é apenas um meio de acessar crianças indefesas. Os pedófilos devem ser tratados com o rigor da lei, sejam católicos ou não.

    Entretanto, quando um homem evangélico se vê envolvido em qualquer confusão, os julgamentos proferidos por seus membros e sectários encontram outros tipos de confissões:

    “Ai de quem toca no ungido do Senhor” ,“Deixa que ele está fazendo a obra de DEUS”, “Não toca no escolhido por DEUS”, “A emissora de TV tal tem ódio dos evangélicos”, “O diabo está com raiva porque estamos fazendo a obra de DEUS.”

    11)PROTESTANTISMO HISTÓRICO – Estas seitas pouco sabem ou nada sabem de Lutero, Calvino e cia. Estas seitas se dizem protestante, mas desconhecem todo o contexto da reforma. Elas se caracterizam por misturar várias doutrinas. Usam parte de Lutero, em especial o “Só a Bíblia “ e o “Só a fé” , partes da doutrina de Calvino, ignorando este reformador quanto a necessidade de igreja para a salvação e quanto a virgindade perpétua de Maria, e, agregam ainda doutrinas orientais, tais como a confissão positiva ou a teoria da determinação, elementos das religiões africanas desenvolvidos em seus cultos evangélicos de cura interior, libertação e descarrego, elementos do judaísmo com a ênfase no velho testamento e algumas denominações com a prática do evangelho judaizante, e ainda, as doutrinas humanas de seus falsos mestres e/ou as doutrinas pessoais de cada crente que julga poder interpretar a Bíblia pessoalmente com a assistência do Espírito Santo, muito embora a mesma Bíblia o proíba de faze-lo(Pedro);

    12)CONSTANTINO – Uma das características destas seitas é a ênfase de que teria sido Constantino fundador da Igreja Católica. Nota-se que os protestantes históricos não fazem tal afirmação e por isto mesmo se consideram católicos reformados.

    O que não consegue explicar o mau protestante é como ele abraça as teses de Lutero que seria tão e somente um sacerdote da igreja de Constantino. Este mau protestante toma a igreja Católica por criação humana e sua pretensa reforma por criação divina. É o ápice da contradição.

    Como é possível a estas seitas abraçarem o Sola Scriptura e o Sola Fide de Lutero que seria membro da Igreja de Constantino ?

    Pior ainda fazem os que alegam pertencer a Igreja primitiva ou que dizem que antes de Lutero já havia outros grupos. Estes desconhecem que Lutero desaprovava tais grupos e não se dão conta não ser possível a Igreja Primitiva gritar “Só a Bíblia” em uma época que não existia Bíblia.

    13)PASSADO CATÓLICO – Chama a atenção de qualquer pessoa de bom senso que os crimes praticados por homens católicos parecem alcançar efeitos perpétuos no tempo e no espaço. Uma situação ocorrida 500 anos atrás parece aproveitar os homens católicos de hoje.

    Os inimigos da igreja continuam espumando de raiva e literalmente babando quando falam da inquisição ou de outras situações.

    Estas seitas e seus membros engrossam o coro constituído por outros inimigos da Igreja Católica e fazem parecer que os crimes atribuídos a um determinado sacerdote séculos atrás, são delitos praticados pelo clero atual e por todos fiéis católicos espalhados mundo afora.

    É como se todos aqueles criminosos que se diziam católicos ainda estivessem por aqui ou como se todos os católicos atuais, incluindo o clero, apoiassem os crimes por eles cometidos e de alguma forma todos nós devêssemos pagar pelos pecados e delitos alheios.

    Os crimes praticados por outras religiões na atualidade não recebem tanta indignação quanto os crimes praticados por católicos cinco séculos atrás.

    Os crimes praticados no passado pelos sistemas totalitários e outros praticados por sistemas de governos na atualidade parecem não ter a menor importância quando se sabe que nos anos de 1418 ou 1523 um determinado sacerdote católico cometeu adultério ou praticou algum ato de corrupção.

    Se nos dias atuais um ditador qualquer ordenar a execução de um ativista de direitos humanos ou um adversário político isto parece não afetar a atual sociedade. Repetidas vezes assistimos a indiferença até mesmo dos governantes atuais e pseudo religiosos com as perseguições políticas ou religiosas em países de regimes totalitários.

    Os próprios crimes dos principais reformadores e mesmo as citações de Lutero contra Cristo são ignoradas por estes maus protestantes.

    No caso da pedofilia, percebe-se nitidamente pessoas quase que torcendo por novas ocorrências tão e somente para poderem atacar o catolicismo. Estes “indignados” pouco se importam com os sofrimentos das crianças ou de suas famílias.

    Estes sectários que gostam de esconder os erros atuais de seus líderes dizendo: “Olha para Jesus”, quando fazem referência aos sacerdotes católicos costumam não agir com a mesma complacência.

    É curioso que os crimes atuais praticados por membros ou dirigentes vivos destas seitas são rapidamente minimizados ou mesmo esquecidos.

    Registra-se o fato de que a Santa Igreja é inerrante. Nunca erra. Nunca ensina errado. Nunca comete crimes de qualquer espécie. Quem comete crimes são os homens que podem ou não ser ou se dizerem ser católicos.

    Diferente dos maus protestantes que varrem suas sujeiras para debaixo do tapete, dizemos em bom som: “O perdão não substitui a justiça.”

    Em minha modesta opinião, a pedofilia deve ser combatida como uma praga e uma doença nojenta, sendo irrelevante a religião do criminoso e deve causar indignação em toda a sociedade e não apenas quando os autores deste crime abominável forem sacerdotes católicos.

    14)DÍZIMOS E OFERTAS – Estas seitas dão ênfase às contribuições financeiras e desafios que envolvem sempre campanhas de arrecadações. Como seus líderes estão sempre dando destaque a proximidade do fim do mundo, os fiéis são convocados para adesão aos projetos que teriam por objetivo “pregar” o palavra de DEUS mundo afora. Os doutrinadores costumam definir o engajamento dos fiéis nos projetos das seitas como uma espécie de Ministério para o qual cada um é chamado de forma particular a participar da “obra de DEUS”.

    15)SALVAÇÃO – Utilizando expressões que são repetidas rotineiramente e que acabam sendo cristalizadas nas mentes dos fiéis como verdades absolutas, os líderes costumam fazer referências aos membros das próprias seitas que lideram como “POVO DE DEUS”, “POVO ELEITO”, “RAÇA ELEITA”, entre outras expressões.

    16)CRÍTICAS AO CATOLICISMO – As seitas não se entendem. Isto é fato. Uns acusam outros de hereges e qualquer divergência em uma das denominações já sugere o início de uma nova seita. Mesmo nas críticas ao catolicismo as seitas divergem entre si e opinam de formas diferentes dependendo do momento ou conjuntura. Por vezes atacam a Igreja Católica como arcaica, dogmática e ultrapassada. Em outras situações, lhe acusam de ter deturpado o evangelho e introduzido profissões de fé e costumes não praticados nos tempos remotos do cristianismo. Uma hora a Igreja Católica é taxada de moderna pela suposta introdução de novidades e outra hora é chamada de arcaica pela manutenção de credos e hábitos que não se modificam.

    17)PATRULHAMENTO – Os sectários controlam uns aos outros. Um líquido amarelado no copo pode sugerir consumo de álcool e merecer a repreensão do líder ou de outro membro da seita. Constantemente estes sectários referem-se aos católicos como aqueles que “bebem, fumam e dançam.” Assumem a postura de que o desapego a estas coisas indica certeza de salvação.

    18)APELIDOS – Os santos católicos são constantemente ignorados até mesmo como exemplo de bons cristãos. Pelo contrário, recebem destes sectários apelidos de toda ordem. São Sebastião é tião, São Jorge é jorginho e a Santíssima Virgem é chamada de deusa do catolicismo ou deusa pagã. Estes sectários que gostam de dar nomes bíblicos aos filhos jamais usam Pedro para os filhos homens ou Maria para as filhas mulheres. Já vi quem dissesse que um determinado pregador da prosperidade fez mais pelo ser humano do que Madre Teresa de Calcutá.

    19)POLÊMICAS – As seitas polemizam sobre “rezar” ou “orar”. Polemizam sobre “adorar” ou “venerar”. Vivem basicamente do anti catolicismo. Se temos papa eles contestam. Se temos santos eles condenam. Se há celibato eles gritam. Se temos a Eucaristia eles dizem tratar-se de uma mera “bolachinha”. Se recitamos o Pai Nosso eles protestam. Se não batemos palmas somos frios. E se sairmos em procissão somos idólatras. O essencial é a guerra contra o catolicismo. Não importa o que façamos pois sempre seremos os maus.

    20)IGREJA – Os membros destas seitas repetem constantemente: “Placa de Igreja não salva ninguém.” Menosprezam a Igreja, muito embora a Bíblia indique justamente o contrário. Em Timóteo é possível percebermos que a Igreja é coluna e sustentáculo da verdade. Ou seja, sem a Igreja a verdade não se sustenta. Estas seitas ignoram até mesmo os reformadores, entre os quais Calvino que dizia ser a Igreja essencial a salvação do homem. Diga-se de passagem, Calvino só não soube dizer que igreja seria esta. Talvez não pudesse dizer. Talvez não quisesse. E estes protestantes que condenam a Igreja, tudo que mais sabem fazer é fundar mais e mais “igrejas” a cada dia.

    21)INTERPRETAÇÕES – Estas seitas costumam usar a interpretação literal para cobrar doutrinas católicas. Seriam, por exemplo, os casos do purgatório e da Assunção de Maria. Quando confrontadas, procuram esquivar-se da mesma interpretação literal que antes lhes servia. Seriam os casos da edificação da Igreja sobre Pedro e da Bem Aventurança de Maria, por exemplo, onde o que está escrito repentinamente deixa ser o que está escrito.

    Se verifica o mesmo em relação as tradições que foram recomendadas por São Paulo e a orientação explícita de que a fé sem obras é morta no texto de Tiago.

    A mesma interpretação literal antes usada para interrogar os católicos, deixa de ser aplicada ao Pai Nosso e também na Eucaristia onde Jesus diz que a sua carne é verdadeiramente comida e seu sangue verdadeiramente bebida. Para estes protestantes o verdadeiramente de Jesus é o “relativamente” de seus líderes.

    Em determinadas ocasiões usam Lutero e dele fazem um “enviado” e um grande “reformador”. Indagados por que não permaneceram com Lutero e por que permanecem reformando o que DEUS já teria “reformado”, esquivam-se apontando defeitos no “escolhido” por DEUS. Pelo jeito DEUS enganou-se ou será que Lutero não foi levantado por DEUS ?

    Acatam Lutero no Sola Scriptura e no Sola Fide, mas o ignoram na devoção a Virgem Maria e nos sacramentos, por exemplo.

    O mesmo fazem em relação a Calvino e a outros reformadores. E quando necessário, utilizam-se do grego, aramaico ou hebraico para justificarem suas práticas ou para condenarem o catolicismo e mesmo os seus pares.

    Além disto, promovem a constante substituição da Bíblia por literaturas diversas escritas por líderes carismáticos. É grande a profusão de livros produzidos pelos líderes destas seitas e DVDs ou CDs com “pregações” e “estudos”.

    E depois de toda esta salada doutrinária, dizem ainda a Bíblia é de fácil compreensão. Dizem seus líderes que qualquer um pode ler a Bíblia.

    É como se todos os sectários e membros destas seitas fossem conhecedores de grego, aramaico, hebraico, Lutero, Calvino, Wesley e ainda lhes fosse possível de quebra aplicar uma regra por eles criadas e por eles seguidas de quando usar ou descartar a interpretação literal.

    Contudo, quaisquer que sejam os critérios adotados para cada momento, nada é provado pela Bíblia que juram defender.

    Em resumo, estas seitas usam quaisquer critérios para justificarem seus costumes e hábitos desprezando qualquer ordenamento lógico ou histórico. Na direção oposta, não necessariamente usarão os mesmos critérios para classificar seus opositores como hereges.

    Vale sempre o que cada seita, líder ou sectário quiser que seja aceito como doutrina.

    22)ASSÉDIO – Um aspecto muito importante é o assédio das seitas aos católicos. É como se não fossemos cristãos. Mesmo que digamos a um deles bem alto que Jesus Cristo é o Senhor, ainda assim estes sectários irão tentar nos convencer de que devemos aderir ao protestantismo e “aceitar” Jesus. O católico deve ficar atento com o assédio sutil destas seitas que normalmente se dá da seguinte maneira:

    Protestante: “Posso falar um minutinho com o senhor ?”
    Católico: “Sim”
    Protestante: “O Senhor crê em DEUS ?”
    Católico: “Sim”
    Protestante: “O senhor crê na Bíblia ?”
    Católico: “Sim”
    Protestante: “O senhor concorda que a Bíblia é a verdade ?” Nesse ponto o católico será doutrinado e muitas vezes convencido.

    A resposta do católico a pergunta do protestante naturalmente é sim. Lógico que o católico crê na Bíblia.

    Então o protestante diz, por exemplo: “O senhor diz crer na bíblia. Portanto, o senhor concorda que tudo aquilo que está fora da Bíblia não deve merecer crédito ?”

    Resposta de um católico sem instrução: “Sim. O que está fora da Bíblia tem que ser rejeitado.” O católico está pronto para questionar a fé católica e o magistério da Santa Igreja.

    Prossegue o protestante: “O senhor poderia me mostrar pela Bíblia onde está escrito que Maria é medianeira ?” Ou então: “O senhor poderia me mostrar na Bíblia onde está escrito que Maria foi assunta ao céu ?”

    O católico não instruído e que concordou com o protestante começa a se enrolar. A resposta católica a pergunta protestante deveria ser:

    Católico: “Creio sim na Bíblia. Creio tanto que sigo o magistério da Igreja, coluna e sustentáculo da verdade. E dessa forma, não questiono seus dogmas e confissões de fé. Não duvido, não divido e não careço de provas. Creio de todo o meu coração.”

    E o católico deveria perguntar ao protestante:

    “Onde está na sua Bíblia que própria Bíblia é a única fonte de revelação ? Onde está na sua Bíblia a definição do Canon ? Onde está na sua Bíblia a definição dos livros inspirados ? Onde está na sua Bíblia a definição de Lutero como grande reformador ? Onde está na sua Bíblia que devemos praticar o “Sola Scriptura” ? Onde está na sua Bíblia a definição da Bíblia protestante como a Bíblia correta ? Onde está na sua Bíblia a definição de João Ferreira de Almeida como tradutor insuspeito ? Onde está na sua Bíblia que o senhor é infalível ou mereça ser ouvido ?”

    Infelizmente, grande parte dos católicos desconhece que o depósito integral da fé católica constitui-se de Sagradas Escrituras,Tradição Apostólica e o magistério da Igreja. Por isso alguns católicos acabam aceitando os argumentos infantis e dúbios destes maus protestantes.

    Não estamos obrigados a provar nada pela Bíblia. São os protestantes que estão obrigados. Foram eles que acataram Lutero homem. Nós católicos cremos na Igreja, coluna e sustentáculo da verdade(Timóteo).

    Creio ter contribuído para que os católicos fiquem atentos quanto aos discursos destas seitas que militam contra a Igreja Católica.

    Autor: A.Silva com a colaboração de V.De Carvalho – Livre divulgação mencionando-se o autor

  • Lilian disse:

    Macedo é o mestre de todos eles. Mentor e ídolo. Foi ele que deu visibilidade a todos.

    Seus súditos são malafaia, santiago, soares, terra nova, hernandez, abner ferreira, valadão, etc…

    Em macedo abortista do inferno e em seus seguidores se cumpre: “cegos guiando cegos.”

    Ainda sobre macedo e os “profetas” cujas profecias não se cumprem, também está escrito:

    “Não entram no reino e não deixam que outros entrem.”

  • Alexandre disse:

    Para Ronaldo,
    A igreja católica ensina pelo catecismo que Maria foi ao céu em corpo e alma igual a Jesus.
    Quem inventou isso, já que a Bíblia não é suficiente para o católico e mesmo que fosse a Bíblia não diz isso em lugar nenhum? Qual a prova disso?

  • Anderson disse:

    Lilian, Macedo está no fim. Os próprios protestantes o tem por um ignorante e maníaco.

    Sua denominação não tem mais respeito de quem quer que seja.

    É por este motivo que outros falsos mestres agora querem ser vistos longe do mestre que inspirou a todos.

    Malafaia andou anos com Macedo e lhe foi defensor em várias oportunidades.

    E agora, sinicamente, ele finge que sua doutrina é muito diferente da doutrina de Macedo.

    Falácia !!!

  • Lilian disse:

    O chute na santa deixou rastros e seguidores.

    Nossos irmãos separados estão protestando com razão contra o grupo de humor Porta dos Fundos.

    Façamos a nossa parte.

    O degenerado do macedo deixou súditos e imitadores por todos os cantos.

    Católicos e evangélicos devem permanecer unidos em relação aos deboches proferidos contra o Santíssimo Senhor Jesus Cristo.

    Vejam a notícia no endereço abaixo:
    http://noticias.gospelprime.com.br/catolicos-evangelicos-porta-dos-fundos/

  • Alexandre disse:

    Bom, já que o sr. Ronaldo também não tem resposta, vamos a outro assunto:
    Esse assunto são para aqueles que são ignorantes a cerca do mundo de Deus.
    Como todos sabem a Bíblia é o manual de fé e prática para evangélicos, católicos e cristãos, sendo assim, quer queiram ou não é assim: Já expliquei bastante esse assunto com base na Bíblia, de que a Própria Bíblia é a Palavra de Deus revelada ao homem e isso não tem nada a ver com Lutero e o monte de blá blá blá que estou cansado de ouvir e me refutar ninguém o fez.
    A Bíblia diz: De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus.
    Romanos 14:12.
    Sendo assim, como já expliquei o ser humano erra, porque só Deus é perfeito, porém, Ele deixou a Sua Palavra para que possamos fazer o que é certo, e o que é certo é obedecê-lo, difícil para muitos, principalmente para quem não quer pagar o preço, e viver pecando afastado de Deus como muitos que conheço que são católicos da boca para fora, destes falou Jesus:
    Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens. Mt 15: 8,9.
    Porque estou dando esta explicação mais uma vez. Porque como já disse existem muitos ignorantes a cerca de Deus e do mundo de Deus e Sua vontade.
    A Lilian quer enfiar guela abaixo de que os evangélicos são seguidores de Macedo.
    O Sr. Macedo como já disse em outras postagens é um ser humano que perdeu o foco, perdeu a visão, por interesses próprios, principalmente com essa guerra com a Globo, e como já disse, ele dará conta para Deus, naquele grande dia.
    E para os ignorantes vai mais uma explicação:
    Quando Jesus disse assim:
    a minha Igreja – Explicação:
    a – singular
    minha – possessivo
    Igreja.
    A Igreja é de Jesus e ninguém pode destruí-la, ou fechá-la, ou intentar contra Ela, a Igreja de Jesus é indestrutível.
    O nosso foco é Jesus Cristo, o Rei da Glória, O Senhor dos Senhores o Único e verdadeiro Deus. É a Ele quem seguimos e nos guiamos através de Sua Palavra, claro que temos líderes, uma Igreja precisa de líderes, e temos líderes abençoados, mas sempre concordando com a Bíblia e lendo-a, para saber se está certo ou não, afinal de contas é a Palavra de Deus.
    Shalon Adonai.

  • Be e anderson disse:

    Honestamente, eu não creio que Edir Macedo tenha sido algum dia cristão.

    Não acho que ele tenha se perdido.

    Acho que tudo foi minuciosamente planejado com o objetivo de tentar desconstruir o Evangelho.

  • Alexandre disse:

    Boa tarde Vanderlúcio,
    Gostaria de dar uma sugestão,
    Porque você não posta no seu blog sobre o seguinte assunto muito interessante:
    “Freira salvadorenha que não sabia que estava grávida dá ao filho o nome de Francisco”.

  • pablo bento da silva disse:

    você não pode fazer isso porque n. senhora da conceição e a rainha do céu e da terra!!!!!!!! 111111111111111111111111?////;//çhtrsaHKH6RIIY222146688890–LMNGFSXVGGGRF

  • FERNANDO disse:

    DISCUSSÃO INTERESSANTE MAIS AQUI VAI UMA DICA

    FUTEBOL E RELIGIAO NÃO SE DISCUTE NINGUEM CONCORDA COM NINGUEM E TODOS SE ACHAM CERTOS DO QUE DIZEM DETURPANDO O QUE ESTA ESCRITO NA BIBLIA.

    O QUE VALE E ACREDITAR NA SUAS CRENÇAS E SEMPRE SE LEMBRAR QUE EXISTE UM DEUS QUE TE AMARA SEMPRE.

    AH ULTIMAMENTE ANDO OUVINDO PELOS CANTOS DE NOSSO BRASIL QUE ALGUMAS IGREJAS EVANGELICAS MUDARAM A POSTURA SOBRE MARIA E FALANDO BEM NAO CRITICANDO COLOCANDO NO SEU LUGAR DE DIREITO ENTÃO E QUESTÃO DE TEMPO ATÉ QUE MARIA SEJA REVERENCIADA POR TODAS AS RELIGIOES

    PAZ A TODOS

  • Alexandre disse:

    João 14:21-24 diz assim a Palavra de Deus:

    21 Aquele que tem os meus mandamentos e os GUARDA esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.

    22 Disse-lhe Judas (não o Iscariotes): Senhor, de onde vem que te hás de manifestar a nós, e não ao mundo?

    23 Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, GUARDARÁ A MINHA PALAVRA, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada.

    24 Quem NÃO me ama NÃO GUARDA AS MINHAS PALAVRAS; ora, a palavra que ouvistes não é minha, mas do Pai que me enviou.

    Observe que o Senhor faz uma relação entre amá-lo e OBEDECER-LHE. Amar a Cristo significa guardar seus mandamentos. Mas não podemos guardar seus mandamentos, a menos que esquadrinhemos a ESCRITURAS para descobrir quais são.

    JESUS É BEM CLARO QUANDO DIZ: Se alguém me ama, GUARDARÁ A MINHA PALAVRA.
    Jesus não disse para guardar nenhuma tradição católica, porque para os católicos a tradição católica tem o mesmo valor da Bíblia, dá para acreditar nisso!

    É verdade que Maria tem que ser colocada em seu lugar, onde a Bíblia amostra, somente.

  • Padre Paulo Ricardo disse:

    Vendo os comentários do Anderson, me da uma sensação muito boa, de alguém que por meio de seus conhecimentos tentam evangelizar, na minha homilia ontem eu falava sobre isso, sobre os comentários desse senhor aqui, e sinceramente, eu vejo que ele é mais conhecedor dos documentos da igreja católica que alguns católicos(tendo em vista que ele só estudou o que quis e o que evidenciava prováveis erros na visão dele), eu além de teólogo sou filósofo, e isso me faz lembrar um professor de filosofia meu, na UERJ, ele era ateu, porém ele disse ter lido a bíblia para encontrar erros, e assim como o Alexandre, ele de tudo eliminava o coerente e misturava diversas questões para torna-las incoerentes.
    Da mesma forma que não devemos dar trelas a certas “ignorâncias” devemos, nós católicos refletirmos o que devemos seguir? Devemos nós julgar as religiões alheias? Se eu sigo o catolicismo, eu devo estudar o catolicismo, se eu sigo o protestantismo eu devo conhecer o protestantismo, até porque se eu não gosto do meu vizinho, por que eu pesquisaria sua vida?
    Devemos católicos sermos diferentes, nossa igreja é una, deixem que preguem, que falem e achem o que quiserem, afinal, faz parte das promessas, seriamos perseguidos pela nossa fé.
    Paz e Bem!

  • Alexandre disse:

    PARA O Padre Paulo Ricardo,

    SENDO VC UM TEÓLOGO, ME DIGA:
    AONDE ESTÁ A VERDADE, NO CATECISMO, NA TRADIÇÃO CATÓLICA, NO MAGISTÉRIO OU NA BÍBLIA SAGRADA?

  • Mario disse:

    Que idiotice. Como esse pastor pretende mostrar amor á Deus, desrespeitando uma crença alheia? Jesus nos ensinou a pregar a verdade com amor e não destruindo oque os outro acreditam ser a verdade. è por essas e outras atitudes idiotas que a maioria das pessoas descarta o evangelho de Cristo sem ao menos conhecê-lo.

  • Alexandre disse:

    Para você que é católico, leia a entrevista do jornalista Reinaldo Azevedo da Revista Veja, sobre a visita do Papa a Evo Morales.

    Título: Bergoglio, o dito papa Francisco, não me representa! Ou: O sangue de Cristo e de 150 milhões de vítimas do comunismo.

    O cardeal argentino Jorge Bergoglio recebe de Morales o símbolo do comunismo com o Cristo: sujando as mãos com o sangue de 150 milhões de crucificados.

    Leia aqui:
    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/bergoglio-o-dito-papa-francisco-nao-me-representa-ou-o-sangue-de-cristo-e-de-150-milhoes-de-vitimas-do-comunismo/

    Muito interessante!!!

  • sin disse:

    Cada um acredita no que quer e pensa como quer.
    Só Deus tem direito de julgar e nenhum evangélico e sabichão da bíblia tem o direito de impor a alguém o que eles devem seguir.
    Se as pessoas tem os santos e mais santos que são devotos, que sigam e ponto final! Fazendo o bem as outras pessoas e a elas mesmo que sejam felizes, NENHUM humano é dono da verdade!

  • Daiana Alves de Souza disse:

    Lendo os debates, fico indignada com a pretensão deste protestante chamado Alexandre.Cuidado! A mesma Biblia que você diz seguir e que consegue extrair suas verdades, foi formada pela Igreja Católica. É essa mesma que você diz ser guiada pelo mal.Foi decidido pelo magistério da Igreja quais livros eram inspirados por Deus. Isso você não ressaltam.

  • Daiana Alves de Souza disse:

    Ja que pensam que o que vem da Igreja Católica não corresponde com a verdade, porque aceitam o livros da Biblia? Tem tantos evangelhos e cartas ,quem sabe neles não estão a verdade que você diz saber.Lembrando o que Nosso Senhor disse aos apóstolos que estaria sempre conosco, não 1500 anos depois!

  • Anderson disse:

    O Alexandre é um solado de malafaia que acredita em qualquer coisa. Não adianta citar Reinaldo Azevedo. Protestante diz : Só a Bíblia.

    E como diz teu chefe malafento: “Eu quero saber de Bíblia. Deixa de blá, blá, blá…”

  • David disse:

    Profanação contra Nossa Senhora Aparecida, Virgem Santíssima Mãe de Deus, um dia todos nós seremos julgados por nossos atos, espero que se converta, enquanto a tempo.

  • David disse:

    Profanação contra Nossa Senhora Aparecida, Virgem Santíssima Mãe de Deus, um dia todos nós seremos julgados por nossos atos, espero que se converta, enquanto a tempo.

  • Maria Marta Nicácio disse:

    Não generalizo, mas são fatos que acontecem quando querem aparecer na mídia, se todos nós católicos, ignorássemos estas atitudes destes adoradores de dinheiro, eles deixariam de envolver com nossa fé.
    Nunca vi escrito na Bíblia que Jesus tivesse fazendas cheias de gado e nem mansões espalhadas pelo mundo.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × quatro =